Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Etnobotânica e uso de plantas medicinais no município de Cruzeiro do Sul, Acre.
Autores:  MARTINS, W. M. de O.
PAIVA, F. S.
SANTOS, R. C. dos
SIVIERO, A.
BANTEL, C. A.
Data:  2014-12-05
Ano:  2013
Palavras-chave:  Etnobotânica
Plantas medicinais
Cruzeiro do Sul (AC)
Resumo:  As plantas medicinais representam uma importante ferramenta na promoção da saúde, principalmente em comunidades mais remotas da Amazônia. O objetivo deste estudo foi realizar um estudo etnobotânico de plantas medicinais utilizadas pelos raizeiros no município de Cruzeiro do Sul, Acre. Foi realizado um levantamento através de questionários presenciais semi-estruturados, com perguntas abertas e discursivas. A identificação botânica foi realizado em campo e por comparação de literatura especializada. Os raizeiros do município de Cruzeiro do Sul fazem um uso diversificado de plantas medicinais. Foram identificadas 33 espécies vegetais com propriedades terapêuticas, distribuídas em 12 famílias botânicas, destacando-se Asteraceae, Lamiaceae, Caesalpinioideae, Euphorbiaceae e Malvaceae. As plantas mencionadas com maior frequência foram: alfavaca (Ocimum thyrsi-florum L.), boldo (Vernonia condensata Baker), crajirú (Fridericia chic L. G. Lohmann), agrião (Nasturtium officinale R. Br.), malva-risco (Plectranthus amboinicus Spreng), erva-cidreira (Lippia alba Mill.), babosa (Aloe vera L.), mastruz (Chenopodium ambrosioides L.), hortelã (Mentha arvensis L.) e carqueja (Baccharistrimera sp.). Quantoa parte da planta utilizada a folha fresca (68%) é a mais comum, seguida de raízes (20%), casca (8%), flor (3%) e semente (1%). Verificou-se o uso combinado de plantas com outros ingredientes como o mel de abelha, alho e óleos vegetais, além de outras plantas. Observou-se que a maioria (33%) das espécies encontradas são indicadas para afecções do sistema respiratório, seguida do sistema digestivo (24%) e doenças do sistema ósteo-muscular (13%). O emprego nos sintomas e sinais gerais (10%) incluem febres e cefaléias, seguidas de doenças genito-urinário (8%), nutricionais e metabólicas (6%), intestinais e helmintíases (4%) e outras doenças tropicais (2%). Conclui-se que é diversificado o uso de espécies vegetais utilizadas pelos raizeiros do município de Cruzeiro do Sul. A fitoterapia na região pesquisada é conservada, mantendo-se a identidade com o etnoconhecimento local.

2013
Tipo:  Resumo em anais de congresso (ALICE)
Idioma:  Português
Identificador:  978-85-8236-011-8

25354

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1001812

http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/113186/1/25354.pdf
Editor:  In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE AGROECOLOGIA DO ACRE, 1., 2013, Cruzeiro do Sul. Anais... Rio Branco: Edufac, 2013.
Relação:  Embrapa Acre - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional