Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Cruzamentos interespecíficos entre goiabeira e araçazeiro visando a obtenção de híbridos resistentes ao nematóide Meloidogyne mayaguensis.
Autores:  COSTA, S. R.
SANTOS, C. A. F.
MEDEIROS, A. G.
NUNES, E. D.
DINIZ, L. S.
Data:  2011-01-26
Ano:  2010
Palavras-chave:  Araçazeiro
Hibrido resistente a nematóide.
Goiaba
Araça
Cruzamento
Nematóide
Polinização
Psidium Guajava
Melhoramento Vegetal
Hibrido.
Meloidogyne mayaguensis
Genetic improvement.
Guavas
Resumo:  A goiabeira (Psidium guajava) é uma importante fruteira no Vale do São Francisco, destacando-se por apresentar elevados teores de vitamina C, quando comparada a outras fruteiras, como a laranjeira. Os principais estados produtores de goiaba são Pernambuco, São Paulo, Goiás e Bahia. Nos últimos anos a cultura da goiaba vem sofrendo uma grande ameaça devido ao surgimento do nematóide Meloidogyne mayaguensis, que tem resultado na erradicação de mais de 50% da área cultivada no Vale do São Francisco. Estudos recentes têm demonstrado que espécies de araçazeiros são tolerantes a esse nematóide. O presente trabalho tem como objetivo desenvolver híbridos interespecícos resistentes a esse nematóide através do cruzamento entre acessos de goiabeira e araçazeiro. O trabalho está sendo desenvolvido na Embrapa Semiárido, Campo Experimental de Bebedouro, BAG de Psidium. As plantas doadoras do pólen foram acessos de araçazeiros provenientes do Rio Grande do Sul e da Costa Rica, de área vizinha ao BAG de Psidium. As plantas receptoras foram os acessos de goiabeira GUA01 MA, GUA15 MA, GUA28 PI, GUA29 PI, GUA30 PI, GUA33 PE, GUA23 MA. As ores doadoras de pólen foram coletadas às 8 h da manhã e colocadas dentro de uma placa de Petri e levada ao BAG de Psidium para a polinização. Para a emasculação foram utilizados botões orais que apresentam rupturas no cálice. Para emasculação retiraram-se as sépalas, pétalas e anteras com o auxílio de uma pinça e uma tesoura pequena com ponta. As anteras das ores dos araçazeiros foram maceradas entre os dedos para a retirada do pólen para, logo em seguida, serem depositadas no estigma da goiabeira. Os cruzamentos foram etiquetados e protegidos com saco de papel, permanecendo essa proteção por 15 dias, com monitoramento diário. Foram realizadas polinizações sucessivas às 0, 24, e 48 h após a emasculação para aumentar a probabilidade de pegamento. Até o momento os resultados não foram satisfatórios, não sendo obtido nenhum híbrido interespecí co. Foram realizados cruzamentos entre acessos de goiabeira: GUA33 PE x GUA23 MA, GUA23 x GUA61, e obteve-se sucesso com os mesmos. Desta forma, sugere-se a ocorrência de incompatibilidade genética entre Psidium guajava e araçazeiros.
Tipo:  Parte de livro
Idioma:  Português
Identificador:  In: ENCONTRO DE GENÉTICA DO NORDESTE, 18., 2010, Jequie. Genética, biodiversidade e conservação. Jequié: UESB: Sociedade Brasileira de Genética, 2010.

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/874526
Direitos:  openAccess
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional