Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Growth or arboreal leguminous plants and maize yield in agroflorestry system.
Autores:  OLIVEIRA, V. R.
SILVA, P. S. L. e
PAIVA, H. N. de
PONTES, F. S. T.
ANTONIO, R. P.
Data:  2017-03-13
Ano:  2016
Palavras-chave:  Sistema agroflorestal
Sabiá
Gliricídia
Milho
Consorciação de cultura
Floresta
Leguminosa
Mimosa caesalpiniifolia
Gliricidia sepium
Zea mays
Agroflorestry systems
Intercropping
Resumo:  Os custos de plantios florestais podem ser reduzidos com a renda de culturas consorciadas com as espécies arbóreas. Um experimento foi realizado nos anos 2010 e 2011 para avaliar a viabilidade de dois sistemas agroflorestais envolvendo leguminosas (sabiá e gliricídia) e milho (cultivar AG 1051). Em 2010, as leguminosas foram cultivadas em monocultivo e em consorciação (sistema taungya) com o milho, em blocos ao acaso com cinco repetições. Três fileiras de milho foram plantadas entre duas fileiras das leguminosas (espaçamento 4,0 m x 4,0 m). Em 2011, as leguminosas foram cortadas a 0,5 m do nível do solo, e os ramos jovens e folhas foram incorporados nas áreas cultivadas em consórcio (sistema aléias). A consorciação aumenta a altura da planta (AP) na sabiá, mas não na gliricídia. A gliricídia tem menor AP do que a sabiá. A consorciação reduz o rendimento de espigas verdes, mas não o rendimento de grãos. A consorciação com milho reduz os custos de implantação do reflorestamento, especialmente com a venda de espigas verdes. Em aleias, a consorciação reduz o número e a massa totais de espigas verdes e o rendimento de grãos, mas não influencia o rendimento de espigas verdes comercializáveis. Produzir espigas verdes é mais vantajoso do que produzir grãos. O monocultivo do milho proporciona maior renda do que a consorciação.

2016
Tipo:  Artigo em periódico indexado (ALICE)
Idioma:  Português
Identificador:  1806-9088

56494

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1066894

http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/157574/1/0100-6762-rarv-40-04-06791.pdf

10.1590/0100-67622016000400011
Editor:  Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 40, n. 4, p .679-688, 2016.
Relação:  Embrapa Semiárido - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional