Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Principais solos do semiárido tropical brasileiro: caracterização, potencialidades, limitações, fertilidade e manejo.
Autores:  CUNHA, T. J. F.
PETRERE, V. G.
SILVA, D. J.
MENDES, A. M. S.
MELO, R. F. de
OLIVEIRA NETO, M. B. de
SILVA, M. S. L. da
ALVAREZ, I. A.
Data:  2010-09-08
Ano:  2010
Palavras-chave:  Latossolos
Argissolos
Potencialidade
Manejo de solo e água
Luvissolos
Planossolos
Neosssolos
Cambissolos
Vertissolos
Solo
Clima
Planta nativa
Vegetação
Relevo
Geologia
Fertilidade do solo
Erosão
Soil
Soil water
Soil fertility
Soil flora
Soil classification
Resumo:  Os solos localizados em regiões semiáridas e áridas foram, por muito tempo, considerados inviáveis para agricultura e, consequentemente, à margem do aproveitamento econômico. Porém, grande parte da população humana depende do que as terras semiáridas e áridas sejam incorporadas ao processo produtivo. No Brasil, a situação não é diferente - país continental cuja região semiárida perfaz uma área ao redor de 982.563 km2, possui 20.870.020 de habitantes, distribuídos em 1.133 municípios em nove Unidades Federativas (BRASIL, 2005), que dependem, direta ou indiretamente, deste ambiente. O Semiárido tropical brasileiro apresenta uma variedade de paisagens e de ambientes que deve ser destacada como uma das características mais marcantes da região, o que dificulta generalizações na discussão de vários temas, incluindo os solos. Diante desta complexidade de paisagens, deve-se considerar que o solo, a vegetação e o clima coexistem num equilíbrio dinâmico, que pode ser alterado pela mudança do uso da terra. O conhecimento atual do solo é um elemento importante para gerenciar o recurso água, expressar o potencial genético das espécies, minimizar a degradação dos recursos naturais e maximizar o potencial do fator clima, atuando como um componente de transformação, de reorganização e de sustentação das atividades econômicas, sociais e culturais no espaço rural. O solo não se resume apenas às suas partículas minerais, mas sim, a um conjunto composto de minerais, matéria orgânica, organismos vivos, água e ar, cujo equilíbrio é essencial para processos vitais e reflete no potencial produtivo e na sustentabilidade agrícola. É de fundamental importância elaborar uma descrição dos principais solos do Semiárido, incluindo informações morfológicas, químicas e físicas, abordando aspectos de classificação, potencialidades, limitações e fertilidade. Também, é enfatizado o complexo de causas e efeitos da transformação dos padrões de qualidade do solo influenciado pelo manejo. Diante disso, o solo será considerado a base das unidades de paisagens contidas no Semiárido brasileiro, que, além de servir de suporte para as raízes, desempenha funções essenciais para a funcionalidade e sustentabilidade do ambiente, garantindo a produção de alimentos, fibras, matérias primas diversas e serviços ambientais, sem desconsiderar a gestão do recurso água.

2010
Tipo:  Capítulo em livro científico (ALICE)
Idioma:  Português
Identificador:  978-85-7405-012-6

43496

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/861913

http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/158421/1/CAPITULO-02-TONY-final.pdf
Editor:  In: SA, I. B.; SILVA, P. C. G. da. (Ed.). Semiárido brasileiro: pesquisa, desenvolvimento e inovação. Petrolina: Embrapa Semiárido, 2010.
Relação:  Embrapa Semiárido - Capítulo em livro científico (ALICE)
Formato:  il.

cap. 2, p. 50-87.
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional