Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Adaptação da metodologia de 'BAC-FISH' de alta resolução para estudos genômicos comparativos em Musa.
Autores:  FALCÃO, R.
Data:  2010-03-24
Ano:  2009
Palavras-chave:  Paquíteno
Microsporogênese
BAC.
Musa Acuminata.
Musa balbisiana
Fish.
Resumo:  Bananeiras são plantas cultivadas principalmente em países em desenvolvimento das regiões tropicais e subtropicais, onde a produção de bananas tem grande impacto econômico e social, pois envolve um número muito grande de pequenos produtores. A maioria dos genótipos de banana utilizados na alimentação é de plantas diplóides, triplóides e tetraplóides, oriundos de cruzamentos entre Musa acuminata Colla e Musa balbisiana Colla. O caráter semiperene e a propagação assexuada de bananeiras facilitam a transmissão e/ou disseminação de doenças, além de impedir a chance de recornbinação gênica, processo fundamental para o melhoramento genético, o qual possui, dentre muitos objetivos, a obtenção de plantas resistentes a estresses bióticos e abióticos. A utilização de técnicas citogenéticas para realizar o mapeamento fisico de genes em cromossomos produz informações básicas para os programas de melhoramento genético tradicional e para a transformação genética de plantas. O mapeamento fisico realizado por hibridização in situ fluorescente (FISH - 'fluorescence in situ hybridization') em preparações mitóticas do meristema radicular tem por finalidade mostrar a localização mais precisa dos genes nos cromossomos. Porém em espécies cujos cromossomos são pequenos (50Mpb) tais como Arabidopsis spp. e Musa spp, a técnica de FISH deve ser adaptada. Nestes casos para realizar mapeamento físico de elevada resolução de genes de interesse agronômico sugere-se a utilização de cromossomos meióticos em fase de paquíteno. A aplicação dessa metodologia, após adaptações, permitiu real izar o mapeamento de um clone de BAC da biblioteca de M. balbisiana Colla - Pisang Klutuk Wulung, contendo seqüência gênica análoga a genes de resistência (RGA), em duas espécies silvestres diplóides M. acuminata ssp. burmannicoides - Calcutta 4 (genoma AA), M. balbisiana - Pisang Klutuk Wulung (PKW) (genoma BB) e na cultivar triplóide M acuminata subgrupo Cavendish - Nanica (genoma AAA). O trabalho desenvolvido para esta dissertação é o primeiro relato de mapeamento físico de genes em cromossomos meióticos de M balbisiana e em um híbrido triplóide.

Dissertação (Mestrado em Ciências Genômicas e Biotecnologia) - Universidade Católica de Brasília, Brasília, DF. Orientador: Guy de Capdeville, Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia.
Tipo:  Teses
Idioma:  Português
Identificador:  2009.

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/662241
Formato:  127 f.
Direitos:  openAccess
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional