Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Aplicação do óleo essencial de Tagetes minuta (Chinchilho) no tratamento de sementes de feijão.
Autores:  OLANDA, G. B. de
Data:  2018-11-23
Ano:  2018
Palavras-chave:  Phaseolina
Volatilização
Fumigação
Phaseolus Vulgaris
Sclerotinia Sclerotiorum
Macrophomina
Resumo:  O objetivo do trabalho foi avaliar a ação volátil do óleo essencial de T. minuta sobre S. sclerotiorum e M. phaseolina, in vitro, e no tratamento de sementes de feijão, bem como seu efeito na qualidade fisiológica das sementes. Foram realizados 3 experimentos em laboratório. No primeiro, os fitopatógenos foram expostos a diferentes volumes do óleo essencial, in vitro. Para S. sclerotiorum foram utilizados os volumes de 2, 5, 10, 15 e 20μL e para M. phaseolina 25, 30, 35, 40, 45, 50, 55, 60, 65, 70 e 75μL de óleo essencial. Com base nos resultados, foram testadas ainda in vitro, combinações entre volumes de óleo essencial e tempos de exposição, os quais foram de 10, 15, 20 e 25μL para S. sclerotiorum e 75, 80, 85, 90, 95 e 100μL para M. phaseolina, por períodos de exposição de 24, 48, 72 e 96h. Nesses dois primeiros ensaios, os resultados foram apresentados em taxa de inibição do crescimento micelial (TIC), sendo que para S. sclerotiorum, no segundo ensaio, também em taxa de número de escleródios (TNE) e taxa de massa de escleródios (TME). O terceiro experimento, que usou como base os resultados das etapas anteriores, consistiu no tratamento de sementes via volatilização, com sementes inoculadas e não inoculadas com os fungos. Para S. sclerotiorum foram usados 150, 300, 600 e 1200μL de óleo essencial e para M. phaseolina 600, 1200, 2400 e 4800μL, com 24h de exposição. As sementes tratadas foram semeadas em substrato e, após 21 dias para S. sclerotiorum e 15 dias para M. phaseolina, foram avaliados o comprimento de parte aérea (CPA) e raiz (CR), a massa seca de parte aérea (MSPA) e raiz (MSR), a taxa de índice de doença (TID) e taxa de incidência de doença (TIN). Em todas etapas foi adotado o delineamento inteiramente casualisado com 6 repetições. A análise estatística foi realizada por modelos lineares generalizados (GLM) com distribuição Beta e análise de componentes principais. A exposição dos fitopatógenos aos voláteis do óleo essencial resultou no aumento na TIC em ambos fungos e diminuição da TNE e TME de S. sclerotiorum, apresentando um comportamento volume-dependente e tempo-dependente. Sobre as plântulas de feijão, se verificou redução da TID e TIN causadas por ambos patógenos, mostrando um comportamento volume-dependente. As menores TID e TIN foram obtidas com 1200μL do óleo essencial para S. sclerotiorum e com 4800μL para M. phaseolina, em ambos casos com 24h de exposição. O volume de óleo essencial eficiente para o controle dos fungos teve baixa correlação negativa com as variáveis de crescimento das plantas de feijão. As plântulas da cultivare BRS Expedito e Carioca demostraram comportamentos diferenciados em resposta à interação existente entre patógeno e óleo essencial de T. minuta. O tratamento de sementes de feijão com o uso de voláteis do óleo essencial de T. minuta se mostrou uma estratégia promissora para a produção de sementes agroecológica e necessita novos estudos para aprimorar a técnica de utilização em maior escala.

bitstream/item/186889/1/Gustavo-Schiedeck-Doutorado-Gabriela-Berguenmaier-de-Olanda-2018.pdf

Tese (Doutorado) - Programa de Pós-Graduação em Sistemas de Produção Agrícola Familiar, Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel, Universidade Federal de Pelotas, 2018.
Tipo:  Tese/dissertação (ALICE)
Idioma:  Português
Identificador:  20838

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1099952
Editor:  2018.
Relação:  Embrapa Clima Temperado - Tese/dissertação (ALICE)
Formato:  115 f.
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional