Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Observacoes preliminares sobre a ocorrencia de parasitismo natural na lagarta enroladeira Phtheochoroa cranaodes Meyrick (Lepidoptera: Tortricidae) em pomares de macieira em Vacaria (RS).
Autores:  EIRAS, A. E.
KOVALESKI, A.
VILELA, E. F.
SOUZA, C. E. P.
FRIGHETTO, R. S. F.
FRIGHETTO, N.
DELMORE, L. R. K.
Data:  1994-01-05
Ano:  1992
Palavras-chave:  Lagarta enroladeira
Phtheochroa cranaodes
Ocorrencia
Inseto parasita
Controle Biológico
Inimigo Natural
Maçã
Parasitismo
Praga
Lepidoptera
Tortricidae
Resumo:  A lagarta enroladeira e uma das principais pragas da macieira que vem causando serios danos em pomares dos estados do Sul do Brasil, alimentando-se das folhas e da casca da maca, reduzindo desta maneira o valor comercial da fruta. O controle quimico da lagarta e dificil devido a seu habito de construir abrigos entre as folhas. Em abril de 1992 foram coletadas 406 lagartas e 71 pupas em pomares de macieiras (Vacaria-RS). O material foi transportado para o Depto de Entomologia da EMBRAPA/CNPDA (Jaguariuna-SP), mantidos a 23 +- 1oC, 60% UR e 14 horas de fotofase. As lagartas foram alimentadas com folhas de macieira e quando pupas, mantidas individualizadas em tubos de vidro (25 mm x 85 mm) ate a emergencia de insetos adultos. Observou-se que das lagartas coletadas no campo, o indice de emergencia de parasitoides foi baixo (1,2%) e entre os adultos de tortricideos emergidos, Phtheochroa cranaodes (71, 2%) foi predominante sobre as especies (2,0%). A mortalidade no estagio larval (3,7%) foi inferior a mortalidade no estagio de pupa desenvolvido em laboratorio (21,9%). O indice de parasitoides emergidos (38,0%), das pupas coletadas no campo, foi significativo em relacao a emergencia de adultos de P. cranaodes (43,7%), sugerindo que o parasitismo ocorrido no campo e a mortalidade das pupas (18,3%) sao representativos. Entre os parasitoides (hymenoptera) emergidos 93,75% pertenciam a familia Ichneumonidae. Os resultados sugerem que o parasitismo ocorrido no campo merece maiores investigacoes, para possiveis programas de controle biologico desta praga.
Tipo:  Parte de livro
Idioma:  Português
Identificador:  In: SIMPOSIO DE CONTROLE BIOLOGICO, 3., 1992, Aguas de Lindoia. Anais. Jaguariuna: EMBRAPA-CNPDA, 1992.

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/11116
Formato:  p.304
Direitos:  openAccess
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional