Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Ocorrência de estafilococos resistentes à oxacilina causadores de mastite ovina subclínica.
Autores:  DIAS, W. A. F.
ZAFALON, L. F.
MARTINS, K. B.
ESTEVES, S. N.
Data:  2010-10-28
Ano:  2010
Palavras-chave:  Estafilococos
Mastite
Ovino
Oxacilina
Resumo:  A mastite é a inflamação da glândula mamária, classificada de acordo com a severidade e os sinais inflamatórios apresentados pelo animal acometido. A forma clínica é a que apresenta sinais aparentes, enquanto a subclínica é a mais frequente e é inaparente. A doença pode ser causada por vários agentes etiológicos, e estudos apontam a bactéria do gênero spp. como uma das principais causadoras da doença. Este trabalho objetivou identificar estafilococos resistentes à oxacilina a partir de testes de suscetibilidade pelo método de halo-difusão. Foram utilizados 140 animais em um rebanho experimental de ovinos de propriedade localizada em São Carlos, São Paulo. Foram coletados cerca de 15 mL de leite em duplicatas, com a utilização de frascos esterilizados, após a prévia identificação da mastite subclínica a partir da realização do (CMT). Depois de efetuada a confirmação microbiológica e diferenciação de acordo com a prova de coagulase lenta com plasma de coelho, os microrganismos positivos nesse teste foram submetidos a provas adicionais para a identificação de . Os isolados foram submetidos aos testes de sensibilidade a partir da técnica de difusão em disco em placas de ágar Müeller-Hinton. Dos microrganismos isolados, 63 foram identificados como estafilococos coagulase negativa, dois foram classificados como estafilococos coagulase positiva e oito foram diagnosticados como . Dos 73 microrganismos isolados, 18 (24,7%) demonstraram ser resistentes à oxacilina, 16 (88,9%) dos quais foram identificados como estafilococos coagulase negativa e dois (11,1%) como estafilococos coagulase positiva. O não apresentou resistência à oxacilina. A ocorrência de cepas estafilocócicas resistentes à oxacilina é preocupante, pois frequentemente apresentam resistência a vários outros princípios ativos nos testes de suscetibilidade antimicrobiana, o que pode prejudicar o tratamento de enfermidades causadas por esses microrganismos nos animais em questão. Mais estudos devem ser efetuados com os isolados para investigar os mecanismos relacionados com as características de resistência antimicrobiana à oxacilina.

2010
Tipo:  Resumo em anais de congresso (ALICE)
Idioma:  Português
Identificador:  19614

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/865645

http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/23374/1/PROCILFZ2010.00146.pdf
Editor:  In: JORNADA CIENTÍFICA - EMBRAPA SÃO CARLOS, 2., 2010, São Carlos, SP. Anais... São Carlos: Embrapa Instrumentação Agropecuária: Embrapa Pecuária Sudeste, 2010.
Relação:  Embrapa Pecuária Sudeste - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional