Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Densidade populacional de lagartas e predadores em soja Bt.
Autores:  LOBAK, T.
SISMEIRO, M. N. S.
VIEIRA, A. C.
FAZAM, J. C.
GONÇALVES, L. S. A.
PASINI, A.
ROGGIA, S.
Data:  2014-12-23
Ano:  2014
Palavras-chave:  Lagarta.
Resumo:  Em 2013, houve a liberação comercial da soja BtRR2 no Brasil, a qual contém os genes cry1Ac (resistência a lagartas) e cp4-epsps (resistência a glifosato), tornando importante o estudo das interações dessa com organismos presentes nos agroecossistemas. O objetivo do trabalho foi avaliar a densidade de lagartas e predadores, Carabidae e Dermaptera, em soja BtRR2 comparativamente a soja não-transgênica e RR. A semeadura ocorreu em 05/10/2012, em parcelas de 18x18 m, com 18 sementes/m linear e espaçamento de 0,5 m entrelinhas. O delineamento experimental foi blocos ao acaso em esquema fatorial 3x8 (3 genótipos de soja e 8 datas de amostragem), com 8 repetições. Foram estudados 3 genótipos de soja, a cultivar não-transgênica BRS 284 e duas linhagens transgênicas derivadas: RR e BtRR2. Os predadores foram amostrados quinzenalmente com armadilha de queda (“pitfall”), com 4 armadilhas/parcela, distanciadas em 6,0 m entre si, com tempo de coleta de 72 horas. As lagartas foram amostradas semanalmente com o pano-de-batida. Os dados foram submetidos a ANOVA-type statistic e comparados pelos intervalos de confiança, por meio do software R. Anticarsia gemmatalis e Chrysodeixis includens foram as principais espécies de lagartas e sua densidade foi significativamente menor na soja BtRR2, não ultrapassando 0,8 lagartas/m ao longo do ciclo da cultura, indicando que foi eficiente no controle de lagartas. Nos demais genótipos o pico de lagartas foi observado no estádio R6 soja, porém não ultrapassou 12 lagartas/m, não atingindo o nível de controle. A maior densidade de predadores foi observada no período vegetativo. Carabidae foi 3 vezes mais abundante que Dermaptera e os genótipos de soja não afetaram significativamente as suas densidades, indicando que não predam exclusivamente lagartas, pois não houve redução da densidade mesmo na soja BtRR2, com baixa disponibilidade de lagartas. Houve correlação positiva entre predadores e lagartas, porém o índice não passou de 40%.
Tipo:  Separatas
Idioma:  Português
Identificador:  In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENTOMOLOGIA, 25., 2014, Goiânia. Entomologia integrada à sociedade para o desenvolvimento sustentável: anais. [Londrina]: SEB, 2014.

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1003549
Direitos:  openAccess
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional