Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Manejo de aviários abertos.
Autores:  ABREU, P. G. de
Data:  2015-04-22
Ano:  2014
Palavras-chave:  Aviário
Aviaries
Resumo:  Não existe o chamado "clima perfeito" para a moderna avicultura, na maioria dos casos é preciso corrigir um ou mais elementos climáticos desfavoráveis e alterar outros para se obter o bioclima adequado. O frango é um exemplo típico de animal em que o conforto vem sendo prejudicado pela intensificação dos sistemas de produção, caracterizado pelo aumento da densidade animal, da restrição de espaço, da movimentação e interação social. As perdas provocadas pela combinação de altas temperaturas, umidade excessiva e baixa taxa de ventilação são fatores importantes para a rentabilidade do produtor. Antes de se instalar a criação de frangos deve-se ter o conhecimento das condições climáticas da região para verificar se a região é apropriada a este tipo de criação. O estudo detalhado do clima da região e/ou do local onde será implantada a exploração, determinando as mais altas e baixas temperaturas ocorridas, a umidade do ar, a direção e a intensidade do vento definem o tipo ideal de edificação. Assim, é possível projetar aviários com características construtivas capazes de minimizar os efeitos adversos do clima sobre os frangos. Em regiões de clima quente, deve-se lançar mão de vários mecanismos, que podem ser utilizados para diminuir o impacto das altas temperaturas dentro da edificação. Esses correspondem às primeiras decisões a serem determinadas pelo projetista antes de utilizar os mecanismos sofisticados de acondicionamento térmico artificial. Se nesta etapa o conjunto de decisões não for suficiente para proporcionar aos frangos, condições ideais de conforto térmico deve-se então optar por mecanismos secundários. As características primárias a serem consideradas na concepção de aviários são: localização, orientação, dimensões, pé-direito, beirais, telhado, lanternim, fechamentos, quebra ventos, sombreiros, características dos materiais a serem utilizados no aviário, e outras que permitam o condicionamento térmico natural. Porém, essas alternativas em muitos casos, são insuficientes para manter a temperatura ambiente de acordo com as exigências dos frangos. Neste sentido, vários equipamentos e métodos de aquecimento, ventilação e resfriamento do ar têm sido propostos. Dos modelos de aviários existentes, os abertos são mais simples e necessitam de maior mão de obra. Normalmente são empregados devido ao seu baixo custo e em regiões onde as condições climáticas se apresentam amenas.

2014
Tipo:  Artigo em anais de congresso (ALICE)
Idioma:  Português
Identificador:  19973

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1013899

http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/122574/1/final7761.pdf
Editor:  In: SEMINARIO INTERNACIONAL DE MANEJO Y SISTEMAS OPERATIVOS EM POLLO DE ENGORDE ? AMEVEA, 2014, Bogotá, Colombia. Anais: AMEVEA, Bogotá, 2014. 1 CD-ROM.
Relação:  Embrapa Suínos e Aves - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional