Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Seletividade de herbicidas aplicados em pré-emergência em Crotalaria ochroleuca.
Autores:  OLIVEIRA, L. R. de
CAVALIERI, S. D.
BULHÕES, C. C.
IKEDA, F. S.
WOIAND, H. M.
SILVA, A. de J.
OLIVEIRA, D. S.
SILVA, C. C. da
Data:  2020-02-03
Ano:  2019
Palavras-chave:  Crotalaria ochroleuca
Mato Grosso
Sinop-MT
Crotalária
Pré-Emergência
Resumo:  O gênero Crotalaria é um dos maiores da família Fabaceae com cerca de 690 espécies distribuídas em regiões tropicais e subtropicais. Dentre as espécies com importância para a agricultura brasileira, destaca-se a Crotalaria ochroleuca, devido ao aporte de nutrientes no solo, a produção de palha para a semeadura direta, a supressão de plantas daninhas e o potencial nematicida. Objetivou-se neste estudo avaliar a seletividade de herbicidas aplicados em pré-emergência em C. ochroleuca. O experimento foi conduzido entre os meses de fevereiro e março de 2019 em Latossolo Vermelho-Amarelo de textura argilosa (argila: 615 g kg-1) e 2,23% de carbono (0 m a 0,20 m de profundidade). As parcelas possuíam dimensões de 3 metros de largura por 5 metros de comprimento (15 m2), nas quais foram semeadas manualmente 25 kg de sementes por hectare da espécie a lanço. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados com quatro repetições, composto por 10 tratamentos: testemunha capinada, atrazine (500 g ha-1), atrazine (750 g ha-1), atrazine (1.000 g ha-1), chlorimuron-ethyl (15 g ha-1), clomazone (1.000 g ha-1), imazethapyr (80 g ha-1), pendimethalin (1.250 g ha-1), s-metolachlor (1.200 g ha-1) e trifluralin (1.800 g ha-1). Os herbicidas foram aplicados em pré-emergência logo após a semeadura da C. ochroleuca com auxílio de pulverizador costal pressurizado com CO2, munido de barra com quatro pontas de jato plano AXI-110.015 (espaçamento de 0,50 m entre bicos), posicionadas a 0,5 m da superfície do solo sob pressão de 2,11 kgf cm-², proporcionando volume de aplicação de 150 L ha-1. Para fins de avaliação, foram consideradas as variáveis densidade de plantas (plantas m-2) aos 11 dias após a aplicação (DAA) dos herbicidas e fitointoxicação avaliada por meio de notas visuais (0 - 100%), em que zero representa ausência de injúrias e 100 a morte das plantas, aos 19 DAA, 25 DAA, 31 DAA e 40 DAA. Os dados foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Scott-Knott (p<0,05). Com relação à densidade de plantas, somente os herbicidas clomazone, s-metolachlor e trifluralin não diferiram significativamente da testemunha capinada. Já para a variável fitointoxicação, o clomazone foi o único herbicida que ocasionou injúrias severas às plantas de crotalária (> 60%) em todas as épocas de avaliação. Conclui-se que os herbicidas s-metolachlor e trifluralin são os mais indicados para controle de plantas daninhas em C. ochroleuca na modalidade de aplicação em pré-emergência.

bitstream/item/210122/1/2019-cpamt-sidinei-cavalieri-seletividade-herbicida-aplicado-pre-emergencial-crotalaria-ochroleuca-p-19.pdf
Tipo:  Resumo em anais de congresso (ALICE)
Idioma:  Português
Identificador:  1431

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1119751
Editor:  In: ENCONTRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIAS AGROSSUSTENTÁVEIS, 3.; JORNADA CIENTÍFICA DA EMBRAPA AGROSSILVIPASTORIL, 8., 2019, Sinop. Resumos... Brasília, DF: Embrapa, 2019. p. 19.
Relação:  Embrapa Agrossilvipastoril - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional