Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Desempenho e qualidade da carcaça e da carne de ovinos de diferentes grupos genéticos terminados em confinamento.
Autores:  BRITO, G. F. de
Data:  2017-08-29
Ano:  2017
Palavras-chave:  Cordeiros
Idade ao desmame
Peso de abate
Resumo:  O cruzamento é uma ferramenta que pode ser utilizada pelos produtores com o intuito de melhorar a ovinocultura no país, e têm como principal objetivo juntar características de interesse econômico de diferentes raças. O objetivo neste trabalho foi avaliar características de desempenho, carcaça e qualidade da carne de ovinos de diferentes grupos genéticos, desmamados aos 60 ou 90 dias de idade, terminados em confinamento e abatidos com 32 ou 38 kg de peso corporal. Foram utilizados 167 cordeiros machos, não castrados, recém desmamados, pertencentes aos grupos genéticos (GG) Santa Inês (S), Dorper (D), Ile de France (I), Texel (T), ½ D + ½ S, ½ I + ½ S e ½ T + ½ S. Os animais foram distribuídos em quatro tratamentos, constituídos por duas idades ao desmame (ID), 60 ou 90 dias, e dois pesos de abate (PA), 32 kg ou 38 kg de peso corporal. Os animais foram pesados semanalmente até atingirem o peso de abate. Após o abate, as carcaças foram pesadas e acondicionadas em câmara frigorífica (2 ºC) por 24 horas. Após esse período, foram realizadas as medidas morfométricas no lado esquerdo de cada carcaça e separação dos cinco cortes comerciais. Na costela do lado esquerdo de cada carcaça, foram realizadas as análises de área de olho de lombo (AOL), espessura de gordura externa (EG) e cor da gordura (L*, a* e b*). Após a separação do músculo longissimus thoracis foram coletadas amostras de 2,5 cm para as análises de cor da carne (L*, a* e b*), capacidade de retenção de água (CRA), potencial hidrogeniônico (pH), perda de peso por cocção (PPC), sarcômero (SARC), força de cisalhamento (FC) e sensorial. Os dados do consumo de matéria seca, desempenho, qualidade da carcaça e da carne, análise descritiva (AD) e aceitação global (AG) foram analisados, utilizando-se o procedimento Mixed do SAS, em que o modelo estatístico para os dados do consumo de matéria seca, desempenho, qualidade da carcaça e da carne incluiu os efeitos fixos de GG, ID, PA, as interações GG-ID, GG-PA, ID-PA e GG-ID-PA e o resíduo, e o modelo estatístico para as análises de AD e AG incluiu o efeito fixo de GG e os efeitos aleatórios de sessão e provador, além do resíduo. Para a análise check all that apply (CATA), foi utilizando o procedimento Logistic do SAS, com modelo que incluiu o efeito fixo de GG, em que 1(um) representava a ocorrência (sim) do evento e 0 (zero) a não ocorrência do evento. Além disso, foi realizada análise fatorial múltipla no programa XLSTAT. O GG apresentou efeito sobre o consumo de matéria seca total (CMST), tempo de permanência no confinamento (TC), conversão alimentar (CA) e ganho de peso diário (GPD). Interação significativa ID-PA foi verificada para consumo de matéria seca diária (CMSD). Maior CMST foi observado para os animais Santa Inês, ½ I + ½ S e ½ T + ½ S, enquanto que os animais Texel e Ile de France apresentaram maior GPD e CA. GG e PA apresentaram efeito significativo sobre os pesos e os rendimentos de carcaça quente e fria, EG e AOL, enquanto ID não apresentou efeito significativo para nenhuma dessas características. Interação GG-PA foi observada para EG e AOL. Os animais ½ D + ½ S apresentaram valores intermediários entre os Santa Inês e Dorper para peso e rendimento da carcaça. Efeitos significativos de GG e PA foram verificados para todas as características morfométricas, exceto para profundidade do braço (PROFB). Os animais Santa Inês apresentaram maiores v comprimento externo e interno, profundidade da carcaça e comprimentos de perna e de braço. Efeitos significativos de GG foram observados para todos os pesos e rendimentos dos cortes da carcaça. Maiores peso e porcentagem de perna foram obtidos pelos animais Texel. O abate de animais com 38 kg de peso proporcionou melhores características da carcaça, além de melhores pesos dos cortes comerciais. Houve efeito de GG sobre as características de cor da carne (L* e b*) e cor da gordura (a* e b*). ID não teve efeito significativo sobre as características de cor da carne e da gordura. Efeito significativo de PA foi observado apenas para o a*_gord. Interação significativa GG-ID foi verificado para a*_carne e b*_carne, enquanto que interação significativa ID-PA foi observada apenas para b*_gord. Não houve efeito significativo de GG para nenhum dos atributos avaliados na AD, CATA e AG. Em geral, nenhum grupo genético apresentou características de qualidade que depreciam o valor da carne ovina, sendo assim, é possível a utilização de qualquer dos grupos genéticos nos sistemas de produção de ovinos, quanto a essas características.

Tese (Doutorado em Genética e Melhoramento Animal) - Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista, Jaboticabal. Orientador: Maurício Mello de Alencar, Embrapa Pecuária Sudeste; Coorientador: Sérgio Novita Esteves e Rymer Ramiz Tullio, Embrapa Pecuária Sudeste.
Tipo:  Tese/dissertação (ALICE)
Idioma:  Português
Identificador:  24090

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1074583

http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/163121/1/Tese-Gerlane-Ferreira-de-Brito.pdf
Editor:  2017.
Relação:  Embrapa Pecuária Sudeste - Tese/dissertação (ALICE)
Formato:  105 f.
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional