Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Estado e seletividade de políticas públicas: uma abordagem teórica e evidencias empíricas ao nível da política de extensão rural no Brasil.
Autores:  RODRIGUES, C. M.
Data:  1995-03-09
Ano:  1994
Palavras-chave:  Brasil
Política pública
Agricultural extension
Policy
Agricultura
Crédito Rural
Desenvolvimento Econômico
Extensão Rural
Política
Agriculture
Economic development
Resumo:  O objetivo desta tese foi investigar os fundamentos teóricos de caráter classista da seletividade de políticas públicas e trazer algumas evidências empíricas desse procedimento seletivo, tomando como objeto a política oficial de extensão rura no Brasil. Com este propósito, reconstruiu-se a base cognitiva do conceito de seletividade, a partir da teoria geral de Estado capitalista, deslocando depois o foco da análise para a forma particular de desenvolvimento do Estado Brasileiro e de seu aparelho burocrático. Quanto ao aspecto metdológico, adotou-se uma postura que procura integrar estrutura e ação como termos não dissociados, mas complementares, de um esforço investigatório que se realiza nos níveis macro, meso e microanalítico. Os resultados deram suporte à construção de um modelo teórico-interpretativo capaz de explicar, a seletividade classista da política estatal, fundada na antinomia funcional da acumulação capitalista e sua legitimação, que o estado busca incessantemente conciliaar, porém com êxitorelativo, ensejando crises sucessivas. Eles também confirmaram a hipótese de trabalho segundo a qual os deslocamentos de ênfase nas definições estratégicas da política de extensão rural no Brasil, ao longo de sua história, que oscilam entre o humanismo assistencialista, difusionismo produtivas e humanismo crítico, decorrem desse procedimento seletivo. Contudo o modelo tem limitaações. Aplica-se apenas à análise de políticas estatais cujas agências executoras desempenham ao mesmo tempo, ações orientadas para a acumulação e para a legitimação. Também não atende à exigência metdológica da demonstraação factual negativa, ou seja, a de estabelecer a evidência sociológica do excluído das agendas de política pública como consequência de uma operação seletiva e sistemática do aparelho de dominação política. Este segue sendo um desafio para futuras psquisas.

Tese Doutorado - UNB, Brasília-DF.
Tipo:  Teses
Idioma:  Português
Identificador:  1994.

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/90065
Formato:  295p.
Direitos:  openAccess
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional