Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Emprego das Geotecnologias no mapeamento de processos de inundação no megaleque do rio Taquari, Pantanal Mato-grossense.
Autores:  SILVA, E. R. dos S. da
SILVA, A.
SILVA, B. L. de P.
BERGIER, I.
MCGLUE, M. M.
Data:  2018-11-13
Ano:  2018
Palavras-chave:  Rio Taquari
Megaleque aluvial
Geoprocessamento
Resumo:  O Pantanal é uma bacia sedimentar tectonicamente ativa, formada durante a reativação tectônica responsável pela orogênese andina durante o Pleistoceno. O preenchimento da bacia é constituído por um complexo trato deposicional, coexistindo sistemas de leques aluviais, planícies fluviais e sistemas lacustres, principalmente no oeste da bacia. O leques aluviais representam uma das feições geomorfológicas mais notáveis do Pantanal, principalmente o megaleque do rio Taquari, formado durante o clima semi-árido no final do Pleistoceno. Neste megaleque, processos sedimentares atuais, estão gradativamente modificando as paisagens herdadas do Pleistoceno, e modificações no canal do rio Taquari tem sido significativas, palco de espetaculares transformações nas últimas duas décadas, numa dinâmica sedimentar em parte acelerada pela ação antrópica. Assim, o Taquari, outrora importante via navegável no Pantanal, é hoje pouco profundo com muitas barras centrais e de pontais. Processos de rompimento de diques marginais (crevasse), popularmente conhecidos como arrombados, e avulsão tornaram-se frequentes, causando mudanças no posicionamento do lobo distributário e inundações permanentes de áreas antes raramente inundáveis, impactando e gerando perplexidade em ribeirinhos e pecuaristas locais. Assim, o presente trabalho objetiva mapear os processos de inundação no lobo distributário do rio Taquari entre 1996 e 2017, decorrente de avulsão a partir do arrombado do Caronal. Para tal foram utilizadas técnicas de geoprocessamento para realização de mapeamento do uso e ocupação da Terra, procurando quantificar as áreas inundadas em 1996 e 2017. Percebeu-se a mudança do lobo distributário a partir do arrombado do Caronal, inundando permanentemente áreas anteriormente ocupadas com a pastagens e vegetação campestre.

bitstream/item/185910/1/p124.pdf
Tipo:  Artigo em anais de congresso (ALICE)
Idioma:  Português
Identificador:  60261

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1099263
Editor:  In: SIMPÓSIO DE GEOTECNOLOGIAS NO PANTANAL, 7., 2018. Jardim. Anais... São José dos Campos: INPE, 2018.
Relação:  Embrapa Pantanal - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Formato:  p. 859-869
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional