Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Emergência e crescimento inicial de cultivares de Urochloa em diferentes profundidades de semeadura
Autores:  IKEDA, F. S.
VICTORIA FILHO, R.
VILELA, L.
MARCHI, G.
CAVALIERI, S. D.
SILVA, A. A.
Data:  2014-02-03
Ano:  2013
Palavras-chave:  Brachiaria Brizantha
Brachiaria Decumbens
Braquiarão
Capim-Braquiária
Capim-Piatã
Palisade Grass
Signal Grass
Piatã Grass
Resumo:  Considerando a possibilidade de atrasar o crescimento inicial de gramíneas forrageiras por meio de semeaduras em maior profundidade, de forma a proporcionar vantagem competitiva à cultura de grãos em sistemas consorciados, foram avaliados a emergência e o crescimento de cultivares de Urochloa spp. em diferentes profundidades de semeadura. O experimento foi conduzido em casa de vegetação com U. brizantha cv. Marandu e cv. Piatã e U. decumbens cv. Basilisk, semeadas nas profundidades de 0, 3, 6, 9 e 12 cm. Observou-se comportamento semelhante entre os cultivares de U. brizantha quanto à porcentagem e velocidade de emergência, à altura e à massa de matéria seca de plantas aos 28 dias após a semeadura (DAS); entretanto, esses resultados diferiram dos de U. decumbens, à exceção da altura de U. brizantha cv. Piatã. As variáveis avaliadas, para todos os cultivares, tenderam à redução em profundidades maiores que 6 cm. O atraso na emergência a 0 cm, para todos os cultivares de Urochloa, não resultou em redução na altura e massa de matéria seca das plantas. The emergence and growth of Urochloa spp. at different sowing depths was evaluated, considering the possibility of delaying the initial growth of forage grass by sowing it deeper to provide competitive advantage to the grain culture in crop-pasture association systems. The experiment was conducted in a greenhouse with U. brizantha cv. Marandu and cv. Piatã and U. decumbens cv. Basilisk, and sowing depths of 0, 3, 6, 9, and 12cm. Similar behavior between U. brizantha cultivars was observed for daily emerged seedlings, emergence percentage, height and dry matter of plants at 28 days after sowing (DAS); however, these results differed from those obtained for U. decumbens, except for the height of U. brizantha cv. Piatã. The evaluated variables, for all cultivars, tended to be reduced when sown deeper than 6 cm. The delay in emergence at 0 cm without reduction, for all cultivars of Urochloa, did not result in reduced height and dry matter weight.

2013
Tipo:  Artigo em periódico indexado (ALICE)
Idioma:  Português
Identificador:  0100-8358

132

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/978378

http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/96303/1/cpamt-ikeda-0100-8358-2013.pdf

http://dx.doi.org/10.1590/S0100-83582013000100008
Editor:  Planta daninha, Viçosa, v. 31, n. 1, p. 71-78, Mar. 2013
Relação:  Embrapa Agrossilvipastoril - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Formato:  71-78
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional