Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Impacto da soja Bt sobre a biologia de Spodoptera eridania (Lepidoptera: noctuidae).
Autores:  SILVA, G. V.
BUENO, A. F.
BORTOLOTTO, O. C.
POMARI, A. F.
BARBOSA, G. C.
FRUGERI, A. P.
Data:  2012-11-23
Ano:  2012
Palavras-chave:  Lagarta.
Resumo:  O cultivo de soja Bt é uma alternativa promissora no controle da lagarta-da-soja, porém, faltam estudos sobre os possíveis impactos dessa tecnologia em artrópodes não-alvo. Assim, esse trabalho objetivou avaliar o impacto da soja Bt sobre a biologia de Spodoptera eridania (Lepidoptera: Noctuidae). O experimento foi realizado na Embrapa Soja, em condições controladas de laboratório (temperatura de 25°C, umidade relativa de 60% e fotofase de 14 horas). As lagartas neonatas foram individualizadas em potes parafinados, onde foram ofertadas as folhas de soja durante todo estádio larval da praga. Os tratamentos (soja Bt e soja não Bt) tiveram quatro repetições de 20 indivíduos. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualisado. A avaliação da fase larval ocorreu diariamente. Na fase de pupa, os espécimes foram pesados (g) e, posteriormente, separados por sexo. Após a emergência dos adultos, avaliou-se a longevidade, fecundidade e viabiliadade dos ovos. Os dados foram submetidos à análise da variância com uso do teste de Tukey a 5% de probabilidade. Verificou-se que a duração (dias) da fase larval em soja Bt foi menor (21,32a) do que em soja convencional (23,16b). A duração da fase de pupa, assim como o peso de pupa e a razão sexual não diferiram entre os tratamentos. Foi verificado que a longevidade de machos foi superior em soja Bt (15,55a) em relação à soja convencional (12,55b). Entretanto, a longevidade de fêmeas, assim como a fecundidade e viabilidade dos ovos não diferiu entre os tratamentos. Esses resultados indicam que, de forma geral, a biologia da praga não é afetada pela soja Bt. Entretanto, sugere-se que a redução da fase larval de S. eridania em soja Bt poderá resultar em um maior número de gerações da praga nas lavouras e, quando em elevadas populações, poderão ser mais daninhas à cultura.
Tipo:  Separatas
Idioma:  Português
Identificador:  In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENTOMOLOGIA, 24., 2012, Curitiba. SEB-40 anos de avanços da Ciência Entomológica Brasileira: anais. [Curitiba]: SEB, 2012.

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/940390
Direitos:  openAccess
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional