Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Infoteca-e
País:  Brazil
Título:  COLETA de amostras de solo para avaliação da fertilidade - programa 40. Programa Prosa Rural.
Data:  2019-01-02
Ano:  2007
Palavras-chave:  Fertilidade do Solo
Resumo:  primeiro passo para o agricultor rural conseguir boa colheita é preparar o terreno onde vai estabelecer o seu plantio. Para saber se a terra corresponderá às suas expectativas, é recomendável que faça, antes do plantio, uma análise química do solo para saber se precisará de corretivos (calagem) e adubação (fertilizantes) que vão contribuir para o desenvolvimento da plantação. De acordo com o pesquisador da Embrapa Amazônia Ocidental, Paulo César Teixeira, que participa do programa, a análise química é uma importante ferramenta para o agricultor, pois permite diagnosticar a fertilidade do solo e, a partir dos resultados, fazer recomendações de adubação e calagem. Ao fazer a calagem empregando a dose certa de corretivo, assim como aplicando a quantidade de fertilizantes (nutrientes) exigido pela cultura, o agricultor terá uma possibilidade maior de obter o esperado e merecido lucro pelo seu esforço. "A amostra de solos é um dos passos mais importantes dentro de um programa de adubação. A partir do resultado, a assistência técnica fará as recomendações de correção de calagem e adubação das culturas a serem implantadas ou já instaladas". A coleta dos solos poderá ser feita em qualquer época do ano, porem, é recomendado que as amostras sejam retiradas no mínimo 60 dias antes da calagem. Também é preferível que a coleta seja realizada no inicio da estação seca para as culturas anuais e, para as perenes, após a colheita. O primeiro passo para se obter a amostra é a escolha da área a ser examinada. Deve-se fazer a divisão da propriedade ou áreas não somente em função do tamanho, mas sim em áreas com características semelhantes, ou seja, quanto a cor, topografia (baixada ou encosta), condições de drenagem, textura (argilosa ou arenosa), vegetação e adubação e calagem feitas em anos anteriores. Em áreas com culturas perenes, deve-se também estratificar a área em função da espécie cultivada, idade das plantas, do sistema de produção e da produtividade. As áreas escolhidas deverão ser percorridas em zig zag de forma aleatória. Definidos os pontos de amostragem, deve-se limpar o local retirando capim, pedras, sujeira. Recomenda-se evitar locais onde houve queima de restos culturais ou tocos, presença de formigueiros ou cupinzeiros, depósito de adubos, local de deposição de fezes e cochos ou saleiros em pastagens. As amostras devem ser retiradas na profundidade de 0 a 20 centímetros de profundidade com o auxílio de um enxadão. Deve-se tomar o cuidado de se retirar sempre a mesma quantidade de solo de cada ponto amostrado para dar maior representatividade à amostra. Em cada área homogênea selecionada devem ser coletas de 15 a 20 amostras simples que podem ser colocadas em um balde limpo. Deve-se quebrar os torrões dentro do balde e retirar pedras e pedaços de madeira ou outros resíduos e misturar bem formando uma amostra composta. Desta, devem ser retirados aproximadamente 250 g para envio ao laboratório. As amostras compostas devem ser acondicionadas em sacos plásticos e enviadas ao laboratório contendo as seguintes informações: nome do solicitante e da propriedade, endereço, número da amostra, data da coleta, profundidade, local de coleta, cultura existente e a ser plantada na área, tipo de relevo. A amostragem pode ser realizada em intervalos de um a quatro anos, podendo ser variável em função do manejo adotado. Alguns cuidados devem ser tomados como a limpeza total dos equipamentos utilizados na coleta; não misturar amostras simples coletadas em diferentes camadas do solo; no caso de coletar amostras em várias profundidades, utilizar um balde ou saco plástico para receber as amostras simples de cada camada; não enviar amostras para o laboratório em recipientes ou embalagens já usados; reforçar bem a embalagem para envio ao laboratório.

bitstream/item/189566/1/PGM-40-N-COLETA-DE-AMOSTRAS-DE-SOLO-PARA-AVALIACAO-DA-FERTILIDADE-1.mp3

Programa de rádio. Região Norte.
Tipo:  Prosa Rural (INFOTECA-E)
Idioma:  Português
Identificador:  37261

http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1102746
Editor:  Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2007.
Relação:  Embrapa Amazônia Ocidental - Prosa Rural (INFOTECA-E)
Formato:  1 CD-ROM.
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional