Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Infoteca-e
País:  Brazil
Título:  Infectividade da cigarrinha Daubulus maidis com fitoplasma e espiroplasma em milho em diferentes épocas do ano.
Autores:  SOUSA, S. M. de
OLIVEIRA, E. de
BARROS, B. de A.
ABREU, M. G. de
HIPÓLITO, L. P. T.
Data:  2015-09-23
Ano:  2015
Palavras-chave:  Molicute
Doença de planta
Zea mays
Enfezamento
Praga de planta
Resumo:  O milho é o principal cereal cultivado no mundo e é cultivado no Brasil durante todo o ano em vários estados. O enfezamento pálido e o enfezamento vermelho são doenças causadas pelos molicutes Spiroplasma kukelii e um fitoplasma, respectivamente, e são um dos fatores que podem reduzir a produtividade do milho. Os agentes causais dessas doenças são transmitidos pela cigarrinha Dalbulus maidis, que se alimenta e se reproduz apenas no milho. O conhecimento sobre a transmissão e a predominância de cada um dos molicutes pode ajudar na implementação de soluções para reduzir seu impacto na agricultura através de manejo adequado. O objetivo desse trabalho foi avaliar a infectividade natural da cigarrinha D. maidis com molicutes, em diferentes épocas do ano. Para isso, foram coletadas 100 cigarrinhas D. maidis em três épocas diferentes do ano. Cada inseto foi confinado individualmente com a planta de milho para alimentação e transmissão de fitoplasma e/ou espiroplasma por 4 dias, e, após esse período, as cigarrinhas foram recapturadas e analisadas quanto à presença do patógeno, por PCR (reação em cadeia da polimerase). As plantas foram cultivadas até o final do ciclo para avaliação quanto à manifestação de sintomas dos enfezamentos causados pelos molicutes, e a confirmação da presença desses patógenos na planta também foi determinada por PCR. Em todas as coletas, foram observadas baixa frequência de cigarrinhas portadoras de molicutes e frequência ainda menor de plantas infectadas e sintomáticas. A análise das cigarrinhas recuperadas das plantas de milho, por teste de PCR, mostrou flutuação na predominância de cada um dos molicutes dentro das três coletas. Os resultados obtidos permitem considerar que a incidência de enfezamentos no milho é menor do que a população de cigarrinhas infectantes com os molicutes.

2015
Tipo:  Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Idioma:  Português
Identificador:  26672

http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1024834

http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/130296/1/bol-120.pdf
Editor:  Sete Lagoas: Embrapa Milho e Sorgo, 2015.
Relação:  Embrapa Milho e Sorgo - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
(Embrapa Milho e Sorgo. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 120).
Formato:  19 p.
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional