Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  UnB - FAB
País:  Brazil
Título:  Reação de progênies de maracujazeiro-azedo ao vírus do endurecimento do fruto (Cowpea aphid-borne mosaic virus - CABMV) em casa de vegetação
Reaction of passion fruit progenies to Cowpea aphid-borne mosaic virus (CABMV) under greenhouse conditions
Autores:  Leão, Rafaela Mariana Kososki
Peixoto, José Ricardo
Junqueira, Nilton Tadeu Vilela
Resende, Renato de Oliveira
Mattos, Jean Kleber de Abreu
Melo, Berildo de
Data:  2011-01-24
Ano:  2006
Palavras-chave:  Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deneger
Maracujazeiro-azedo
Plantas - resistência à doenças e pragas
Maracujá - doenças e pragas
Seleção de plantas - melhoramento genético
Resumo:  Apesar da grande importância econômica e da rusticidade do maracujazeiro azedo, tal cultura vem enfrentando vários problemas fitossanitários, entre os quais o vírus do endurecimento do fruto (Cowpea aphidborne mosaic vírus - CABMV). O trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar-se a reação de 63 progênies de maracujazeiro azedo ao vírus do endurecimento do fruto (CABMV) e selecionar plantas resistentes, em casa de vegetação da Universidade de Brasília. Foi utilizado o delineamento de blocos casualizados, com 63 tratamentos e quatro repetições. Procedeu-se a inoculação mecânica do vírus, com o extrato de material foliar sintomático macerado em solução tampão fosfato de sódio e o abrasivo celite, em mudas com 40 dias de idade. A avaliação dos sintomas foi feita aos 30 dias após a inoculação, utilizando-se uma escala de notas de 1 a 3, onde 1 significou uma planta resistente, 2 uma planta medianamente resistente e 3 uma planta suscetível. As progênies mais resistentes foram MAR 20-54 e MAR 20-55, e as mais suscetíveis foram MAR 20-02, MAR 20-03, MAR 20-04, MAR 20-14, MAR 20-20, MAR 20-25, MAR 20-30, MAR 20-37 e Porto Rico. Foram selecionadas as plantas resistentes, para posterior inoculação e seleção, dando-se continuidade ao programa de melhoramento genético. _____________________________________________________________________________________ ABSTRACT

In spite of the passionfruit great economic importance and rusticity, such culture has faced several disease related problems, one of which is the Cowpea aphid-borne mosaic virus (CABMV). The present study objective was to evaluate the reaction of 63 passionfruit progenies to the Cowpea aphid-borne mosaic virus (CABMV) and select the resistant ones, under greenhouse conditions of the University of Brasília. The design was randomized blocks, 63 treatments (progenies) and four replications. Thirty-day-old seedlings were mechanically inoculated with the extract of foliate symptomatic material which was macerated in a sodium phosphate solution with the abrasive celite. The symptoms evaluation was made 30 days after inoculation. According to the symptoms, plants were graded on a scale of 1 to 3, where 1 for resistant plant, 2 for medial resistant plant and 3 for suscetible plant. The most resistant progenies were MAR 20-54, MAR 20-55 and most susceptible progenies were MAR 20-02, MAR 20-03, MAR 20-04, MAR 20-14, MAR 20-20, MAR 20-25, MAR 20-30, MAR 20-37 and Porto Rico. The progenies with the highest level of resistance were chosen for future inoculation and for future selection, continuing genetic improvement program.
Tipo:  Article
Idioma:  Português
Identificador:  LEÃO, Rafaela Mariana Kososki et al. Reação de progênies de maracujazeiro-azedo ao vírus do endurecimento do fruto (Cowpea aphid-borne mosaic virus - CABMV) em casa de vegetação. Bioscience journal, Uberlândia, v. 22, n. 2, p. 87-92, maio/ago. 2006. Disponível em: <http://www.seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/viewFile/6720/4431>. Acesso em: 20 jan. 2011.

http://hdl.handle.net/10482/6560
Direitos:  Open Access
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional