Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Sci. Agrar.Paran. / SAP
País:  Brazil
Título:  Influência de renques de mogno africano nos atributos físicos e teor de carbono orgânico de um latossolo amarelo
Autores:  Arystides Resende Silva; Embrapa Amazônia Oriental
Agust Sales; Universidade Estado do Pará
Carlos Alberto Costa Veloso; Embrapa Amazônia Oriental
Data:  2016-10-05
Ano:  2016
Palavras-chave:  Khaya ivorensis
Porosidade do solo
Sistemas integrados.
Resumo:  Objetivou-se avaliar o efeito de renques de mogno africano (Khaya ivorensis) e diferentes sistemas de manejo nos atributos físicos e carbono orgânico de um LATOSSOLO AMARELO. Os tratamentos avaliados foram: sistema integração Lavoura-Pecuária-Floresta (iLPF) aos dois anos de cultivo, sendo amostrado em duas distâncias, a 2,5 m do renque florestal (iLPF2,5) e a 10 m (iLPF10), em Monocultivo Florestal com mogno africano (MF) com dois anos de cultivo, sistema Santa Fé (SSF) e Mata Natural como testemunha (MN) em quatro profundidades de solo. Os atributos do solo avaliados foram carbono orgânico, densidade do solo, porosidade total, macroporosidade e microporosidade. Os maiores teores de carbono orgânico do solo foram encontrados na camada superficial do solo, com redução progressiva em profundidade. Os tratamentos iLPF2,5, iLPF10 e SSF apresentaram melhores condições físicas de densidade e porosidade do solo do que o MF quando comparados à MN. Houve diferença de macroporosidade somente nas camadas 0-10 cm, tendo o MF o menor valor, e 30-50 cm, com o maior valor apresentado pelo iLPF2,5. Na microporosidade, houve diferença somente na profundidade 20-30 cm, sendo os maiores valores na MN, SSF e iLPF10. Os renques de mogno africano no sistema iLPF melhoraram os atributos físicos do solo em profundidade. O sistema iLPF e o SSF melhoraram as condições de densidade e porosidade do solo e teores de carbono orgânico do solo. O MF promoveu acúmulo de carbono orgânico, porém, provocou impacto negativo à densidade e à porosidade do solo.
Tipo:  Artigo Avaliado por Pares
Idioma:  Português
Identificador:  http://e-revista.unioeste.br/index.php/scientiaagraria/article/view/12211
Editor:  Scientia Agraria Paranaensis
Formato:  application/pdf
Fonte:  Scientia Agraria Paranaensis; VOL.15, NO 3 (2016); 291-297
Direitos:  Por meio deste instrumento, em meu nome — e em nome dos demais autores porventura existentes — cedo os direitos autorais do referido artigo à UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ, e declaro estar ciente de que a não-observância deste compromisso submeterá o infrator a sanções e penas previstas na Lei de Proteção de Direitos Autorais (no. 9609 e 19/02/98).
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional