Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Sci. Agrar.Paran. / SAP
País:  Brazil
Título:  Fitossociologia de plantas daninhas em LATOSSOLO cultivado com diferentes cereais, manejados em integração lavoura pecuária
Autores:  Piano, Jeferson Tiago
da Costa, Poliana Ferreira
Taffarel, Loreno Egídio
de Oliveira, Paulo Sérgio Rabello
Data:  2014-03-13
Ano:  2014
Palavras-chave:  Manejo
Fitossociologia
Cereais de inverno
Resumo:  This research aimed to identify the floristic composition of weed communities present in the agricultural area, cultivated with winter cereals and managed under integrated crop livestock. The study was conducted in the experimental area of the Western Paraná State University, Campus Marechal Cândido Rondon, in EUTRUSTOX Eutrophic, with a randomized block design in bands, with four replications. The treatments consisted of three different winter cereals (oats IPR 126, triticale IPR 111 and wheat BRS Tarumã) with different managements: ungrazed, one grazing and two grazings. The grazing was done in two days, until the residual height of 15 cm of each forage, using Holstein cows. The phytosociological survey was conducted in each  plot 20 days after harvest of winter cereals. For characterization and phytosociological study of weed community was used as the sampling instrument, a square (0.50 x 0.50 m), released randomly within each parcel. Weeds were identified and quantified to determine the following characteristics: density, frequency, abundance, relative density, relative frequency, relative abundance and importance value index (IVI). In area, were identified 11 families and 16 species, highlighting the Poaceae and Asteraceae. The Commelina benghalensis (Commelinaceae) was the species with the highest IVI (62.67%), followed by Digitaria horizontalis (Poaceae) and Brachiaria plantaginea (Poaceae) with 58.28 and 55.50%, respectively. The different culturesand handlings did not influence the invasive species in the area.

O presente trabalho de pesquisa teve como objetivo identificar a composição florística de comunidades de plantas daninhas presentes em área agrícola, cultivada com diferentes cereais de inverno e manejados sob sistema de integração lavoura pecuária. O trabalho foi desenvolvido em área experimental da Universidade Estadual do Oeste Paraná - Campus Marechal Cândido Rondon, em LATOSSOLO VERMELHO Eutrófico (LVe), com delineamento de blocos casualizados em esquema de faixas, com quatro repetições. Os tratamentos foram constituídos de três diferentes cereais de inverno (aveia IPR 126, triticale IPR 111 e trigo BRS Tarumã) com diferentes manejos: sem pastejo; um pastejo e dois pastejos. O pastejo foi realizado em dois dias, até atingir a altura residual de 15 cm de cada forrageira, utilizando-se vacas da raça holandesa. O levantamento fitossociológico foi realizado em cada parcela, 20 dias após a colheita dos cereais de inverno. Para caracterização e estudo fitossociológico da comunidade infestante foi utilizado, como unidade amostral, um quadro vazado (0,50 x 0,50 m), lançado aleatoriamente dentro de cada parcela (método do quadrado inventário). As plantas daninhas foram identificadas e quantificadas, para determinação das seguintes características: densidade; frequência; abundância; densidade relativa; frequência relativa; abundância relativa e o índice de valor de importância (IVI). Na área, foram identificadas 11 famílias e 16 espécies, destacando-se as famílias Poaceae e Asteraceae. Commelina benghalensis (Commelinaceae) foi a espécie com o maior IVI (62,67%), seguida por Digitaria horizontalis (Poaceae) e Brachiaria plantaginea (Poaceae) com 58,28 e 55,50%, respectivamente. As diferentes culturas e os manejos não influenciaram as espécies invasoras na área.
Tipo:  Info:eu-repo/semantics/article
Idioma:  Português
Identificador:  http://e-revista.unioeste.br/index.php/scientiaagraria/article/view/9559

10.1818/sap.v12i0.9559
Editor:  Scientia Agraria Paranaensis
Relação:  http://e-revista.unioeste.br/index.php/scientiaagraria/article/view/9559/7013
Formato:  application/pdf
Fonte:  Scientia Agraria Paranaensis; Vol. 12 - Suplemento (2013); 359-367

1983-1471
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional