Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  45
País:  Brazil
Título:  Uso da técnica de swim-up para a remoção do Vírus da Artrite Encefalite Caprina do sêmen de reprodutores infectados
Autores:  Ávila,A.A.
Síder,L.H.
Veras,A.K.A.
Pinheiro,R.R.
Oliveira,M.L.M.
Silva,P.A.F.
Sousa,S.D.
Andrioli,A.
Data:  2015-02-01
Ano:  2015
Palavras-chave:  Lavagem seminal
Caprino
CAEV
PCRn
RT-nestedPCR
Resumo:  Neste estudo, 67 ejaculados foram avaliados, antes e depois da técnica de swim-up,em relação à qualidade seminal e à presença do CAEV. Das 67 amostras testadas por PCRn, antes do swim-up,47 (70,15%) foram positivas para o DNA pró-viral. No entanto, quatro amostras adicionais foram positivas ao RT-nested PCR após o swim-up, o que permite dizer que, pelo menos, 76,12% (51/67) delas estavam infectadas antes da lavagem. Todavia, em 23,88% (16/67) das amostras não foi detectada a presença do CAEV. Após a aplicação da técnica de swim-up, constatou-se, pela PCRn e RT-nested PCR, que houve uma redução significativa (χ²= 9,078; p<0,001) da presença do CAEV nas amostras seminais, pois 28 de 51 amostras positivas resultaram livres do vírus (54,90%), tanto para DNA pró-viral quanto para o vírus livre. Em relação à motilidade individual progressiva (MIP) e vigor espermático obtidos antes e depois da técnica de swim-up,observou-se uma diminuição significativa em suas médias, sendo o MIP de 86,42% para 71,49%, já o vigor espermático de 4,16 para 3,93. Conclui-se que a eliminação do CAEV no sêmen é de caráter intermitente, e que a associação da PCRn e RT-nested PCR é uma opção segura para a certificação sanitária individual das amostras seminais quanto à presença ou ausência do CAEV. Finalmente, a técnica de swim-uppromove uma redução na infectividade de amostras de sêmen contaminadas, e, além disso, é possível promover a recuperação de espermatozoides viáveis.
Tipo:  Info:eu-repo/semantics/article
Idioma:  Português
Identificador:  http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352015000100094
Editor:  Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
Relação:  10.1590/1678-7072
Formato:  text/html
Fonte:  Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia v.67 n.1 2015
Direitos:  info:eu-repo/semantics/openAccess
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional