Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Bragantia
País:  Brazil
Título:  Experiências de adubação do amendoim em campos da região de Botucatu
Autores:  Rocha,José Luiz V.
Tella,Romeu de
Canecchio Filho,V.
Freire,E. S.
Data:  1965-01-01
Ano:  1965
Resumo:  Para estudar a viabilidade da cultura do amendoim nos campos limpos e campos cerrados da região de Botucatu (SP), instalaram-se, em 1960-61, áreas de observação nas glebas Estrada (solo argilo-arenoso) e Rincão (solo arenoso) da fazenda Morrinhos. A área utilizada em cada gleba foi dividida em parcelas, que receberam os seguintes tratamentos: a) sem adubo; b) 2 t/ha de calcário; c) 30-60-30 kg/ha de N-P2O5-K2O; d) calcário + NPK. Em 1961-62, as parcelas diversamente tratadas no ano anterior foram subdivididas para a aplicação, ou não, de novas doses de calcário e de NPK (com diferentes níveis de cada elemento), bem como de uma mistura de micronutrientes. Em 1960-61, as respostas a NPK foram elevadas nas duas glebas, mas o efeito imediato da calagem só foi satisfatório na gleba Estrada. Todavia, os efeitos residuais da calagem e da adubação, observados em 1961-62, foram grandes nas duas glebas. Nesse ano, os resultados obtidos nos canteiros que não receberam calcário ou NPK no ano anterior, mostraram que a calagem e a adubação fosfatada foram os principais fatores do aumento de produção. Para evidenciar a pobreza dos solos estudados e a facilidade com que pôde ser corrigida, basta dizer que, na gleba Estrada, a produção de vagens, de 476 kg/ha nos canteiros que ficaram sempre sem calcário e sem adubo, elevou-se a 1.655 kg/ha, naqueles que só tinham resíduos de calcário e NPK aplicados no ano anterior, e atingiu 2.096 kg/lia, naqueles que receberam, sôbre êsses resíduos, nova adubação com 30-45-30 kg/ha de N-P2O5_K2O. Na gleba Rincão, a produção foi de apenas 333 kg/ha, nos canteiros sem qualquer tratamento, mas alcançou 2.065 e 2.224 kg/ha, respectivamente, nos que só tinham os citados resíduos e nos readubados com NPK. A influência do calcário e da adubação com NPK sôbre a qualidade das vagens também foi muito grande. Enquanto a proporção de sementes nas vagens variou, nas duas glelias, entre 70 e 73% nos tratamentos que receberam calcário + NPK, nos canteiros sem corretivo e sem adubo da gleba Estrada baixou a 34% e, nos da gleba Rincão, a tão somente 10% . Os fatôres mencionados contribuiram, ainda, para aumentar o teor de óleo nas sementes.
Tipo:  Info:eu-repo/semantics/article
Idioma:  Português
Identificador:  http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051965000100023
Editor:  Instituto Agronômico de Campinas
Relação:  10.1590/S0006-87051965000100023
Formato:  text/html
Fonte:  Bragantia v.24 n.unico 1965
Direitos:  info:eu-repo/semantics/openAccess
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional