Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  75
País:  Brazil
Título:  Conservação de cenouras 'Brasília' tratadas com cera
Autores:  Caron,Vanessa Cristina
Jacomino,Angelo Pedro
Kluge,Ricardo Alfredo
Data:  2003-12-01
Ano:  2003
Palavras-chave:  Daucus carota L.
Pós-colheita
Pressão de turgescência
Podridão
Murchamento
Resumo:  Avaliou-se o efeito de diferentes tipos de cera sobre a conservação pós-colheita de cenoura (Daucus carota L.) cv Brasília: Citrosol A, Citrosol M, Citrosol AK, Citrosol Papaya, Bentevi sem diluição, Bentevi com diluição 1:3 em água, Bentevi com diluição 1:6, Fruit Wax sem diluição, Fruit Wax com diluição 1:3, Fruit Wax com diluição 1:6, Stafresh, Megh Wax sem diluição, Megh Wax com diluição 1:3 e Megh Wax com diluição 1:6. Cenouras sem cera serviram de controle. Após os tratamentos, as raízes foram colocadas em condições ambientais, em temperatura de 26ºC e umidade relativa de 70%. Foram determinadas a perda de matéria fresca, a pressão de turgescência (método da aplanação), a incidência de podridão e a aparência após dois, quatro, seis e oito dias de conservação. O delineamento experimental foi inteiramente casualisado com quinze tratamentos e quatro repetições, sendo cada parcela constituída de dez raízes. Citrosol A, M e AK provocaram 100% de podridão aos 2 dias de armazenamento. Até o 8º dia, os menores percentuais de podridão foram observados em cenouras tratadas com Stafresh (7,5%) e Bentevi 1:3 (8,75%). A perda de matéria fresca foi alta durante o experimento, sendo que apenas Stafresh e Bentevi pura promoveram alguma proteção contra esta perda. A elevada desidratação promoveu baixos valores de pressão de turgescência em todos os tratamentos, exceto para Stafresh, onde foram verificados maiores valores de pressão de turgescência até o sexto dia. Apenas StaFresh manteve a qualidade das raízes até 8 dias a 26ºC. Para as demais ceras não foram observados benefícios na conservação das raízes, considerando as poucas diferenças significativas em relação ao controle.
Tipo:  Info:eu-repo/semantics/article
Idioma:  Português
Identificador:  http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-05362003000400003
Editor:  Associação Brasileira de Horticultura
Relação:  10.1590/S0102-05362003000400003
Formato:  text/html
Fonte:  Horticultura Brasileira v.21 n.4 2003
Direitos:  info:eu-repo/semantics/openAccess
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional