Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 6
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Placa bacteriana dentária em cães Ciência Rural
Eurides,Duvaldo; Gonçalves,Gentil Ferreira; Mazzanti,Alexandre; Buso,Antônio Mário.
Com objetivo de avaliar a incidência de placa bacteriana dentária, foram utilizados 30 cães, sem raça definida, distribuídos em três grupos iguais, de acordo com a faixa etária, sendo o grupo I de 0 a 2 anos, o grupo II de 3 a 5 anos e o grupo III acima de 6 anos. Os animais foram submetidos a anestesia geral e sobre os dentes foi aplicado cloreto de metilrosanilina, para evidenciar acúmulos bacterianos. As placas encontravam-se distribuídas em 80,99% no grupo I, 71,45% no grupo II e 83,96% no grupo III. Os grupos dentários foram considerados separadamente, apresentando índices de 64,84% nos dentes incisivos, 84,80% nos caninos, 87,23% nos pré-molares e 78,34% nos molares. Nos três grupos de cães observou-se índices semelhantes de placa bacteriana nos...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Dente; Placa bacteriana.
Ano: 1996 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84781996000300013
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Biometria ultra-sonográfica bidimensional em tempo real do globo ocular de cães Ciência Rural
Gonçalves,Gentil Ferreira; Pippi,Ney Luis; Raiser,Alceu Gaspar; Mazzanti,Alexandre; Oliveira,Simone Tostes de; Neves,Jairo Pereira; Leotte,Alessandro de Moraes; Hintz,Christian Wilke.
Para realizar a biometria ultra-sonográfica em tempo real, foram utilizados 60 globos oculares de 30 cães oftalmologicamente sadios, com o objetivo de se obter medidas das distâncias no interior do globo ocular. Essas foram tomadas de imagens de cortes sagitais obtidas com os animais posicionados em decúbito esternal, contidos manualmente, e com a aplicação de colírio anestésico. Empregou-se transdutor setorial mecânico de 7,5 MHz sem almofada de recuo. As médias das medidas obtidas foram; para D1- distância entre a córnea e a cápsula anterior da lente 3,9 ± 0,7mm, D2- espessura da lente 6,1 ± 1,2mm, D3 diâmetro da lente 10.5 ± 1,0mm, D4- profundidade da câmara vítrea 9,1 ± 0,4mm e D5 distância córnea/retina 18,8 ± 0,9mm. Foi observada diferença...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Oftalmologia; Ultra-sonografia; Cães.
Ano: 2000 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782000000300007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
MÚSCULO DIAFRAGMA HOMÓLOGO CONSERVADO EM SOLUÇÃO SUPERSATURADA DE AÇÚCAR PARA REPARAÇÃO DE GRANDE DEFEITO NO DIAFRAGMA DE CÃO Ciência Rural
Mazzanti,Alexandre; Pippi,Ney Luis; Raiser,Alceu Gaspar; Graça,Dominguita Lühers; Silveira,Aron Ferreira da; Faria,Renato Xavier; Alves,Aline Souza; Gonçalves,Gentil Ferreira; Stedile,Rafael; Braga,Fabrício Arigony.
O comportamento cicatricial de um segmento muscular homólogo, conservado em solução supersaturada de açúcar a 300%, foi pesquisado no músculo diafragma de cão. Foram utilizados nove cães, adultos, três machos, sem raça definida com peso variando de 10,4 a 21,0kg, separados em três grupos de igual número denominados de I, II e III. Foi criado um defeito no hemidiafragma direito na porção muscular de dimensões 9,0 x 6,0cm, através de toracotomia no 10º espaço intercostal direito para fixação do implante muscular com fio poliglactina 910 3-0, por meio de pontos de Wolff com sobreposição de bordas. Os cães foram observados por um período de 30 dias (grupo I), 75 dias (grupo II) e 120 dias (grupo III) de pós-operatório, quando foram reoperados para observação...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Implante; Músculo; Açúcar; Cirurgia; Cão.
Ano: 2001 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782001000200014
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Reparação do ligamento cruzado cranial de cães por tendão homólogo conservado em glicerina e associado a fio de náilon Ciência Rural
Oliveira,Simone Tostes de; Raiser,Alceu Gaspar; Guedes,Alonso Gabriel Pereira; Alves,Simone Dias de Lima; Gonçalves,Gentil Ferreira; Mazzanti,Alexandre; Beletti,Marcelo Emílio; Stedile,Rafael; Marin,Aline; Silva,Tatiana Rezende da.
A ruptura do ligamento cruzado cranial (LCC) é uma das patologias de maior prevalência no joelho de cães e sua correção é um problema atual. Após a ruptura experimental do LCC, em cães, implantou-se o tendão do músculo extensor longo dos dedos, homólogo, conservado em glicerina a 98%, associado ao fio de mononáilon, utilizando-se técnica intra-articular. Foram utilizados 18 cães com peso médio de 16,5kg, adultos, separados em três grupos (A, B e C) e avaliados por 45, 80 e 120 dias de pós-operatório, respectivamente. Foi realizada avaliação clínica, radiográfica, macroscópica e histológica. A técnica demonstrou-se eficiente para o retorno funcional do membro promovendo estabilidade articular, apesar de o implante biológico ter sido reabsorvido na maioria...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Implante; Cirurgia; Joelho; Ortopedia.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782003000400021
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Vascularização arterial dos cornos uterinos em gatas gestantes sem raça definida (Felis catus Linnaeus, 1758) Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci.
Silva,Rosana Marques; Miglino,Maria Angélica; Santos,Tatiana Carlesso dos; Gonçalves,Gentil Ferreira; Custódio,Amaury Teixeira.
Utilizaram-se 24 gatas gestantes, sem raça definida, doadas para o estudo da vascularização arterial dos cornos uterinos. Em 20 animais, com o intervalo gestacional entre 7 e 9 semanas, a aorta abdominal foi injetada com Látex-Neoprene 650 corado, associado ao Sulfato de Bário 1004. Os animais foram então radiografados, fixados em solução aquosa de formol 10% e dissecados para estudo da distribuição dos vasos arteriais destinados às regiões paraplacentárias e de cintas placentárias. Em 4 animais realizou-se o exame por Ecografia Power Doppler, onde se observou que nas regiões das cintas placentárias o índice de resistência dos vasos apresenta-se menor do que o encontrado ao longo da artéria uterina. Em todas as observações, a artéria uterina é o principal...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Artéria uterina; Cornos uterinos; Útero; Vascularização.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-95962004000100008
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Degranulação de neutrófilos ex-vivo por ação do polímero de amido de mandioca Ciência Rural
Cristovam,Marcos Antonio da Silva; Gonçalves,Gentil Ferreira; Takemura,Orlando Seiko; Tomasini,Ana Paula Inoe; Dragunski,Douglas; Reolon,Joice; Gomes,Juliana Oliveira; Megda,William.
Os neutrófilos têm papel essencial na defesa do hospedeiro contra infecções. Quando estimulados respondem com aumento do consumo de oxigênio denominado "explosão respiratória", que gera grande quantidade de ânion superóxido e peróxido de hidrogênio, os quais desempenham importante função antimicrobiana, e subsequente degranulação de neutrófilos. Os polímeros são materiais amplamente utilizados em medicina veterinária. Vários estudos vêm sendo realizados na busca de novos polímeros e sua biocompatibilidade para uso médico. Um polímero de amido de mandioca (Manihot esculenta crantz) foi produzido no Laboratório de Química da Universidade Paranaense - Campus Umuarama, com objetivo de analisar a possibilidade de ocorrer degranulação de neutrófilos quando...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Neutrófilos; Produção de ânion superóxido; Polímeros biodegradáveis; Biomateriais; Amido de mandioca.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782010000500016
Registros recuperados: 6
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional