Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: 

RelevânciaAutorTítuloAno

Imprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 8
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Macroalgas de riachos da Serra da Prata, leste do Estado do Paraná, Sul do Brasil Acta Botanica
Peres,Cleto Kaveski; Branco,Ciro Cesar Zanini; Krupek,Rogério Antonio.
Estudos florísticos das comunidades de macroalgas lóticas no Brasil são quase que exclusivamente baseadas em material do Estado de São Paulo. Informações sobre macroalgas de riachos são escassos no Estado do Paraná. Neste contexto, o presente trabalho teve como objetivo realizar o levantamento florístico das comunidades de macroalgas de riachos da Serra da Prata, uma área bem preservada e protegida de Floresta Ombrófila Densa. As amostras foram realizadas em 14 segmentos de riachos. O levantamento resultou na identificação de 19 táxons (15 infragenéricos, três genéricos e uma fase do ciclo de vida de Batrachospermum spp.), distribuídos em quatro divisões. Cyanophyta foi a divisão com maior número de representantes (58% das espécies) e Microcoleus...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Macroalgas; Riachos; Cyanophyta; Levantamento florístico.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062008000200004
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Macroalgas de ambientes lóticos da região centro-oeste do Paraná, região sul do Brasil Biota Neotropica
Branco,Ciro Cesar Zanini; Peres,Cleto Kaveski; Krupek,Rogério Antônio; Bertusso,Fernando Rodrigo.
Estudos taxonômicos enfocando o inventário de macroalgas de ambientes lóticos em diferentes regiões são considerados importantes contribuições para o conhecimento básico destas comunidades algais. Neste contexto, o principal objetivo desta investigação foi realizar um levantamento florístico das comunidades de macroalgas da região centro-oeste do estado do Paraná, região Sul do Brasil, uma área de clima subtropical pouco investigada. Vinte e dois segmentos de rios/riachos foram amostrados através da técnica da transeção. Vinte e quatro táxons de macroalgas foram encontrados, incluindo 18 táxons subgenéricos e 6 grupos vegetativos. Chlorophyta foi a divisão com maior número de espécies (13 táxons = 54%), seguida por Cyanophyta (cinco táxons = 21%) e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Levantamento florístico; Macroalgas lótica; Região subtropical; Chlorophyta; Estado do Paraná.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-06032009000200022
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Distribution of stream macroalgal communities from the mid-western region of Paraná state, southern Brazil: importance of local scale variation BABT
Branco,Ciro Cesar Zanini; Krupek,Rogério Antônio; Peres,Cleto Kaveski.
Twenty-two stream segments, representing the diverse types of environments in the mid-western region of the Paraná State, southern Brazil, were sampled for occurrence of macroalgal communities from May to October in 2002. Twenty-seven macroalgal taxa were found, with Chlorophyta as the dominant algal group, followed by Cyanobacteria, Rhodophyta and Chrysophyta. The most widespread species was Phormidium retzii. Distribution was patchy, with species number per sampling sites ranging from zero to six and correlated positively with the abundance. On the other hand, no significant correlation was found among the species number and abundance with environmental variables. Results indicated wide and random variation among the streams. Thus, it seemed that the...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Local-scale variation; Paraná State; Stream macroalgae; Restricted distribution; Brazil.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-89132009000200015
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Rhodophyta de ambientes lóticos de Unidades de Conservação da região Sul do Brasil Biota Neotropica
Branco,Ciro Cesar Zanini; Riolfi,Thais Antunes; Peres,Cleto Kaveski; Necchi Júnior,Orlando.
Espécies de Rhodophyta de 10 Unidades de Conservação da região Sul do Brasil foram investigadas. As amostragens foram conduzidas em 105 segmentos de riachos consistindo em transeções de 10 m de comprimento. O levantamento florístico resultou em 80 populações representando três gêneros, Batrachospermum, Kumanoa e Hildenbrandia, além do estágios 'Chantransia'. Batrachospermum foi representado por cinco espécies (B. arcuatum Kylin, B. atrum (Hudson) Harvey, B. helminthosum Bory, B. keratophytum Bory, B. puiggarianum Grunow in Wittrock & Nordstedt). O gênero Kumanoa foi representado por K. abilii (Reis) Necchi Júnior & Vis e K. ambigua (Montagne) Entwisle et al., enquanto Hildenbrandia exclusivamente por H. angolensis W. West & G.S....
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Algas vermelhas; Levantamento taxonômico; Ecossistemas lóticos; Região subtropical; Kumanoa.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-06032011000300029
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
O gênero Vaucheria D.C. (Vaucheriaceae, Xanthophyceae) no sul do Brasil: aspectos taxonômicos e ecológicos Biota Neotropica
Tonetto,Aurélio Fajar; Peres,Cleto Kaveski; Branco,Ciro Cesar Zanini.
(O gênero Vaucheria D.C. [Vaucheriaceae, Xanthophyceae] no Sul do Brasil: aspectos taxonômicos e ecológicos). O levantamento taxonômico e ocorrência ambiental do gênero Vaucheria foram investigados em 105 riachos do sul do Brasil. As variáveis abióticas foram correlacionadas com a ocorrência das espécies. Três espécies foram identificadas de acordo com as características do gametângio: V. geminata (Vauch.) D.C., V. taylorii Blum e V. sessilis (Vauch.) D.C., este último sendo relatado pela primeira vez no Brasil. Os resultados deste estudo sugerem que Vaucheria é influenciada pelas características ambientais, ocorrendo principalmente em pH neutro a levemente ácido, baixa turbidez, velocidade da correnteza lenta e em riachos parcialmente sombreados. Esta...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Distribuição; Taxonomia; Vaucheria; Vaucheriales; Xanthophyceae.
Ano: 2012 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-06032012000200019
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Spatial variations at different observational scales and the seasonal distributions of stream macroalgae in a Brazilian subtropical region Rev. Bras. Bot.
Krupek,Rogério Antonio; Branco,Ciro Cesar Zanini; Peres,Cleto Kaveski.
We examined the relationships between environmental variations in lotic ecosystems with the seasonal dynamics of macroalgae communities at different spatial scales: drainage basin of two rivers (Rio das Pedras and Rio Marrecas), shading (open and shaded stream segments), mesohabitat (riffles and pools), and microhabitats. Data collections were made on a monthly basis between January and December/2007. A total of 16 taxa were encountered (13 species and 3 vegetative groups). All of the biotic parameters (richness, abundance, diversity, equitability, and dominance) were found to be highly variable at all of the spatial scales evaluated. On the other hand, abiotic variables demonstrated differences only at mesohabitat (in terms of current velocity) and shaded...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Heterogeneity; Macroalgae; Seasonal variations; Stream.
Ano: 2012 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-84042012000300004
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Spatial and temporal distribution of stream macroalgae in a tropical river basin Biota Neotropica
Tonetto,Aurélio Fajar; Peres,Cleto Kaveski; Hirata,Rafael Taminato; Branco,Ciro Cesar Zanini.
Spatial and temporal distribution of stream macroalgae in streams from southeastern Brazil were assessed for one year. The fluctuations in macroalgal species composition and environmental factors were monitored monthly. The region exhibit a tropical climate, with defined rainy and dry seasons. Nineteen species were found, with a predominance of Chlorophyta (52.7% of the species), followed by Cyanobacteria (26.3%), Ochrophyta and Rhodophyta (10.5% each). Scytonema arcangeli had the highest number of records (63.6%), while Mougeotia capucina occurred in all sampling sites. Community structure had low similarity (20-26%) and the environmental factors showed a weak contribution to the distribution pattern observed. Despite this, the light availability at the...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Species distribution; Spatial variation; Temporal dynamics; Stream macroalgae; Rarity.
Ano: 2015 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-06032015000400102
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Stream macroalgal flora from Parnaíba River Basin, Brazil: reducing Wallacean shortfall Biota Neotropica
Auricchio,Marina Ramos; Lambrecht,Richard Wilander; Peres,Cleto Kaveski.
Abstract: The global biodiversity loss is a consensus. The biodiversity conservations shortfalls make conservation of biological diversity even more challenging. For many taxa, the knowledge about their distributions is deficient, and this is called the Wallacean shortfall. This situation is no different within algae biodiversity, especially in Brazil. There is still an enormous inequity of sample effort, as is the case of the Parnaíba River Basin (Northeast region), which had only 10 algal species in published (the lowest number of algal species reported among the main Brazilian basins). The present work had the objective of increasing the knowledge of algal flora in Brazil by conducting a taxonomic study of the stream macroalgal species of the Parnaíba...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Northeast region; Piauí; Maranhão; Filamentous algae; Taxonomy.
Ano: 2019 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-06032019000200212
Registros recuperados: 8
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional