Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 34
Primeira ... 12 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Morfologia duplex Doppler dos principais vasos sanguíneos abdominais em pequenos animais Ciência Rural
Carvalho,Cibele Figueira; Chammas,Maria Cristina; Cerri,Giovanni Guido.
A ultra-sonografia duplex Doppler é capaz de fornecer informações anatômicas e hemodinâmicas em tempo real. O conhecimento do espectro Doppler normal de cada vaso sanguíneo é importante na sua identificação, pois cada vaso possui um sinal Doppler específico. Reconhecer as alterações de morfologia do espectro somente é possível mediante o conhecimento das variações na normalidade. O objetivo deste artigo foi revisar as informações publicadas em literatura que descrevem o padrão Doppler normal dos principais vasos sanguíneos abdominais de pequenos animais.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ultra-sonografia; Duplex Doppler; Vascularização; Abdômen.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782008000300048
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Predição de características quantitativas de carcaças de suínos pela técnica de ultra-sonografia em tempo real R. Bras. Zootec.
Dutra Jr.,Wilson Moreira; Ferreira,Aloízio Soares; Urdapilleta Tarouco,Jaime; Donzele,Juarez Lopes; Euclydes,Ricardo Frederico; Albino,Luiz Fernando Teixeira; Cardoso,Leandro Lunardini; Fernandes,Simone dos Passos.
Foram utilizadas 48 fêmeas suínas, para se determinar o rendimento de cortes comerciais, após abate e dissecação das carcaças dos animais aos 50, 60, 70, 80, 90, 100, 110 e 120 kg. Foram tomadas medidas ultra-sônicas in vivo para área de olho de lombo e espessura de toucinho. Os preditores utilizados para estimar o rendimento de carne magra foram espessura de toucinho e área de olho de lombo, além das medidas feitas nos diferentes cortes, como peso do corte do pernil, peso do músculo do pernil, peso do músculo da paleta, peso do músculo do carré, peso do músculo da copa, e assim por diante, além dos dados de peso de músculo da carcaça total, peso da gordura da carcaça total, peso de ossos da carcaça total e peso de pele da carcaça total. Foram...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Área de olho de lombo; Cortes comerciais; Espessura de toucinho; Tempo real; Ultra-sonografia.
Ano: 2001 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-35982001000500018
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Princípios físicos do Doppler em ultra-sonografia Ciência Rural
Carvalho,Cibele Figueira; Chammas,Maria Cristina; Cerri,Giovanni Guido.
A ultra-sonografia Doppler é um método relativamente recente dentro da rotina veterinária que fornece informações em tempo real da arquitetura vascular e dos aspectos hemodinâmicos dos vasos sanguíneos examinados em diversos órgãos vitais. Pode determinar a presença, a direção e o tipo de fluxo sanguíneo. Esta revisão de literatura compila as informações sobre os princípios físicos da ultra-sonografia Doppler. A ampliação do conhecimento desta tecnologia possibilita a melhor compreensão das aplicações e limitações deste método diagnóstico, que tem se tornado rotina na medicina veterinária de pequenos animais.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ultra-sonografia; Doppler; Artefato; Vascularização.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782008000300047
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
PUERPÉRIO DA VACA PELA ULTRA-SONOGRAFIA Ciência Rural
Santos,Ivo Walter dos; Neves,Jairo Pereira.
Para caracterização Geográfica da involução uterina e reinício da atividade ovariana, o puerpério de 15 vacas da raça charolesa foi acompanhado pela ultra-sonografia a partir do 8° dia, com intervalo de 3 dias, até o 40° dia pós-parto. Utilizou-se um aparelho de ultra-som Pie Medical Inc., mod. 450 com transdutor de 5MHz, arranjo linear e uma impressora. A involução completa do útero foi detectada aos 28,12±1,55 dias nas vacas com parto eutócico e aos 32,57±1,13 dias nas vacas com parto distócico, e o conteúdo uterino não foi mais visualizado aos 18,87±1,12 dias e 25,28±1,38 dias, respectivamente, após o parto. O curso do puerpério foi testado por regressão linear e quadrática, quando observou-se uma diferença altamente significativa entre partos eutócico...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ultra-sonografia; Vaca; Puerpério.
Ano: 1994 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84781994000300027
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Relação entre comprimento craniocaudal e diâmetro da vesícula embrionária/fetal com idade de gestação por meio de avaliação ultra-sonográfica em ovino da raça Bergamácia Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Chalhoub,M.; Prestes,N.C.; Lopes,M.D.; Ribeiro Filho,A.L.; Lopes,R.M.; Trinca,L.A..
Este trabalho objetivou relacionar o diâmetro da vesícula embrionária/fetal (DVE) e comprimento craniocaudal do embrião/feto (CCC) do 15º ao 45º dia de gestação com a idade de gestação em ovelhas. Utilizaram-se 19 ovelhas adultas da raça Bergamácia, com cio sincronizado e cobertas por um mesmo reprodutor. A avaliação ultra-sonográfica foi realizada diariamente do 15º ao 30º dia após a cobrição e a cada cinco dias do 30º ao 45º dia, utilizando-se aparelho com transdutor linear de 5,0 e 7,5MHZ. O crescimento diário médio do DVE e CCC foi de 1,40mm e 1,33mm, respectivamente. A calibragem inversa obtida para DVE foi: Dias = -11 + 50(0,1 + 0,04log DVE)½, com R² = 0,85 e para CCC foi: Dias = 13,63 + 12,5(-0,71 + 0,16CCC)½, com R² = 0,93. Tanto o DVE como o CCC...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ovino; Ultra-sonografia; Gestação; Vesícula embrionária/fetal; Comprimento crâniocaudal.
Ano: 2001 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352001000100011
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Relações entre as características intervalo desmame-cio, duração do cio e momento da ovulação diagnosticado pela ultra-sonografia em fêmeas da espécie suína Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci.
VIANA,Carlos Henrique Cabral; SILVEIRA,Paulo Roberto Souza da; MORETTI,Anibal Sant’Anna; RODRIGUES,Paulo Henrique Mazza.
Estudaram-se as relações entre o intervalo desmame-cio (IDC), a duração do cio (DC) e o momento da ovulação (MO). Foram observadas 236 fêmeas para a obtenção dos dados de IDC e DC, as quais eram testadas para o diagnóstico de cio 4 vezes ao dia, na presença do macho. A ovulação foi diagnosticada em 77 fêmeas, pela ultra-sonografia, por via transcutânea, em 3 exames diários com 8 horas de intervalo. Houve correlação negativa entre intervalo desmame-cio e duração do cio (r=-0,4657; p=0,0001) e entre intervalo desmame-cio e momento da ovulação (r=-0,3955; p=0,0004), no entanto, não houve correlação entre duração do cio e momento da ovulação (r=0,2201; p=0,0578). A porcentagem de fêmeas que ovularam entre 0 e 24, 24 e 48, 48 e 72 e acima de 72 horas após o...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Estro; Ovulação; Ultra-sonografia; Suínos.
Ano: 1999 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-95961999000400008
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Respostas endócrinas e ovarianas associadas com o folículo dominante da primeira onda folicular em ovelhas sincronizadas com CIDR ou PGF2alfa R. Bras. Zootec.
Uribe-Velásquez,Luis Fernando; Oba,Eunice; Lara-Herrera,Lida Constanza; Souza,Maria Inês Lenz; Villa-Velásquez,Hooverman; Trinca,Luzia Aparecida; Fernandes,Carlos Antônio de Carvalho.
Os efeitos de prostaglandina (PGF2a) vs CIDR e eCG (gonadotrofina coriônica eqüina) na dinâmica folicular da primeira onda e sua relação com as concentrações plasmáticas de P4 e E2 foram investigadas em ovelhas cíclicas. Foram utilizadas 14 fêmeas ovinas da raça Bergamascia; o Grupo 1 (G1) foi submetido a duas aplicações de PGF2alfa e o Grupo 2 (G2), tratado com CIDR durante 14 dias, sendo que, no momento de sua retirada, administraram-se 500 UI de eCG. A dinâmica folicular ovariana foi monitorada por meio de ultra-som. Monitoraram-se todos os folículos > 2mm e mapeou-se sua posição diariamente, observando-se o desenvolvimento individual de cada folículo. Desde o dia anterior à aplicação da segunda dose de PGF2alfa (G1) e desde a administração de eCG...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Dinâmica folicular; Estradiol (E2); Ovinos; Progesterona (P4); Ultra-sonografia.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-35982002000400018
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ultra-sonografia bidimensional convencional, de alta resolução e tridimensional no acompanhamento da gestação em cadela Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Feliciano,M.A.R.; Muzzi,L.A.L.; Leite,C.A.L.; Junqueira,M.A..
Gestational period in a bitch, after natural mating with a normal dog, was evaluated by two-dimensional conventional, high-resolution two-dimensional and three-dimensional ultrasonography. High-resolution two-dimensional ultrasonography show better image and provides early diagnosis of pregnancy (15 days) in comparison to conventional one (20 days). Three-dimensional ultrasonography was use to evaluate fetal morphology during late gestation period, however its application is still limited.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Ultra-sonografia; Alta resolução; Tridimensional; Gestação.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352007000500037
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ultra-sonografia bidimensional em tempo real do bulbo ocular de cães (Canis familiaris, Linnaeus, 1758) com opacificação de meios transparentes. Emprego do transdutor mecânico setorial de 7,5 MHz com almofada de recuo Ciência Rural
Soares,Ana Maria Barros; Laus,José Luiz; Siqueira,Yana Honzák de; Marsillac,Priscila de.
Utilizou-se ultra-sonografia bidimensional em tempo real na avaliação de 20 bulbos oculares de 10 cães, sem alterações clínicas visíveis, e de 55 bulbos oculares de 30 cães com opacificação de meios transparentes. Empregou-se transdutor mecânico setorial de 7,5 MHz com almofada de recuo, em técnica de contato corneano. Para a realização dos exames, os animais foram contidos mecanicamente e as córneas receberam anestesia tópica. A blefarostasia deu-se manualmente. Os bulbos foram avaliados com o transdutor aplicado nas posições vertical e horizontal. As características ultra-sonográficas encontradas em olhos normais o foram a similitude da literatura especializada. Relativamente aos bulbos oculares com opacificação de meios transparentes, encontraram-se...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ultra-sonografia; Olhos; Cães.
Ano: 1998 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84781998000400010
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ultra-sonografia da aorta abdominal e de seus ramos em cães Ciência Rural
Kamikawa,Lilian; Bombonato,Pedro Primo.
O ultra-som bidimensional e o ultra-som Doppler foram utilizados para avaliar a biometria e a hemodinâmica da aorta abdominal e artérias ilíacas externas de 131cães clinicamente normais. Os resultados da avaliação biométrica da aorta abdominal indicaram um diâmetro médio de 0,80cm para o seu segmento diafragmático (AOD); 0,74cm para o seu segmento caudal às artérias renais (AOR) e 0,69cm para o segmento cranial à sua bifurcação (AOT). A artéria ilíaca externa direita (AIED) apresentou o diâmetro médio de 0,42cm e a artéria ilíaca externa esquerda (AIEE) o diâmetro médio de 0,39. O estudo hemodinâmico da aorta abdominal apresentou velocidade de pico sistólico médio de 104,00cm/s para AOR; 99,61cm/s para AOT; 85,47cm/s para AIED e 99,51cm/s para AIEE....
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ultra-sonografia; Aorta; Cães.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782007000200018
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ultra-sonografia de características lineares e estimativas do volume de rins de cães Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Sampaio,K.M.O.R.; Araújo,R.B..
Obtiveram-se as medidas lineares de rins de cães adultos, clinicamente normais, por meio da ultra-sonografia, e estimou-se o volume dos rins de 35 cães (18 fêmeas e 17 machos) sem raça definida e com idade entre dois e seis anos. Os animais foram divididos em três grupos de acordo com o peso corporal (3,1 a 10,0 kg; 10,1 a 20,0 kg e 20,1 a 45,0 kg). Os planos de secção sagital, dorsal e transversal foram utilizados para obtenção das medidas lineares de comprimento (C), largura (L) e espessura (E). O volume renal foi calculado a partir das medidas lineares utilizando-se a fórmula para o volume de um elipsóide. Os valores médios encontrados para os três grupos foram, respectivamente: comprimento (4,73; 6,09 e 7,13cm), largura (2,81; 3,44 e 3,95cm), espessura...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Ultra-sonografia; Rins; Comprimento; Largura; Espessura; Volume.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352002000300005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ultra-sonografia transcraniana em cães com distúrbios neurológicos de origem central Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Carvalho,C.F.; Andrade Neto,J.P.; Jimenez,C.D.; Diniz,S.A.; Cerri,G.G.; Chammas,M.C..
Avaliaram-se 55 cães com distúrbios neurológicos e verificou-se a ocorrência de afecções neurológicas de origem central, detectadas pela ultra-sonografia transcraniana (USTC). Vinte e nove (52,9%) animais apresentaram diagnóstico compatível com hidrocefalia, e destes, 16 (55,1%) eram fêmeas e 15 (51,7%) tinham menos de dois anos. Quinze (27,3%) cães apresentaram lesões focais, quatro (7,2%), alterações difusas e quatro (7,2%) apresentavam imagens sugestivas de lissencefalia; em três (5,4%) não foram detectadas alterações pela USTC. A hidrocefalia foi o distúrbio neurológico de origem central mais freqüente e a USTC é uma alternativa viável para auxiliar na rotina clínica veterinária como ferramenta diagnóstica na detecção de alterações morfológicas e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Ultra-sonografia; Cérebro.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352007000600010
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Use of a permanent infusion pump as vacuum generator for ovum pick-up MV&Z
Seneda, Marcelo Marcondes; Rubin, Karina Cristina Puggesi; Blaschi, Wanessa; Lisboa, Lívia Aires; Pontes, José Henrique Fortes.
To disclose an alternative equipment for vacuum generation, which allows for oocyte recovery in quality and quantity compatible with specific vacuum pumps. A continuous infusion pump was employed and aspiration was possible due to the use of the infusion fluid line in the reverse way. The end destined for the infusion bottle was connected to the follicle aspiration tube, while the end destined for the patient’s catheter was kept free. The results were similar to those obtained with specific follicle aspiration equipment’s. The continuous infusion pump can represent a viable alternative for recovery of bovine oocytes in vivo.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ovary follicle; Oocytes; Follicle aspiration; Vacuum; Ultrasonography; Bovine Folículo ovárico; Oocitos; Aspiración folicular; Vacuo; Ultrasonografía; Bovinos folículo ovariano; Oócitos; Aspiração folicular; Vácuo; Ultra-sonografia; Bovinos.
Ano: 2005 URL: http://www.revistamvez-crmvsp.com.br/index.php/recmvz/article/view/3137
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Uso do ultra-som dúplex Doppler no diagnóstico de shunt portossistêmico em gatos Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Carvalho,C.F.; Chammas,M.C..
Realizaram-se exames ultra-sonográficos dúplex-Doppler abdominal em dois gatos que apresentavam sinais clínicos de encefalopatia hepática. Os principais achados ultra-sonográficos foram: identificação de um vaso anômalo tortuoso desviando o fluxo portal, velocidade de pico sistólico portal aumentada, presença de fluxo turbulento na veia cava caudal e redução do tamanho do fígado e do calibre dos vasos portais. Os achados de necropsia confirmaram os resultados dos exames ultra-sonográficos e clínicos. Pode-se concluir que o diagnóstico de shunt portossistêmico deve ser uma hipótese a ser considerada em gatos com sinais clínicos de encefalopatia hepática.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Gato; Ultra-sonografia; Doppler; Shunt portossistêmico.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352008000100016
Registros recuperados: 34
Primeira ... 12 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional