Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: 

RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 9
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Balanço de nitrogênio em caprinos alimentados com dietas a base de palma forrageira, resíduo de vitivinícola e diferentes níveis de uréia. Repositório Alice
TOSTO, M. S. L.; ARAUJO, G. G. L. de; OLIVEIRA, R. L.; JESUS, L. S. de; DANTAS, F. R.; MENEZES, D. R.; CHAGAS, E. C. de O..
O balanço de nitrogênio foi determinado para avaliar os efeitos da adição de níveis crescentes de uréia, em dietas contendo palma forrageira "in natura" (40%) e resíduo desidratado de vitivinícolas (60%), para caprinos. Foram utilizados quatro níveis de uréia, 0 %, 0,5 %, 1,0 % e 1,5 %, onde 24 caprinos sem padrão racial definido, castrados, foram distribuidos em delineamento experimental de seis blocos casualizados, tendo o peso como fator de controle. Houve efeito linear crescente no consumo de nitrogênio. Com a adição de 0,24% de uréia na dieta o consumo de N atinge o valor recomendado pelo NRC (1981) para ganho de peso de 100 gramas. O N fecal teve efeito quadrático, partindo de 2,21 g/dia de N excretado e decrescendo até 1,99 g/dia com níveis de 0 % e...
Tipo: Parte de livro Palavras-chave: NNP; Alimentação animal; Animal feed.; Dieta; Metabolismo Animal; Ruminante; Nitrogênio não Protéico..
Ano: 2006 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/157996
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Características produtivas e qualitativas do estilozantes campo grande submetido ao estresse salino. Repositório Alice
SANTOS, D. B. dos; VOLTOLINI, T. V.; SANTOS, R. M.; AZEVEDO, D. O; OLIVEIRA, R. G.; CHAGAS, E. C. de O.; SANTOS, F. M. dos; NOGUEIRA, D. M..
O semiárido é caracterizado pela frequência de longas estiagens, tornando assim, os sistemas de produção dessa região bastante vulneráveis. Diante dessa ressalva e da vocação pecuária do semiárido brasileiro, este trabalho teve por objetivo avaliar o efeito da salinidade da água de irrigação sobre as características produtivas e qualitativas do estilosantes Campo Grande cultivado em ambiente protegido no semiárido baiano. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com sete níveis de salinidade da água de irrigação (0,03; 0,55; 1,08; 1,70; 2,62; 3,52 e 5,0 dS m-1) e três repetições. Concluiu-se que a composição bromatológica do estilosantes Campo Grande foi afetada pelo aumento da salinidade de água de irrigação e o aumento da salinidade na...
Tipo: Artigo de periódico Palavras-chave: Semiárido; Estilosantes Campo Grande.; Forragem; Produção animal; Água Salina; Matéria Orgânica; Proteína Bruta.; Animal production.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1001440
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Composição bromatológica e pH de silagens de maniçoba com adição de resíduo de vitivinícolas. Repositório Alice
DANTAS, F. R.; ARAUJO, G. G. L. de; GONZAGA NETO, S.; MENEZES, D. R.; TOSTO, M. S. L.; SOUZA, L.; CHAGAS, E. C. de O.; VASCONCELOS, M. A. X..
O presente trabalho foi conduzido no Campo Experimental da Embrapa Semi-Árido em Petrolina/PE. O objetivo foi avaliar a composição bromatológica e pH das silagens de maniçoba com adição de resíduo de vitivinícolas (RV), As silagens foram armazenadas em silos experimentais e avaliadas aos 60 dias de fermentação. Foram coletadas amostras para determinação dos teores de matéria seca (MS), proteína bruta (PB), matéria mineral (MM), matéria orgânica (MO), extrato etéreo (EE), lignina (LIG), fibra em detergente neutro (FDN), fibra em detergente ácido (FDA) e pH. Os dados foram submetidos à análise de regressão. Houve efeito linear crescente do teor de MS, MM, EE,= e LIG, com a elevação dos níveis de resíduo de RV. A PB das silagens aumentou após 60 dias de...
Tipo: Parte de livro Palavras-chave: Planta nativa; Conservação de forragem; Alimentação animal; Forrageira nativa; Animal feed.; Aditivo; Caatinga; Maniçoba; Subproduto..
Ano: 2006 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/157999
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Composição química e consumo de leguminosas nativas e exóticas no semi-árido nordestino. Repositório Alice
DANTAS, F. R.; CHAGAS, E. C. de O.; ARAUJO, G. G. L. de; ALVES, M. J.; VASCONCELOS, M. A. X.; MOURA NETO, J. B. de; TOSTO, M. S. L..
O experimento foi conduzido com o objetivo de avaliar o valor nutricional e o consumo dos nutrientes do feno de leguminosas nativas e exóticas em dieta exclusiva para ovinos. Foram analisados os consumos de matéria seca (MS), proteína bruta (PB), fibra em detergente neutro (FDN) e fibra em detergente ácido (FDA). Utilizaram-se 24 ovelhas sem padrão racial definido (SRD) com peso médio de 35,66 kg. O delineamento utilizado foi em blocos casualizados, com três tratamentos (T1 - feno de feijão bravo; T2 - feno de mororó; T3 - feno de gliricídia). Os dados foram avaliados por análise de variância, seguido pelo teste de Tukey. O experimento teve duração de 20 dias, sendo 15 dias para adaptação dos animais à dieta e 5 dias de coleta de dados. Houve diferenças...
Tipo: Parte de livro Palavras-chave: Nordeste; Região semi-árida.; Alimentação; Consumo; Feno; Matéria Seca; Ovino; Valor Nutritivo..
Ano: 2006 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/157455
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Composição química e pH de silagens de forrageiras nativas e adaptadas ao semi-árido. Repositório Alice
CHAGAS, E. C. de O.; ARAUJO, G. G. L. de; MOREIRA, J. N.; TOSTO, M. S. L.; DANTAS, F. R.; FRANÇA, C. A. de; JESUS, L. S. de.
Objetivou-se avaliar a composição química e o pH das silagens de maniçoba, mata-pasto, leucena e gliricídia, produzidas e confeccionadas, com a participação de produtos da fazenda Boqueirão localizada no município de Flores - PE, e armazenadas em tubos de PVC por 72 dias de fermentação. O delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado com quatro tratamentos e quatro repetições, onde as espécies forrageiras constituíram os tratamentos. Foi determinado o valor de pH, matéria seca (MS), matéria mineral (MM), matéria orgânica (MO), proteína bruta (PB), fibra em detergente neutro (FDN) e estimado os nutrientes digestíveis totais (NDT). Ocorreu diferença significativa (P<0,01) entre os parâmetros avaliados para as espécies forrageiras utilizadas,...
Tipo: Parte de livro Palavras-chave: Forrageira nativa; Alimentação animal; Região semi-árida.; Caatinga; Silagem; Alimentação na seca; Planta forrageira; Nutrição Animal; Nutriente.; Feeds; Nutrients..
Ano: 2006 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/158037
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Composição química, fracionamento da proteina e digestibilidade in vitro do mamãozinho-de-veado (Jacaratia corumbensis O. kuntze). Repositório Alice
MENEZES, D. R.; ARAUJO, G. G. L. de; CHAGAS, E. C. de O.; MOURA NETO, J. B. de; DANTAS, F. R.; JESUS, L. S. de.
O atual experimento teve o objetivo de avaliar a composição química, a digestibilidade in vitro da matéria seca, como também fracionar a proteina da parte aérea e do tubérculo do mamãozinho-de-veado. Os mamõezinhos-de-veado utilizados apresentavam idade aproximada de quatro anos e foram colhidos logo após o período das chuvas. As folhas, talos finos e tubérculos foram colhidos de cinco plantas aleatórias no interior da caatinga, tentando-se uma melhor representatividade amostral. O peso médio dos tubérculos coletados foi de 15 kg. As folhas e ramos finos do mamãozinho apresentaram valores de parede celular (tabela 1) que denotam pouca característica de alimento fibroso e o incluem como possível alternativa no fornecimento de proteína para os animais do...
Tipo: Parte de livro Palavras-chave: Mamãozinho-de-veado; Planta nativa; Região semi-árida.; Composição Química; Nutriente; Proteína..
Ano: 2007 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/159519
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Consumo de nutrientes em dietas com diferentes proporções do feno de erva sal (Atriplex nummularia Lindl.) para ovinos. Repositório Alice
ARAUJO, G. G. L. de; CHAGAS, E. C. de O.; ALVES, M. J.; PORTO, E. R.; TOSTO, M. S. L.; SILVA, A. E. V. N.; ALVES, J. N..
O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de diferentes proporções do feno da erva-sal (Atriplex nummularia Lindl.) em dietas contendo palma forrageira e uréia, sobre os consumos de água (CH2O), matéria seca (CMS), matéria orgânica (CMO), matéria mineral (CMM), proteína bruta (CPB) e fibra em detergente neutro (CFDN).
Tipo: Parte de livro Palavras-chave: Erva-sal.; Produção animal; Feno; Ovino; Nutrição; Ovelha; Palma Forrageira; Ruminante.; Animal production; Atriplex..
Ano: 2008 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/160933
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Consumo e valor nutritivo de silagens de maniçoba com adição de resíduo de vitivinícolas em ovinos. Repositório Alice
DANTAS, B. F.; ARAUJO, G. G. L. de; PEREIRA, L. G. R.; BARROS, E. A.; TOSTO, M. S. L.; CHAGAS, E. C. de O..
Avaliou-se o consumo e valor nutritivo de silagens de maniçoba contendo níveis de O, 8, 16 e 24% de resíduo vitivinícola. Foram utilizados quatro ovinos machos, adultos, castrados, confinados em baias individuais, distribuídos em delineamento experimental em quadrado latino, quatro por quatro. Avaliou-se a composição química das dietas e seu valor nutritivo. Os consumos de matéria seca, matéria orgânica, matéria mineral, proteína bruta, fibra em detergente neutro e fibra em detergente ácido, expressos em gramas por dia e porcentagem de peso vivo, não diferiram entre os tratamentos, havendo diferenças apenas para o consumo de lignina.
Tipo: Parte de livro Palavras-chave: Região semi-árida.; Produção animal; Conservação; Consumo; Forragem; Maniçoba; Ruminante; Valor Nutritivo.; Subproduto; Animal production.
Ano: 2007 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/159442
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Degradabilidade ruminal do feno de mamona, pinhão manso e maniçoba. Repositório Alice
MENEZES, D. R.; PEREIRA, L. G. R.; ARAUJO, G. G. L. de; CHAGAS, E. C. de O.; JESUS, L. S. de; TOSTO, M. S..
Este trabalho objetivou determinar a degradabilidade ruminal da matéria seca (MS), proteína bruta (PB) e fibra detergente neutro (FDN) do feno das folhas da mamona cv. Sertaneja, mamona cv. Paraguaçu, pinhão manso e feno de maniçoba. Foram utilizados três ovinos SRD com peso vivo médio de 40 kg, fistulados no rúmen. Os tempos de incubação foram 0, 6, 12, 24, 48 e 96 horas. O feno de pinhão manso apresentou teor de proteína bruta de 10,3 %, valor inferior ao das outras euforbiáceas testadas. As duas mamonas apresentaram menores valores percentuais de componentes fibrosos (27,4 e 27,6 %). Não houve diferença entre os valores das frações da MS solúveis em água ?a? das euforbiáceas estudadas. O feno de maniçoba apresentou para a fração ?b? o valor de 55,3%,...
Tipo: Parte de livro Palavras-chave: Alimentos alternativos; Degradabilidade ruminal; Semi-árido.; Feno; Mamona; Maniçoba; Matéria Seca; Ovino; Proteína Bruta.; Biodiesel; Castor beans; Hay; Sheep..
Ano: 2008 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/160077
Registros recuperados: 9
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional