Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 11
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
A elasticidade do ligamento colateral medial da articulação do cotovelo de cão não advém de elastina Ciência Rural
Costa,Paloma Souza; Oliveira,Daniela; Baraldi -Artoni,Silvana Martinez; Shimano,Antonio Carlos; Cattelan,José Wanderley.
A literatura relata que ligamentos consistem de tecido conjuntivo denso, composto por água, colágeno tipos I e III, diversas proteoglicanas, pouca elastina e várias outras substâncias. Além disso, os ligamentos, quando testados in vitro com tensão longitudinal e unidirecional, apresentam um comportamento mecânico não-linear, ou seja, as fibras colágenas são alongadas aos poucos, perdendo seu padrão ondulado, até que todas estejam no limite máximo de tração e iniciem o rompimento. Portanto, no presente estudo avaliou-se a presença de fibras elásticas (elastina) no ligamento colateral medial do cotovelo de cães adultos para ponderar se a elasticidade do referido ligamento deve-se à presença de fibras elásticas ou às propriedades elásticas do colágeno ou à...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Cotovelo; Ligamento colateral medial; Fibras elásticas; Fibras colágenas.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782008000600022
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Características anatômicas e morfométricas do ligamento oblíquo do cotovelo de eqüinos Ciência Rural
Hernández-Tovar,María Cristina; Baraldi-Artoni,Silvana Martinez; Cattelan,José Wanderley; Oliveira,Daniela.
Neste trabalho, algumas características anatômicas e morfométricas do ligamento oblíquo do cotovelo do eqüino foram descritas em dez animais adultos, sem raça definida, que não apresentavam afecções dos órgãos locomotores. O ligamento oblíquo origina-se dorsal à fossa radial do úmero, atravessa obliquamente a superfície cranial do cotovelo e se divide em uma porção longa, que se insere na tuberosidade radial, e em outra curta, que se une à porção longa do ligamento colateral medial. Foram efetuadas medidas visando a obter o comprimento e a largura máximas entre a origem e a inserção do ligamento oblíquo, não sendo observadas diferenças (P>0,05) nas comparações feitas entre os sexos e os antímeros. O ligamento oblíquo contribui no efeito mola e na...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Artrologia; Cotovelo; Eqüino; Morfologia.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782006000600022
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ectrodactilia em cão (Canis domestica) Ciência Rural
Oliveira,Daniela; Artoni,Silvana Martinez Baraldi.
O presente trabalho relata o caso de uma cadela sem raça definida, adulta, com deformidade na região distal do membro torácico esquerdo, a qual consistia de duplicidade do osso acessório do carpo, aplasia do primeiro carpiano, ausência dos ligamentos interósseos entre o terceiro e o quarto dígitos, alterações ósseas no quarto dígito e presença de um dígito supranumerário incompleto adjacente ao quarto dígito. Após análise dos defeitos concluiu-se tratar de uma malformação congênita, hereditária em cães, denominada ectrodactilia, associada à existência de um dígito supranumerário.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/report Palavras-chave: Ectrodactilia; Cão; Anatomia.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782002000600023
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Histologia e morfometria das glândulas das junções infundíbulo-magno e útero-vagina de codorna doméstica Ciência Rural
Moraes,Carime; Baraldi-Artoni,Silvana Martinez; Pacheco,Maria Rita; Oliveira,Daniela; Amoroso,Lizandra; Sagula,Alex Luís.
A análise comparativa das glândulas armazenadoras de espermatozóides das junções infundíbulo-magno e útero-vagina do oviduto da codorna Nothura maculosa foi realizada durante a fase reprodutiva. As aves foram eutanasiadas por inalação com éter etílico, após a pesagem. Após a laparotomia e o deslocamento cranial do esterno, foram coletadas amostras de dois centímetros da junção infundíbulo-magno e útero-vagina. Os fragmentos foram fixados em solução de Bouin por 24 horas e, posteriormente, banhos sucessivos de álcool 70% foram aplicados sobre as amostras. Em seguida, as amostras foram desidratadas em uma série de concentração crescente de alcoóis (80, 90, 95 e 3x100%), diafanizadas em xilol e incluídas em parafina. Cortes histológicos de sete micrômetros de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Histologia; Morfometria; Oviduto; Glândulas armazenadoras de espermatozóides; Codorna.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782009000200016
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Influência do dimorfismo sexual sobre a morfologia da siringe de galinha d'angola (Numida meleagris) Ciência Rural
Bottino,Flávia; Artoni,Silvana Martinez Baraldi; Oliveira,Daniela; Franzo,Vanessa Sobue; Pacheco,Maria Rita; Orsi,Antonio Marcos; Amoroso,Lizandra.
Este estudo teve como objetivo realizar uma descrição morfológica e comparativa da siringe, órgão responsável pelo canto das aves, na espécie Numida meleagris. Para isso foram utilizados cinco machos e cinco fêmeas de galinha d'angola, a fim de verificar a sintopia (traquéia, músculos traqueais) e o dimorfismo sexual da siringe. Verificou-se que a siringe se localiza na bifurcação da traquéia e apresenta maior número de cartilagens nos machos. Nos machos, a inserção do músculo traqueal lateral bem como a origem do músculo esterno traqueal localizam-se mais caudalmente e são mais largos em relação às fêmeas. As diferenças existentes entre machos e fêmeas de galinha d'angola revelam a elevada capacidade das fêmeas em produzir sons semelhantes a "tô fraco"...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Siringe; Dimorfismo sexual; Traquéia; Galinha d'angola.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782006000500012
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Morfologia e morfometria do oviduto de codornas Nothura maculosa Ciência Rural
Moraes,Carime; Baraldi-Artoni,Silvana Martinez; Oliveira,Daniela; Pacheco,Maria Rita; Amoroso,Lizandra; Franzo,Vanessa Sobue.
Este estudo teve por finalidade descrever o oviduto de codornas. Foram utilizadas 20 codornas na fase reprodutiva. Avaliaram-se os comprimentos do infundíbulo, do magno, do istmo, do útero, da vagina e o número de pregas no magno e no istmo. Para o estudo histológico, coletaram-se fragmentos do oviduto, os quais foram fixados em Bouin, destinados à rotina histológica e corados pela técnica de Hematoxilina-Eosina. O infundíbulo apresentou pregas longitudinais e oblíquas, revestidas por epitélio pseudo estratificado cilíndrico ciliado não-secretor, cranialmente, e secretor, caudalmente. O magno é o componente mais longo (15,2cm), com mucosa revestida por epitélio pseudo estratificado cilíndrico ciliado com células caliciformes. O istmo é um segmento curto,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Codornas; Morfologia; Sistema reprodutor.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782007000100023
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Morfometria da cicatrização do cólon descendente de eqüinos submetidos a enterorrafias aposicional e invaginante Ciência Rural
Lucas,Flávia de Almeida; Cattelan,José Wanderley; Artoni,Silvana Martinez Baraldi; Malheiros,Euclides Braga; Oliveira,Daniela.
A pesquisa foi conduzida com o objetivo de comparar duas técnicas de enterorrafias no cólon descendente de eqüinos, uma aposicional e outra invaginante, utilizando-se de avaliações morfométricas. As intervenções cirúrgicas foram executadas em 15 eqüinos adultos sadios, pelo flanco esquerdo, sob anestesia geral inalatória. As enterotomias foram realizadas na tênia antimesentérica do cólon descendente e as enterorrafias foram feitas com fio de poliglactina 910 n° 0. Os eqüinos foram distribuídos aleatoriamente em cinco grupos de três animais cada e submetidos à eutanásia aos três, sete, 14, 21 e 35 dias de pós-operatório para colheita de segmentos intestinais dos locais das enterorrafias para análise morfométrica. Com o auxílio de analisador de imagens,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cólon descendente; Enterorrafia; Eqüinos; Morfometria.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782006000100024
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Morfometria de fibroblastos e fibrócitos durante o processo cicatricial na pele de coelhos da raça Nova Zelândia Branco tratados com calêndula Ciência Rural
Pagnano,Leonardo de Oliveira; Baraldi-Artoni,Silvana Martinez; Pacheco,Maria Rita; Santos,Edanir dos; Oliveira,Daniela; Lui,Jeffrey Frederico.
O objetivo deste estudo foi avaliar a capacidade cicatrizante da calêndula (Calendula officinalis L.) sobre feridas cutâneas experimentais, em 15 coelhos, distribuídos em três grupos denominados: excipiente, calêndula e controle. Cada animal foi submetido à uma incisão cirúrgica de 6cm de comprimento, lateral à coluna vertebral e suturada no padrão U. Os produtos avaliados foram colocados sobre as incisões durante sete dias na quantidade de 0,1ml (loção cremosa não-iônica - grupo excipiente; tintura de calêndula a 5% - grupo calêndula) e nos animais do grupo controle não se utilizou nenhum produto. A biópsia de pele foi realizada no 1°, 3°, 5° e 7° dia após a incisão cirúrgica para avaliação morfométrica do processo cicatricial, analisando-se o número de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Calêndula; Cicatrização; Coelhos; Fibroblastos; Fibrócitos; Morfometria.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782008000600026
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Morphology of beak and tongue of partrigde Rhynchotus rufescens Ciência Rural
Rossi,Juliana Regina; Baraldi-Artoni,Silvana Martinez; Oliveira,Daniela; Cruz,Claudinei da; Franzo,Vanessa Sobue; Sagula,Alex.
Twenty adult partridges Rhynchotus rufescens were used to study the morphology of the beak and the tongue. Lengths of the beak and of the tongue were evaluated, and histologic sections of the tongue were stained routinely with hematoxylin-eosin (HE), periodic acid-Schiff (PAS) and Masson’s trichrome stain, later analyzed and described. The beak of the partridge of both sexes are curved, flat, hard and with a sharp extremity, with mean length of 4.90cm for the females and 4,80 for the males. The tongue is characterized by a triangular format with mean length of 1cm for both sexes, and its extremity is presented as a sharp format. Organization of the tongue tissue presents a stratified squamous epithelium with filiform papillae in all surface, mucous glands...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Beak; Tongue; Partridge; Morphology.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782005000500017
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Morphology of glandular stomach (Ventriculus glandularis) and muscular stomach (Ventriculus muscularis) of the partrigde Rhynchotus rufescens Ciência Rural
Rossi,Juliana Regina; Baraldi-Artoni,Silvana Martinez; Oliveira,Daniela; Cruz,Claudinei da; Franzo,Vanessa Sobue; Sagula,Alex.
Twenty adult partridges Rhynchotus rufescens were used for morphologic and histological study. The materials destined to the morphologic study were collected and the lengths of the glandular stomach and of the muscular stomach were measured. For the histological study, fragments of the glandular stomach (gastric proventriculus, Ventriculus glandularis) and of the muscular stomach (gastric ventriculus, Ventriculus muscularis) were stained routinely with periodic acid-Schiff (PAS) and Masson’s trichrome stain. Glandular stomach is prolonged, with a fusiform format toward craniocaudalis and for the left. It presents a mean length of 3.20cm in the females and 3.65cm in the males. Gastric proventriculus is composed by several lobes and glands. The mucosa is...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Morphology; Partridge; Glandular stomach; Muscular stomach.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782005000600014
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
MORPHOMETRIC STUDY OF THE MEDIAL COLLATERAL AND OBLIQUE LIGAMENTS OF THE ELBOW JOINT OF THE DOG (Canis familiaris) International Journal of Morphology
Oliveira,Daniela; Martinez Baraldi Artoni,Silvana; Marcos Orsi,Antonio; Roque Rodriguez,Anita Isabel.
The objective of the present study was to describe the sites of insertion of the medial collateral and oblique ligaments of the cubital joint of the dog and to evaluate their morphometry, in addition to the bones (humerus, radius and ulna) involved in the joint. The study was conducted on 20 adult dogs (10 males and 10 females). The distal part of the medial collateral ligament is divided into cranial and caudal portions, with the caudal portion being long and narrow, with a mean length of 3.30 ± 0.36 cm and a mean width of 0.26 ± 0.06 cm. This portion penetrates the interosseous space and attaches to the proximal caudolateral surface of the radius. The oblique ligament is capsular, with a mean length of 2.94 ± 0.30 cm and a mean width of 0.28 ± 0.08 cm...
Tipo: Journal article Palavras-chave: Elbow joint; Dog; Oblique ligament; Collateral medial ligament; Morphometry.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.cl/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0717-95022003000100004
Registros recuperados: 11
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional