Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 21
Primeira ... 12 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
A composição florística e a diversidade de pteridófitas diferem entre a Floresta de Restinga e a Floresta Ombrófila Densa das Terras Baixas do Núcleo Picinguaba/PESM, Ubatuba/SP? Biota Neotropica
Nóbrega,Giseli Areias; Eisenlohr,Pedro Vasconcellos; Paciência,Mateus Luis Barradas; Prado,Jefferson; Aidar,Marcos Pereira Marinho.
As pteridófitas constituem um componente importante da flora tropical, representando aproximadamente 10% do total de plantas vasculares de florestas tropicais, sendo o grupo dominante entre a vegetação herbácea. O objetivo do trabalho foi verificar se as comunidades de pteridófitas de duas áreas de Mata Atlântica, Floresta de Restinga (FRS) e Floresta Ombrófila Densa de Terras Baixas (FTB), situadas sobre solos notavelmente distintos e separadas por uma grande rodovia, difeririam em sua composição florística e diversidade. Estas duas fisionomias estão localizadas no Núcleo Picinguaba do Parque Estadual da Serra do Mar, Ubatuba, São Paulo (23° 31' a 23° 34' S e 45° 02' a 45° 05' W). Em cada área delimitamos sete parcelas de 20 × 20 m, nas quais os...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Parâmetros edáficos; Seletividade ambiental; Análises multivariadas; Riqueza de espécies.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-06032011000200015
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
A Sessão de Nomenclatura de St. Louis e comentários sobre algumas propostas para o novo Código Internacional de Nomenclatura Botânica Acta Botanica
Prado,Jefferson; Filgueiras,Tarciso S; Kameyama,Cíntia; Ferreira,Washington M.
O presente artigo traz informações relevantes sobre os trabalhos desenvolvidos durante a última Sessão de Nomenclatura da International Association for Plant Taxonomy (IAPT), realizada na cidade de St. Louis, Missouri, EUA, no período de 23-30/julho/1999. São também apresentados comentários sobre algumas propostas (tanto rejeitadas quanto aceitas) para modificação do Código Internacional de Nomenclatura Botânica. Apresenta-se relação dos membros da próxima Diretoria Executiva da IAPT e dos membros dos seus diferentes comitês de trabalho, inclusive o Comitê Editorial do novo Código (Código de St. Louis).
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Nomenclatura; St. Louis Código; IAPT.
Ano: 1999 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33061999000300013
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
As espécies de Lellingeria A.R. Sm. & R.C. Moran (Grammitidaceae - Pteridophyta) do Brasil Rev. Bras. Bot.
Labiak,Paulo H; Prado,Jefferson.
O presente trabalho apresenta um tratamento taxonômico para as 14 espécies de Lellingeria (L. apiculata (Kunze ex Klotzsch) A.R. Sm. & R.C. Moran, L. brasiliensis (Rosenst.) Labiak, L. brevistipes (Mett. ex Kuhn) A.R. Sm. & R.C. Moran, L. depressa (C. Chr.) A.R. Sm. & R.C. Moran, L. hirsuta A.R. Sm. & R.C. Moran, L. itatimensis (C. Chr.) A.R. Sm. & R.C. Moran, L. limula (Christ) A.R. Sm. & R.C. Moran, L. myosuroides (Sw.) A.R. Sm. & R.C. Moran, L. organensis (Gardner) A.R. Sm. & R.C. Moran, L. pumila Labiak, L. schenckii (Hieron.) A.R. Sm. & R.C. Moran, L. suspensa (L.) A.R. Sm. & R.C. Moran, L. tamandarei (Rosenst.) A.R. Sm. & R.C. Moran e L. wittigiana (Fée) A.R. Sm....
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Flora; Pteridófitas; Revisão; Samambaias; Taxonomia.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-84042005000100002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
As espécies de Terpsichore A.R. Sm. e Zygophlebia L.E. Bishop (Grammitidaceae) do Brasil Acta Botanica
Labiak,Paulo Henrique; Prado,Jefferson.
O presente trabalho apresenta um tratamento taxonômico para as espécies de Terpsichore e Zygophlebia que ocorrem no Brasil. Das 12 espécies de Terpsichore, nove ocorrem na Floresta Atlântica do sudeste e sul do Brasil, quatro na Cadeia do Espinhaço, em Minas Gerais e quatro nas cadeias de montanhas próximas às fronteiras entre o Brasil, Venezuela e Guianas. O gênero Zygophlebia, representado por uma espécie (Zygophlebia longipilosa (C.Chr.) L.E. Bishop, ocorre apenas na Floresta Atlântica brasileira. São apresentadas considerações acerca da classificação, uma análise crítica sobre cada táxon e seus sinônimos, descrições e distribuição geográfica das espécies, bem como chaves para identificação, comentários sobre as espécies mais semelhantes e ilustrações.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Pteridófitas; Grammitidaceae; Terpsichore; Zygophlebia; Brasil.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062005000400022
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Checklist das licófitas e samambaias do Estado de São Paulo, Brasil Biota Neotropica
Prado,Jefferson; Hirai,Regina Yoshie.
O presente checklist usou como base a lista de licófitas e samambaias do estado de São Paulo, extraída do Catálogo de Plantas e Fungos do Brasil publicado em 2010, pelo Jardim Botânico do Rio de Janeiro (JBRJ). Aqui é apresentada uma atualização desta lista e algumas novidades melhoraram a lista básica. O número total de táxons para o estado, incluindo ambos os grupos de plantas, aumentou de 561 para 573. Dois novos registros de ocorrência foram recentemente registrados para o estado e foram incorporados no presente checklist (Pellaea flavescens Fée e P. ovata (Desv.) Weath.). Esses dados sugerem que mais estudos são necessários para o conhecimento da diversidade no estado.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Floresta Atlântica; Diversidade; Pteridófitas; Programa BIOTA/FAPESP.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-06032011000500012
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Editorial Acta Botanica
Prado,Jefferson.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/other
Ano: 1998 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33061998000200001
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Editorial Acta Botanica
Trufem,Sandra Farto Botelho; Prado,Jefferson.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/other
Ano: 1998 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33061998000300001
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Editorial Acta Botanica
Trufem,Sandra Farto Botelho; Prado,Jefferson.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article
Ano: 1999 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33061999000300001
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeitos de borda sobre a comunidade de pteridófitas na Mata Atlântica da região de Una, sul da Bahia, Brasil Rev. Bras. Bot.
Paciencia,Mateus L.B.; Prado,Jefferson.
Uma das conseqüências da fragmentação de hábitats florestais melhor estudadas até o momento são os chamados efeitos de borda. Neste estudo, foi verificado como variam a riqueza e a abundância das pteridófitas quando são comparados interiores e bordas de áreas florestais, em Una, BA. Foram inventariadas todas as pteridófitas a até 1 m do solo, em 36 parcelas de 120 × 10 m (0,12 ha), estabelecidas em áreas de mata contínua (> 900 ha) e fragmentos de mata (< 100 ha), distribuídas na região entre três blocos amostrais de 5 × 5 km. Em cada uma das áreas, locaram-se as parcelas a 20, 40 e a mais de 100 m da divisa da mata com relação às áreas adjacentes. Os resultados mostram que não há variação na abundância entre as unidades consideradas. No entanto, a...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Bahia; Efeito de borda; Fragmentação florestal; Samambaias.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-84042004000400005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Fern and lycophyte flora of Acre state, Brazil Biota Neotropica
Prado,Jefferson; Hirai,Regina Yoshie; Moran,Robbin Craig.
Abstract This paper provides keys, illustrations, short descriptions, and voucher specimen citations for the ferns and lycophytes of Acre, Brazil. We recognize a total of 212 species in 66 genera and 28 families. Of these, the lycophytes are represented by 14 species, 4 genera, and 2 families, and the ferns by 8 varieties, 1 subspecies, 198 species, 62 genera, and 26 families. The total represents an increase of 22 species and two varieties compared to a checklist published in 2009. The six most species-rich genera are Adiantum (21 spp.), Asplenium (14), Selaginella (12), Trichomanes (11), Lindsaea, and Microgramma (9 each). None of the species treated here are endemic to Acre. A new combination is made for Meniscium chrysodioides Fée var. goyazense.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Amazonia; Diversity; Floristics; Pteridophytes; Taxonomy.
Ano: 2017 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-06032017000400304
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Identification key for lycophytes and ferns from the Picinguaba and Santa Virgínia Nuclei, Parque Estadual da Serra do Mar, Ubatuba, SP, Brazil Biota Neotropica
Nóbrega,Giseli Areias; Aidar,Marcos Pereira Marinho; Paciencia,Mateus; Prado,Jefferson.
Abstract This work contributes to the knowledge of the fern and lycophytes diversity in the Picinguaba and Santa Virginia Nuclei, Parque Estadual da Serra do Mar (PESM), Ubatuba, São Paulo, Brazil, as well as to provide subsidies to identification of the found taxa in these areas. In total, 30 collecting expeditions were conducted and the vouchers were deposited at UEC Herbarium. We have identified 135 species distributed in 53 genera and 19 families for both areas. The most representative families were Polypodiaceae (28 species) and Dryopteridaceae (19 species), whereas Asplenium (12 species), Blechnum and Elaphoglossum (8 species each) were the most important genera. Epiphytic species predominated (62 overall), probably due to the presence of favorable...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Floristics; Taxonomy; Diversity; Atlantic Rain Forest.
Ano: 2016 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-06032016000400801
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Levantamento preliminar de Pteridophyta do Parque Estadual do Rio Doce (MG) Acta Botanica
Graçano,Deusângela; Prado,Jefferson; Azevedo,Aristéa Alves.
Foi realizado um levantamento preliminar de Pteridophyta no Parque Estadual do Rio Doce, sendo coletadas 15 famílias, 27 gêneros c 57 espécies. As famílias encontradas foram Aspleniaceae, Blechnaceae, Dennstaedtiaceae, Dryopteridaceae, Gleicheniaceae, Hymenophyllaceae, Lomariopsidaceae, Osmundaceae, Polypodiaceae, Pteridaceae, Schizaeaceae, Selaginellaceae, Tectariaceae, Thelypteridaceae e Woodsiaceae. Destas, as mais representativas foram Pteridaceae, com 29,8% das espécies distribuídas em quatro gêneros (Adiantum, Hermionitis, Pityrogramma e Pteris) e Thelypteridaceae que apresentou 17,5% das espécies, incluídas em dois gêneros (Macrothelypteris e Thelypteris). As demais famílias variaram de 1,8-8,8% do total das espécies. Das 57 espécies registradas no...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Pteridophyta; Parque Estadual do Rio Doce (MG); Flora pteridofítica.
Ano: 1998 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33061998000200006
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Lista anotada das pteridófitas de florestas inundáveis do alto Rio Negro, Município de Santa Isabel do Rio Negro, AM, Brasil Acta Botanica
Freitas,Carlos Alberto A. de; Prado,Jefferson.
É apresentada uma lista anotada das pteridófitas que ocorrem no Município de Santa Isabel do Rio Negro, Amazonas, como uma contribuição ao conhecimento da flora da amazônia brasileira. Na região predominam as florestas inundáveis e podem ser reconhecidos dois ambientes, os igapós e os sub-bosques. Foram encontradas 48 espécies pertencentes a 15 famílias: Aspleniaceae (3 spp.), Blechnaceae (1 sp.), Davalliaceae (1 sp.), Dennstaedtiaceae (3 spp.), Dryopteridaceae (3 spp.), Hymenophyllaceae (5 spp.), Lomariopsidaceae (5 spp.), Lycopodiaceae (1 sp.), Metaxyaceae (1 sp.), Polypodiaceae (9 spp.), Pteridaceae (6 spp.), Schizaeaceae (4 spp.), Selaginellaceae (3 spp.), Tectariaceae (1 sp.) e Vittariaceae (2 spp.). A maior diversidade de espécies é encontrada no...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Floresta Amazônica; Estado do Amazonas; Pteridófitas; Samambaias; Florística.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062005000200023
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Macrothelypteris e Thelypteris subg. Cyclosorus (Thelypteridaceae) da Estação Ecológica do Panga, Uberlândia, Minas Gerais, Brasil Rev. Bras. Bot.
Arantes,Adriana A.; Prado,Jefferson; Ranal,Marli A..
O levantamento florístico das pteridófitas da "Estação Ecológica do Panga" vem sendo realizado desde 1986. A área abrange 409,5 ha e está situada ca. 30 km ao sul da cidade de Uberlândia, entre as coordenadas 19°09'20"-19°11'10" S e 48°23'20"-48°24'35" W, a 740-840 m de altitude. Esta área é considerada representativa de remanescentes de vegetação natural da região, apresentando diferentes fisionomias campestres, savânicas e florestais. Neste levantamento foram encontradas 52 espécies de pteridófitas, sendo 14 delas pertencentes aos gêneros Macrothelypteris e Thelypteris (Thelypteridaceae). As espécies de Thelypteris pertencem a quatro subgêneros (Amauropelta, Goniopteris, Cyclosorus e Meniscium). Prováveis espécimes híbridos entre Thelypteris dentata...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cerrado; Cyclosorus; Macrothelypteris; Pteridophyta; Thelypteridaceae.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-84042007000300007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Morfologia externa e interna das folhas vegetativas, esporofilos e esporângios de espécies de Huperzia Bernh. (Lycopodiaceae - Pteridophyta) do Brasil Rev. Bras. Bot.
Pita,Patrícia B.; Menezes,Nanuza L. de; Prado,Jefferson.
Lycopodiaceae está inserida em Lycopsida, cuja autapomorfia é a presença de folhas microfilas. Foram estudadas 10 espécies, sete delas endêmicas do Brasil: Huperzia christii (Silveira) Holub, H. friburgensis (Nessel) B. Øllg., H. hemleri (Nessel) B. Øllg., H. intermedia Trevis., H. reflexa (Lam.) Trevis. e H. treitubensis (Silveira) B. Øllg., estas terrestres; H. fontinaloides (Spring) Trevis., H. heterocarpon (Fée) Holub, H. hexasticha B. Øllg. &amp; P.G. Windisch e H. quadrifariata (Bory) Rothm., estas epífitas. As características anatômicas encontradas, que podem ser adaptativas ao ambiente com escassez hídrica são a presença de células epidérmicas com paredes anticlinais sinuosas, invaginações na face interna da parede periclinal externa das...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Anatomia vegetal; Folha; Huperzia; Lycopodiaceae; Pteridophyta.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-84042006000100011
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Mudanças no novo Código de Nomenclatura para Algas, Fungos e Plantas (Código de Melbourne) Acta Botanica
Prado,Jefferson; Hirai,Regina Yoshie; Giulietti,Ana Maria.
São apresentadas as principais alterações aprovadas para o Código de Melbourne, destacando-se a publicação válida de novidades nomenclaturais através de meio eletrônico e a possibilidade de descrições de novos táxons em inglês (além de latim). Aspectos sobre os mecanismos para votação de novas propostas para modificar o Código também são discutidos.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Austrália; Novidades; Publicação eletrônica; Regras de nomenclatura.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062011000300026
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Polypodiaceae e Pteridaceae da Estação Ecológica do Panga, Uberlândia, Estado de Minas Gerais, Brasil Rev. Bras. Bot.
Arantes,Adriana A.; Prado,Jefferson; Ranal,Marli A..
O presente trabalho apresenta o tratamento taxonômico das espécies de Polypodiaceae e Pteridaceae da Estação Ecológica do Panga. A Estação Ecológica do Panga abrange 409,5 ha e está situada a 30 km ao sul do centro da cidade de Uberlândia, MG, entre as coordenadas 19°09'20"-19°11'10" S e 48°23'20"-48°24'35" W, a 740-840 m de altitude. A área apresenta grande importância ecológica por ser uma das poucas formações de vegetação natural da região e por possuir diferentes fisionomias comuns do bioma Cerrado como campestres, savânicas e florestais. Polypodiaceae está representada por quatro gêneros e sete espécies (Campyloneurum centrobrasilianum Lellinger, C. phyllitidis (L.) C. Presl, C. repens (Aubl.) C. Presl, Microgramma lindbergii (Mett. ex Kuhn) de la...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cerrado; Polypodiaceae; Pteridaceae; Samambaias.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-84042010000100015
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Próximos cambios en el Código Internacional de Nomenclatura Botánica (Código de Viena, 2006) Darwiniana
Roberto,Kiesling; Prado,Jefferson.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/other
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.org.ar/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0011-67932005000100018
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Redução de esforço amostral vs. retenção de informação em inventários de pteridófitas na Amazônia Central Biota Neotropica
Zuquim,Gabriela; Costa,Flávia Regina Capellotto; Prado,Jefferson.
A extensa área coberta pelo domínio amazônico e os recursos financeiros limitados para estudos da biodiversidade exigem programas de pesquisa que obtenham o máximo de informação com os menores custos. Com o objetivo de avaliar as conseqüências da redução do esforço amostral sobre a retenção da informação ecológica, testou-se como diferentes larguras de parcela afetam os resultados da relação entre variação ambiental e composição da comunidade de pteridófitas da Amazônia Central. Foram feitas medidas da inclinação do terreno, abertura do dossel e do teor de argila do solo, em 37 parcelas de floresta de terra-firme. Todos os indivíduos de pteridófitas foram identificados e mapeados com relação a três faixas de amostragem. Foram testados os efeitos das...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Comunidade; Gradiente ambiental; Floresta tropical; Protocolo de amostragem; Riqueza de espécies; Samambaia; Textura do solo.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-06032007000300023
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Revisión del género megalastrum (dryopteridaceae) para la Argentina Darwiniana
Arana,Marcelo D; Prado,Jefferson; Ponce,Mónica.
La información referente al género Megalastrum (Dryopteridaceae) para la Argentina es hasta ahora fragmentaria e incompleta. Se presenta aquí una revisión de Megalastrum en Argentina, el cual está representado por seis especies: M. adenopteris, M. ciliatum, M. connexum, M. crenulans, M. fugaceum y M. spectabile. Se provee una clave para las especies, junto con descripciones, notas sobre la distribución y el hábitat, y se incluyen ilustraciones de los caracteres diagnósticos para cada taxón. Se lectotipifican Megalastrum crenulans y M. spectabile. Las especies habitan primariamente en las selvas de Argentina, con una distribución disyunta, tres especies crecen en las Yungas del noroeste, dos especies crecen en la selva Paranaense y una especie crece en la...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cono Sur; Dryopteridaceae; Eupolipoideas I; Flora; Helechos; Taxonomía.
Ano: 2016 URL: http://www.scielo.org.ar/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0011-67932016000200005
Registros recuperados: 21
Primeira ... 12 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional