Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 39
Primeira ... 12 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
A cobertura vegetal das florestas e pastagens. Repositório Alice
UHLMANN, A.; BONNET, A.; CURCIO, G. R.; SILVA, A. de P.; GONÇALVES, F. L. A.; RESENDE, A. S. de.
2014
Tipo: Capítulo em livro científico (ALICE) Palavras-chave: Cobertura vegetal; Comperj.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/995431
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
A tectônica e sua relação com as florestas fluviais dos rios Iguaçu e Tibagi no Segundo Planalto Paranaense - Paraná - Brasil. Repositório Alice
CURCIO, G. R.; BONNET, A.; RACHWAL, M. F. G.; GALVÃO, F.; UHLMANN, A..
2007
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Tectônica; Floresta fluvial; Rio Iguaçu; Rio Tibagi.
Ano: 2007 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/313437
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Alocação de recursos (carboidratos) no desenvolvimento inicial de plântulas de Schizolobium parahyba (Vell.) S. F. Blake (Fabaceae - Caesalpinioideae). Repositório Alice
WEIDLICH, E. W. A.; PESCADOR, R. P.; UHLMANN, A..
Utilizou-se Schizolobium parahyba, objetivando analisar a alocação dos teores de açúcares solúveis totais e de reserva (amido) e biomassas no desenvolvimento das plântulas. Após a quebra de dormência, 200 sementes foram semeadas em substrato composto por casca de arroz carbonizada e areia. Em cada coleta foram utilizadas 10 amostras para dosagem de açúcares solúveis totais e amido e 10 para mensuração das massas frescas e secas (MS e MF) no 7º, 14º, 21º, 28º, 35º e 42º dia após a germinação (DAG). As sementes apresentaram 94,5% de germinação. Os açúcares solúveis totais estão em maiores quantidades nas raízes, hipocótilo e epicótilos. Os cotilédones apresentaram maiores teores de amido, já que este é um órgão de reserva. O aumento da MF é diretamente...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Schizolobium parahyba; Plântula; Alocação de recurso.
Ano: 2010 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/877787
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Análise do desenvolvimento de espécies arbóreas com potencial para a recuperação de ambientes fluviais na Bacia Hidrográfica do Rio Itajaí - Açu em neossolo flêvico. Repositório Alice
QUINTANI, I. J.; UHLMANN, A.; VOLKMANN, A.; ZIMMER, E.; STÜRMER, S. L..
Este trabalho buscou avaliar o estabelecimento e desenvolvimento de nove espécies florestais em diferentes espaçamentos em neossolo flúvico após um ano de plantio, para que se possa inferir com base sólida quais espécies são promissoras para recuperação em ambientes aluviais.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Ambientes fluviais; Essencia florestal.
Ano: 2009 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/579903
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atributos de solos coesos e não coesos no Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro, Itaboraí - RJ. Repositório Alice
RAMOS, M. R.; UHLMANN, A.; MELO, V. de F.; CURCIO, G. R.; CAGLIONI, E..
Os solos coesos estão presentes em ampla distribuição geográfica, não estando limitado apenas ao tabuleiro costeiro. Desta forma, estudos de caracterização se fazem necessários para identificar as variações existentes, considerando que o caráter coeso se tem manifestado em geologias distintas. Outro fator é que apesar de ampla a literatura sobre solos coesos, ainda é inexistente a caracterização desses solos tendo como referência, na mesma área, um não coeso. O objetivo deste trabalho foi o de caracterizar os atributos morfológicos, químicos e físico- hídricos de solos coesos e não coesos, em duas topossequências, desenvolvidos sob mesma condição climática e histórico de uso no Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (COMPERJ). Foram coletadas amostras...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Solos; Morfologia; Atributo químico; Atributo Físico-hídrico.
Ano: 2015 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1031353
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atributos químicos de solos em diferentes pisos altitudinais na Serra do Rio do Janeiro. Repositório Alice
RAMOS, M. R.; UHLMANN, A.; CURCIO, G. R.; RESENDE, A. S.; CAGLIONI, E.; GONÇALVES, F. L. A..
A faixa atlântica brasileira possui extrema diversidade ambiental, onde a ocorrência de diversidade dos solos é muito grande, dado os diferentes patamares altitudinais ocupado por ela. Com o objetivo de identificar essas diferenças foi estudado os atributos químicos dos solos em áreas próximas e dentro do Parque Estadual dos Três Picos no Rio de Janeiro. Foram coletados solos em cinco pisos altitudinais, sendo três perfis para cada piso, para verificar a diversidade pedológica. Foi utilizado a análise de componentes principais como ferramenta de segregação. De uma maneira geral, os solos mais férteis estão situados no maior piso altitudinal e os que estão em cotas mais baixas tenderam a apresentar baixa fertilidade natural.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Patamar altitudinal; Fertilidade natural; Serra fluminense.
Ano: 2015 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1024208
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Biomassa de espécies nativas em área sob processo de recuperação induzida na Bacia do Vale do Itajaí. Repositório Alice
GIRARDI, C. G.; RUTHNER, R. R.; GALVÃO, F.; CURCIO, G. R.; UHLMANN, A.; STÜRMER, S. L.; ZIMMER, E.; PESCADOR, R..
Este trabalho teve por objetivo quantificar o acúmulo e distribuição da biomassa de quatro espécies nativas em uma área sob processo de recuperação induzida na bacia do Vale do Itajaí.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Biomassa; Espécie nativa; Matéria orgânica.
Ano: 2009 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/579823
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Crescimento inicial de espécies arbóreas nativas em solos degradados e com presença de plintita no Bioma Cerrado, Brasília - DF. Repositório Alice
LIMA, E. M.; CURCIO, G. R.; BONNET, A.; UHLMANN, A.; PALMA, V. H..
A intensificação do processo de antropização somado às características dos solos do Cerrado, em grande parte oligotróficos e intemperizados, dificulta a regeneração natural das espécies florestais, sendo necessária a intervenção humana para recompor a paisagem natural. O presente estudo teve como objetivo indicar espécies para iniciar o processo de recuperação de áreas degradadas do Cerrado com presença de plintita e processo de erosão estabelecido. Desta forma, analisamos as taxas de incremento em diâmetro e altura; e a taxa de sobrevivência e mortalidade de 963 indivíduos plantados próximo a área ciliar, em diferentes espaçamentos e com distinta composição de espécies. Os valores de incremento e sobrevivência variaram bastante de espécie para espécie....
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Fragility; Plant species survival; Regeneração; Sobrevivência; Cerrado; Natural regeneration.
Ano: 2018 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1099716
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Deposição de serapilheira e nutrientes minerais em área de revegetação induzida na planície do Rio Itajaí - Açu, SC, Brasil. Repositório Alice
MÜLLER, M.; PESCADOR, R.; UHLMANN, A.; STURMER, S. L.; ZIMMER, E.; SEVEGNANI, L.; GIRARDI, C. G.; POZZOBON, M..
2011
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Serapilheira; Floresta fluvial; Nutriente mineral.
Ano: 2011 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/905221
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Distribuição vertical de oito espécies epifíticas na Floresta Ombrófila Densa em Santa Catarina. Repositório Alice
CAGLIONI, E.; BONNET, A.; SCHMITT, J. L.; CRISTOFOLINI, C.; UHLMANN, A..
2012
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Epífito; Forófito; Copa.
Ano: 2012 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/941923
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Epífitos vasculares e sua distribuição na paisagem. Repositório Alice
BONNET, A.; CUNHA, C. F. da; CURCIO, G. R.; RESENDE, A. S. de; GONÇALVES, F. L. A.; UHLMANN, A..
2014
Tipo: Capítulo em livro científico (ALICE) Palavras-chave: Vegetação epifítica; Comperj.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/995424
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Epífitos vasculares e sua distribuição na paisagem. Repositório Alice
BONNET, A.; CUNHA, C. F. da; CURCIO, G. R.; RESENDE, A. S. de; GONÇALVES, F. L. A.; UHLMANN, A..
Este capítulo trata dos epífitos vasculares observados na área do empreendimento. Descrevem-se os resultados da primeira etapa do monitoramento na área, em florestas dos compartimentos Proterozoico e Terciário, assim como nas formações arbustivas de planícies do Quaternário. São também apontadas as espécies de epífitos registradas nos arredores da área do Comperj, as quais servirão de parâmetros comparativos.
Tipo: Capítulo em livro científico (ALICE) Palavras-chave: Vegetação epifítica; Comperj.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1008527
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Epífitos vasculares predominantes em zonas ecológicas de forófitos, Santa Catarina, Brasil. Repositório Alice
CAGLIONI, E.; BONNET, A.; SCHMITT, J. L.; CRISTOFOLINI, C.; ANDRADE, S. de; CADORIN, T. J.; OLIVEIRA, C. P. L. de; GROSCH, B.; GASPER, A. L. de; UHLMANN, A.; SEVEGNANI, L.; VIBRANS, A. C..
Espécies epifíticas apresentam formas, dimensões e biomassa distintas e colonizam os forófitos em regime temporário ou permanente. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a distribuição de epífitos vasculares de biomassa visualmente dominante nas zonas ecológicas dos forófitos (fuste, copa interna e copa externa) da Floresta Ombrófila Densa de Santa Catarina. Os estudos foram realizados em 13 unidades amostrais, no interior das quais foram selecionados oito forófitos. Para a coleta dos dados, foi empregada a técnica de arvorismo e observação a partir do solo. De modo geral, as espécies registradas puderam ser classificadas como holoepífitos característicos e facultativos, e hemiepífitos primários e secundários. A família Bromeliaceae destacou-se...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Inventário Florístico Florestal; Santa Catarina; Floresta Ombrófila Densa; Holoepífitos; Bromeliaceae.
Ano: 2012 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/937602
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estrutura e diversidade do componente arbóreo de Floresta Atlântica no parque nacional da serra do Itajaí, Santa Catarina. Repositório Alice
CAGLIONI, E.; CURCIO, G. R.; UHLMANN, A.; BONNET, A..
Este estudo objetivou caracterizar um segmento arbóreo/arbustivo de Floresta Ombrófila Densa Submontana em paisagem de encosta, a partir da margem de um ribeirão em Blumenau/SC, em solos não hidromórficos, bem como analisar sua estrutura associando-se as características geopedológicas. Realizou-se contextualização pedossequencial da encosta, ao longo da qual foram instaladas 33 parcelas de 100 m2 cada, amostrando-se todos os indivíduos com PAP ? 15 cm. Foram calculados parâmetros fitossociológicos e índice de diversidade, assim como elaboraram-se gráficos de altura das espécies por terço da encosta e confeccionou-se a curva de rarefação de espécies, para comparar com outros levantamentos fitossociológicos da Bacia Hidrográfica do Itajaí. Foram...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Fitossociologia; Floresta de encosta; Mata Atlântica; Pedossequência; Blumenau.
Ano: 2015 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1019275
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Fitossociologia de fragmentos de Floresta Estacional Decidual no Estado de Santa Catarina - Brasil. Repositório Alice
SCHORN, L. A.; MEYER, L.; SEVEGNANI; VIBRANS, A. C.; VANESSA, D.; GASPER, L. A. L. de.; UHLMANN, A.; VERDI, M.; STIVAL-SANTOS, A..
O estudo objetivou avaliar a fitossociologia da Floresta Estacional Decidual no Estado de Santa Catarina, em seus componentes arbóreo/arbustivo e regeneração natural, bem como comparar estes quanto à composição florística e inferir sobre o estádio de conservação dos remanescentes. Foram usados dados de 78 unidades amostrais levantadas no Inventário Florístico Florestal do Estado de Santa Catarina. Em cada unidade amostral foram amostrados os componentes arbóreo/arbustivo (DAP ? 10 cm) em 4000 m2 e a regeneração natural (altura ? 1,50 m; DAP < 10 cm) em 100 m2. Foi efetuado o cálculo dos parâmetros fitossociológicos e índices de diversidade de Shannon e equabilidade, bem como, classificaram-se as espécies quanto ao grupo ecológico. Para verificar a...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Componente arbóreo arbustivo; Estrutura; Regeneração natural; Sub-bosque.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1004806
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Floristic and forest inventory of Santa Catarina: species of evergreen rainforest. Repositório Alice
GASPER, A. L. de; UHLMANN, A.; SEVEGNANI, L.; MEYER, L.; LINGNER, D. V.; VERDI, M.; STIVAL-SANTOS, A.; SOBRAL, M.; VIBRANS, A. C..
O presente trabalho objetivou apresentar a lista de espécies da floresta pluvial subtropical (Floresta Ombrófila Densa) em Santa Catarina, com base em 202 unidades amostrais implantadas pelo Inventário Florístico Florestal de Santa Catarina para estudo do componente arbóreo-arbustivo e da regeneração, além de coletas florísticas externas às unidades amostrais. Foram registradas 1.473espécies, 19,0% das espécies citadas para esta tipologia florestal no Brasil, dentre estas três gimnospermas e 1.470 angiospermas. As famílias mais ricas em espécies foram: Orchidaceae (143 espécies), Myrtaceae (142), Asteraceae (98), Melastomataceae (86), Fabaceae (78), Rubiaceae (65), Solanaceae (61), Bromeliaceae (57), Piperaceae (56) e Lauraceae (52). Entre as espécies...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Mata Atlântica; Floresta Ombrófila Densa; Biodiversidade; Inventário florestal.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1003425
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Fungos micorrízicos arbusculares na recuperação de florestas ciliares e fixação de carbono no solo. Repositório Alice
BRAGHIROLLI, F. L.; SGROTT, A. F.; PESCADOR, R.; UHLMANN, A.; STÜRMER, S. L..
A associação micorrízica arbuscular estabelecida entre os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs - Filo Glomeromycota) e as raízes das plantas tem papel fundamental na sobrevivência e nutrição das plantas. Nesta revisão, é salientado que a tríade floresta ciliar-fixação de carbono-fungos micorrízicos arbusculares deve ser considerada uma estratégia ambientalmente correta para recuperar áreas outrora ocupadas por florestas ciliares. São apresentadas brevemente as classes de solos que ocorrem em ambientes ripários e a entrada de carbono (C) nos ecossistemas terrestres. Posteriormente, é enfatizado que os fungos micorrízicos arbusculares possuem papel importante no processo de fixação de carbono no solo, visto seus efeitos na absorção de nutrientes pelas...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Micorriza; Classe de solo; Micélio extrarradicular; Crescimento vegetal; Agregação do solo.
Ano: 2012 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/931125
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Geopedologia e a sua influência sobre espécies arbóreas em florestas fluviais. Infoteca-e
CURCIO, G. R.; UHLMANN, A.; SEVEGNANI, L..
A recuperação de florestas fluviais compreende uma série de ações, sendo a primeira identificar a unidade fitogeográfica em que se está trabalhando. Na seqüência, a bacia hidrográfica deve ser compartimentada geopedologicamente, buscando identificar suas características hidrodinâmicas e, sobretudo, relacionar essas com os diversos padrões de leitos de rio, os quais possuem feições geomórficas distintas, ocupadas por diferentes tipos de solos. Em seguida, há a necessidade de se reconhecer como as espécies vegetais estão inseridas nesse contexto ambiental. Isso pode ser feito valendo-se de estudos que relacionem a fitossociologia às classes de solos, identificando a distribuição das espécies vegetais aos tipos de solos. Após a obtenção dessas informações e,...
Tipo: Documentos (INFOTECA-E) Palavras-chave: Geologia; Geomorfologia; Solo; Floresta fluvial; Semente; Bioma; Conservação da natureza.
Ano: 2006 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/314514
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Geopedologia e a sua influência sobre espécies arbóreas em florestas fluviais. Infoteca-e
CURCIO, G. R.; UHLMANN, A.; SEVEGNANI, L..
A recuperação de florestas fluviais compreende uma série de ações, sendo a primeira identificar a unidade fitogeográfica em que se está trabalhando. Na seqüência, a bacia hidrográfica deve ser compartimentada geopedologicamente, buscando identificar suas características hidrodinâmicas e, sobretudo, relacionar essas com os diversos padrões de leitos de rio, os quais possuem feições geomórficas distintas, ocupadas por diferentes tipos de solos. Em seguida, há a necessidade de se reconhecer como as espécies vegetais estão inseridas nesse contexto ambiental. Isso pode ser feito valendo-se de estudos que relacionem a fitossociologia às classes de solos, identificando a distribuição das espécies vegetais aos tipos de solos. Após a obtenção dessas informações e,...
Tipo: Documentos (INFOTECA-E) Palavras-chave: Geologia; Geomorfologia; Solo; Floresta fluvial; Semente; Bioma; Conservação da natureza.
Ano: 2006 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/297446
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Grupos funcionais da floresta fluvial do Rio Tibagi e suas relações com os compartimentos geopedológicos - Paraná - Brasil. Repositório Alice
CURCIO, G. R.; BONNET, A.; RACHWAL, M. F. G.; GALVÃO, F.; UHLMANN, A..
2009
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Floresta fluvial; Geopedologia; Rio Tibagi; Paraná.
Ano: 1998 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/303484
Registros recuperados: 39
Primeira ... 12 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional