Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 83
Primeira ... 12345 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ação de fitorreguladores no crescimento da erva-cidreira-brasileira Horticultura Brasileira
Stefanini,Mirian Baptista; Rodrigues,Selma Dzimidas; Ming,Lin Chau.
Lippia alba, espécie brasileira da família Verbenaceae, é plantada e usada em todo o Brasil por suas atividades farmacológicas como analgésica, antiespasmódica, calmante, sedativa e citostática. Popularmente a Lippia é denominada de alecrim, cidreira falsa ou falsa melissa. O trabalho visou testar o efeito das aplicações de GA3, ethephon e CCC sobre o crescimento de Lippia alba (Mill.) N.E.Br. - Verbenaceae, em diferentes épocas do ano. O experimento foi instalado na Fazenda São Manuel, pertencente à UNESP em Botucatu, de dezembro/95 a dezembro/96. O mesmo consistiu de sete tratamentos e três repetições em blocos inteiramente casualizados, com os tratamentos aplicados nas parcelas e as colheitas nas subparcelas. Os tratamentos incluíram o controle, ácido...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Lippia alba; Verbenaceae; Ácido giberélico; Ethephon; CCC; Plantas medicinais.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-05362002000100003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ácido Giberélico (GA3) e maturação de frutos das tangerinas 'Mexerica Montenegrina'e 'Poncã' Scientia Agricola
Marur,Celso Jamil; Stenzel,Neusa Maria Colauto; Rampazzo,Elcio Felix; Scholz,Maria Brígida Santos.
Na região norte do estado do Paraná, Brasil, as tangerinas `Ponkan' (Citrus reticulata) e `Montenegrina' (Citrus deliciosa) geralmente são colhidas em maio e julho, respectivamente. Aplicações de produtos à base de GA3 podem estender o período de produção, permitindo aos produtores programar a colheita e obter melhores preços. Neste trabalho foi estudado o efeito do GA3 sobre a maturação dos frutos de ambas as espécies, nos anos de 1996 e 1997. Os tratamentos constaram de concentrações compreendidas entre 20 e 60 mg L-1 de GA3 aplicadas ao início da mudança de cor dos frutos e quando a coloração alaranjada estava mais avançada. A cada 21 dias a maturação dos frutos foi visualmente avaliada e 6 frutos por parcela foram amostrados para análises do grau Brix...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ácido giberélico; Maturação; Mexerica `Montenegrina'; Tangerina `Poncã'.
Ano: 1999 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90161999000300002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ácido giberélico no crescimento inicial de mudas de pessegueiro. Repositório Alice
WAGNER JÚNIOR, A.; SILVA, J. O. da C. e; SANTOS, C. E. M. dos; PIMENTEL, L. D.; NEGREIROS, J. R. da S.; BRUCKNER, C. H..
O emprego de certas práticas culturais são fundamentais para obtenção de mudas de qualidade, com reduzido período de formação. Realizou-se, este trabalho, em casa de vegetação, no Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Viçosa, com o objetivo de avaliar o efeito de cinco concentrações de ácido giberélico (GA3) (0; 50; 100; 150 e 200 mg L-1), no crescimento inicial do pessegueiro. O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados, com quatro repetições, considerando-se como unidade experimental, os quatro recipientes plásticos contendo uma planta cada. Foram realizadas três aplicações de GA3 (60, 80 e 100 dias de cultivo). Nas aplicações, a parte aérea foi molhada inteiramente, utilizando-se 20 ml de solução para cada planta....
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Pêssego; Prunus persica; Etapa de dsenvolvimento da planta; Muda; Ácido giberélico; Peaches; Plant development; Seedling growth; Gibberellic acid; Duraznos; Desarrollo de la planta; Crecimiento de plántulas.
Ano: 2008 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/508973
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Alongamento de plantas de Dendrobium nobile Lindl. com pulverização de ácido giberélico. Repositório Alice
VICHIATO, M. R. de M.; VICHIATO, M.; CASTRO, D. M. de; DUTRA, L. F.; PASQUAL, M..
Dendrobium nobile Lindl. (olho-de-boneca) é uma das orquídeas mais populares do Brasil, ocupando posição de destaque no mercado de plantas de corte e de vaso. Entretanto, o desenvolvimento muito lento da família Orchidaceae tem contribuído para o elevado valor unitário de suas plantas, sendo necessárias técnicas que promovam a obtenção mais rápida de plantas comercializáveis. Objetivando avaliar o efeito do ácido giberélico no alongamento de plantas de D. nobile, foi realizado experimento em delineamento inteiramente casualizado com cinco concentrações de GA3 (0, 50, 100, 200 e 400 mg.L-1) e treze repetições. Efetuaram-se quatro pulverizações com soluções de ácido giberélico a intervalos quinzenais e noventa dias após início dos tratamentos, avaliaram-se...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Orquídea; Dendrobium nobile; Orchidaceae; Ácido giberélico; Regulador de crescimento.
Ano: 2007 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/313464
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Análise de crescimento de plantas de manjericão tratadas com reguladores vegetais Bragantia
Barreiro,Adriana Pacheco; Zucareli,Valdir; Ono,Elizabeth Orika; Rodrigues,João Domingos.
O estudo objetivou avaliar o efeito de reguladores vegetais no desenvolvimento de plantas de manjericão (Ocimum basilicum L.). Para tanto, plantas foram cultivadas em vasos de 12 litros em casa de vegetação. O delineamento foi em blocos casualizados com quatro tratamentos contendo quatro repetições e cinco coletas. Os tratamentos consistiram de aplicações foliares dos seguintes reguladores vegetais: ácido giberélico (GA3) 100 mg L-1, ácido 2-cloroetilfosfônico (ethephon) 100 mg L-1 e cinetina 100 mg L-1, que foram preparados em solução aquosa. As aplicações dos reguladores vegetais foram realizadas aos 40, 60 e 80 dias após a semeadura (DAS), e o desenvolvimento das plantas avaliado em coletas a intervalos de 14 dias, aos 50, 64, 78, 92 e 106 DAS. Em...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/report Palavras-chave: Manjericão; Índices fisiológicos; Ácido giberélico; Ethephon; Cinetina.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052006000400005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
ANELAMENTO E ÁCIDO GIBERÉLICO NA FRUTIFICAÇÃO DA UVA 'MARIA' SEM SEMENTES Scientia Agricola
Kalil,Geovanita Paulino da Costa; Terra,Maurilo Monteiro; Kalil Filho,Antonio Nascimento; Macedo,Jefferson Luiz Vasconcello de; Pires,Erasmo José Paioli.
Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar a resposta do cultivar Maria (IAC 514-6) ao anelamento e à aplicação de ácido giberélico na concentração de 200ppm, no início ou após o florescimento, para as características dos cachos, bagos e engaços. O experimento foi realizado em Jundiaí, SP, e o delineamento estatístico foi inteiramente casualizado, com doze tratamentos e cinco repetições. Não foram detectados efeitos de época de anelamento ou de aplicação de ácido giberélico. Efeitos significativos do anelamento no tronco ou nos ramos e da aplicação do ácido giberélico ou de ambos os tratamentos foram detectados para as características estudadas. Os incrementos verificados para essas características foram semelhantes ao serem aplicados os...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Videira cv. Maria; Anelamento; Ácido giberélico.
Ano: 1999 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90161999000200010
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Anelamento e regulador de crescimento: efeitos sobre as medidas biométricas e qualidade de cachos da videira "Superior Seedless". Repositório Alice
LEÃO, P. C. de S.; SILVA, D. J.; SILVA, E. E. G. da..
2004
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Uva sem sementes; Bioestimulante; Ácido giberélico; Crop set.
Ano: 2004 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/155390
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Anelamento e reguladores de crescimento: efeitos sobre as medidas biométricas e qualidade de cachos da videira 'Superior Seedless' Rev. Bras. Frutic.
Leão,Patrícia Coelho de Souza; Silva,Davi José; Silva,Emanuel Élder Gomes da.
Com o objetivo de se obter maior tamanho de baga, peso médio de cacho e produtividade, os cachos da variedade Superior Seedless foram pulverizados com ácido giberélico (1 + 20 mg.L-1), bioestimulante Crop Set® nas doses de 0,1 e 0,2% e com ou sem anelamento no caule. Esses tratamentos foram aplicados de forma isolada ou combinados entre si. O trabalho foi conduzido durante o período 2001-2002 (dois ciclos de produção), no Campo Experimental de Bebedouro da Embrapa Semi-Árido em Petrolina-PE. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com 12 tratamentos e três repetições, sendo duas plantas por parcela. Não foram observadas diferenças significativas entre os tratamentos nos dois ciclos de produção. Entretanto, quando o ácido giberélico foi...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Uvas sem sementes; Bioestimulante; Ácido giberélico; Crop Set®.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452004000300003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Aplicação de Ag3 e CPPU na qualidade da uva 'Itália' em Porto Feliz-SP. Repositório Alice
RODRIGUES, A.; ARAUJO, J. P. C. de; GIRARDI, E. A.; SCARPARE, F. V.; SCARPARE FILHO, J. A..
A videira 'Itália' (Vitis vinifera L.) é a cultivar de uva fina para mesa mais consumida no Brasil. A qualidade dos cachos é uma característica fundamental, sendo o tamanho das bagas o componente mais valorizado pelos consumidores. Uma das alternativas para incrementar a qualidade das bagas é o uso de biorreguladores. Avaliaram-se, em três ciclos de produção, os efeitos de doses de ácido giberélico (AG3) isolado e associado com forchlorfenuron (CPPU), na qualidade dos cachos de uva Itália produzida em Porto Feliz-SP. A aplicação dos biorreguladores foi realizada aos 25 dias após o florescimento, em delineamento experimental inteiramente casualizado, em fatorial 4X4 (zero, 10; 20 e 30 mg L-1 AG3 X zero, 5; 10 e 15 mg L-1 CPPU), com oito repetições para o...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Ácido giberélico; Ciclo de produção; Forchlorfenuron; Vitis vinifera L..
Ano: 2011 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/895485
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Aplicação de AG3 e CPPU na qualidade da uva 'Itália' em Porto Feliz-SP Rev. Bras. Frutic.
Rodrigues,Alessandro; Araujo,João Paulo Campos de; Girardi,Eduardo Augusto; Scarpare,Fabio Vale; Scarpare Filho,João Alexio.
A videira 'Itália' (Vitis vinifera L.) é a cultivar de uva fina para mesa mais consumida no Brasil. A qualidade dos cachos é uma característica fundamental, sendo o tamanho das bagas o componente mais valorizado pelos consumidores. Uma das alternativas para incrementar a qualidade das bagas é o uso de biorreguladores. Avaliaram-se, em três ciclos de produção, os efeitos de doses de ácido giberélico (AG3) isolado e associado com forchlorfenuron (CPPU), na qualidade dos cachos de uva Itália produzida em Porto Feliz-SP. A aplicação dos biorreguladores foi realizada aos 25 dias após o florescimento, em delineamento experimental inteiramente casualizado, em fatorial 4X4 (zero, 10; 20 e 30 mg L-1 AG3 X zero, 5; 10 e 15 mg L-1 CPPU), com oito repetições para o...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ácido giberélico; Ciclo de produção; Forchlorfenuron; Vitis vinifera L.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452011000100001
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Aplicação de reguladores vegetais em uva apirena 'Centennial Seedless' Ciência Rural
Macedo,Willian Rodrigues; Terra,Maurilo Monteiro; Tecchio,Marco Antonio; Pires,Erasmo José Paioli; Fernandes,Gisele Machado; Villar,Larissa; Moura,Mara Fernandes.
O trabalho objetivou avaliar o efeito de doses crescentes do forchlorfenuron associado ou não ao ácido giberélico sobre componentes físico-químicos da uva 'Centennial Seedless' para consumo in natura. Os tratamentos testados foram ácido giberélico (AG3) (0 e 5mg L-1) associado ao forchlorfenuron (0, 2, 4, 6, 8 e 10mg L-1). As variáveis analisadas foram a massa, o comprimento e a largura dos cachos, das bagas e dos engaços, o teor de sólidos solúveis, o pH, a acidez titulável e a relação sólidos solúveis/acidez titulável (SS/AT). O experimento foi conduzido em vinhedo localizado no município de São Miguel Arcanjo, no sudoeste do Estado de São Paulo, sendo os reguladores vegetais aplicados aos 15 dias após o pleno florescimento, mediante pulverização...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Vitis vinifera L.; Ácido giberélico; Forchlorfenuron; Qualidade do fruto.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782010000800007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade amilolítica e qualidade fisiológica de sementes armazenadas de milho superdoce tratadas com ácido giberélico. Repositório Alice
ARAGÃO, C. A.; DANTAS, B. F.; ALVES, E.; CATANEO, A. C.; CAVARIANI, C.; NAKAGAWA, J..
2002
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Milho: Semente; Qualidade fisiológica; Ácido giberélico; Amilase; Zea mays.
Ano: 2002 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/155413
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação de meios de cultivo para pinhão manso (Jatropha Curcas l.) Repositório Alice
CARVALHO, J. M. F. C.; ARRIEL, N. H. C.; LIMA, I. C. da.; ALVES, M. M.; MILANI, M..
2010
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Jatropha curcas; Imersão; Germinação; Ácido giberélico.
Ano: 2010 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/855114
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação de métodos para renovação de copa em erval plantado. Repositório Alice
GOULART, I. C. G. dos R.; PENTEADO JUNIOR, J. F.; FERRON, R. M.; CHEMIN, C.; MONTAGNER, V.; PICOLO, S. A..
2016
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Erva mate; Regulador de crescimento; Reforma de ervais; Ilex paraguariensis; Espécie nativa; Ácido giberélico.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1060675
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação de tratamentos para a quebra da dormência das sementes de araticum. Infoteca-e
PEREIRA, E. B. C.; PEREIRA, A. V.; MELO, J. T.; SOUSA-SILVA, J. C.; FALEIRO, F. G..
0
Tipo: Fôlder / Folheto / Cartilha (INFOTECA-E) Palavras-chave: Germinação; Semente; Araticum; Annona crassiflora; Dormência da semente; Propagação vegetativa; Ácido giberélico; Germination; Seeds; Dormancy; Plant propagation; GA.
URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/568306
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Calidad fisiológica de semillas de variedades de Ocimum producidas bajo condiciones del Valle del Cauca, Colombia Acta Agron. (Palmira)
Durán Gaviria,Leila Aceneth; Castro Vargas,Diego Fernando; Sánchez Orozco,Manuel Salvador; Bonilla Correa,Carmen Rosa.
El género Ocimum con más de 150 especies se caracteriza por la alta variabilidad morfológica y quimiotípica y el gran valor en las industrias de perfumería, cosmética, alimentaria y farmacéutica. Con el objetivo de evaluar la calidad fisiológica de las semillas de este género, en el Centro Experimental y el Laboratorio de Fisiología Vegetal de la Universidad Nacional de Colombia sede Palmira, se realizaron pruebas de germinación y viabilidad con 2,3,5- trifenil tetrazolio, TTZ. En un diseño factorial con semillas de cinco variedades, tres tratamientos y tres repeticiones, se evaluaron los efectos de embeber las semillas durante 5 minutos en nitrato de potasio KNO3 al 0.2% y ácido giberélico AG3 a 250 ppm y 500 ppm como primer riego y un testigo...
Tipo: Journal article Palavras-chave: Albahaca; Quimiotipos; Germinación; Tetrazolio; Viabilidad; Latencia; Nitrato de potasio; Ácido giberélico.
Ano: 2016 URL: http://www.scielo.org.co/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0120-28122016000100006
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
CARACTERIZACIÓN FENOTÍPICA DE SEGREGANTES IDENTIFICADOS CON MARCADORES DE MICROSATÉLITES, CON ÉNFASIS EN APIRENIA Y RESPUESTA A ÁCIDO GIBERÉLICO EN CRECIMIENTO DE BAYAS DE UVA Agricultura Técnica
Barticevic R.,Margarita; Zavala M.,Kattina; De Felice,Simona; Valenzuela B.,Jorge; Muñoz Sch.,Carlos; Hinrichsen R.,Patricio.
En este artículo se reporta la caracterización de algunos cruzamientos de uva de mesa (Vitis vinifera L.) para los caracteres desarrollo de semilla, tamaño de bayas y respuesta al tratamiento con ácido giberélico (GA3) para crecimiento de baya. Para ello, se han usado segregantes de identidad conocida por cuanto se ha verificado su filiación en base a un conjunto de cinco marcadores de microsatélites heterocigotos en los progenitores, con los que se detectó entre 18 y 21% de autofertilización del cultivar madre, además de cerca de 3% de plantas que no coinciden genéticamente con ninguno de los progenitores. Los cruzamientos estudiados fueron Ruby Seedless x Sultanina, Ruby Seedless x Perlette y sus respectivos recíprocos (76 y 56 segregantes en producción,...
Tipo: Journal article Palavras-chave: Vitis vinifera L.; Mejoramiento genético de uva de mesa; Filiación; Microsatélites; Apirenia; Ácido giberélico; Tamaño de bayas.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.cl/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0365-28072004000100001
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Crescimento de plantas de Salvia officinalis sob ação de reguladores de crescimento vegetal Ciência Rural
Povh,Juliana Aparecida; Ono,Elizabeth Orika.
O objetivo deste trabalho foi estimar os parâmetros da análise de crescimento em função de diferentes reguladores vegetais aplicados na parte aérea de plantas de Salvia officinalis L. Para tanto,o experimento foi instalado em casa de vegetação do Departamento de Botânica, Instituto de Biociências, da Universidade Estadual Paulista, Botucatu, SP. Os tratamentos consistiram na pulverização da solução de 100mg L-1 de ácido giberélico (GA3); 100mg L-1 de benzilaminopurina (BAP); 100mg L-1 de ácido 2-cloroetil-fosfônico (ethephon); Stimulate® a 2% (90mg L-1 de cinetina, 50mg L-1 de ácido giberélico e 50mg L-1 de ácido indolilbutírico) e água (testemunha). As aplicações foram realizadas em três épocas, aos 15, 25 e 35 dias após o transplante (d.a.t.) e o...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Lamiaceae; Ácido giberélico; Benzilaminopurina; Área foliar específica.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782008000800015
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Crescimento e teor de proteínas em sementes de soja sob influência de hormônios vegetais Rev. Bras. Bot.
Nascimento,Ronaldo do; Mosquim,Paulo R..
Os prováveis hormônios vegetais envolvidos no crescimento e acúmulo de proteínas de reserva em sementes de soja foram avaliados por meio do cultivo artificial dos frutos. Explantes de frutos de soja apresentando o pericarpo completamente expandido e sementes com aproximadamente 100 mg de massa fresca foram cultivados in vitro com várias concentrações de ácido naftaleno-acético (ANA), ácido giberélico (GA3), benziladenina (BA) e ácido abscísico (ABA). Esses fitorreguladores foram utilizados inicialmente isolados nas concentrações de 10-7, 10-6, 10-5 e 10-4 mol.L-1 cada um. Em seguida, foram combinados dois a dois, sendo as concentrações determinadas em função dos maiores incrementos na massa seca das sementes observados nos experimentos iniciais. O ANA foi...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ácido giberélico; Explantes; Fitoreguladores.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-84042004000300016
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Cultivo in vitro de eixos embrionários de paricá. Repositório Alice
REIS, I. N. R. de S.; LAMEIRA, O. A.; CORDEIRO, I. M. C. C.; CASTRO, C. V. B.; CARNEIRO, A. G..
Objetivou-se, neste trabalho, avaliar a influência do meio de cultura MS normal e com as concentrações dos sais reduzidas à metade (½ MS), a presença de ácido giberélico (AG3) e de ácido cítrico em eixos embrionários de paricá cultivados in vitro. Os eixos embrionários foram extraídos das sementes e inoculados em meio de cultura básico MS e ½ MS, suplementados ou não com ácido cítrico (1 g.L-1) e com AG3 (3 mg.L-1), constituindo 6 tratamentos e 7 repetições. Os eixos embrionários de paricá podem ser cultivados em meio MS com metade das concentrações dos sais, não sendo necessária a adição de ácido cítrico, e a presença de 3 mg.L-1 de AG3 afetou o desenvolvimento das plântulas de paricá.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Ácido giberélico; Ácido citrico; Madeira; Schizolobium parayba var. amazonicum.
Ano: 2009 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/658242
Registros recuperados: 83
Primeira ... 12345 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional