Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 3
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estrutura de florestas secundárias após dois diferentes sistemas agrícolas no nordeste do estado do Pará, Amazônia Oriental. Repositório Alice
RODRIGUES, M. A. C. de; MIRANDA, I. S.; KATO, M. do S. A..
O objetivo deste trabalho foi caracterizar e comparar a estrutura de florestas secundárias com quatro anos de idade, que foram formadas após a utilização de dois diferentes sistemas de eliminação da cobertura vegetal - o sistema alternativo (SA) que tritura a biomassa e o sistema tradicional (ST) que utiliza o fogo. O estudo foi conduzido na região Bragantina que está localizada no nordeste do Pará. Para tal, foram selecionadas três áreas amostrais para cada sistema de uso da terra. Dentro de cada área amostral foram alocadas aleatoriamente quatro parcelas de 15 m2 (3 x 5 m), totalizando 60 m² por área de estudo e 180 m2 por sistema de uso. Foi encontrada uma diversidade média (H?) de 2,94 para o SA e 3,32 para o ST, a densidade média foi 459.556 ind. ha-1...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Agricultura de derruba e queima; Agricultura de corte e trituração; Tipitamba; Diversidade.
Ano: 2007 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/919002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estrutura de florestas secundárias após dois diferentes sistemas agrícolas no nordeste do estado do Pará, Amazônia Oriental Acta Amazonica
Rodrigues,Mauro Antônio Cavaleiro de Macedo; Miranda,Izildinha Souza; Kato,Maria do Socorro Andrade.
O objetivo deste trabalho foi caracterizar e comparar a estrutura de florestas secundárias com quatro anos de idade, que foram formadas após a utilização de dois diferentes sistemas de eliminação da cobertura vegetal - o sistema alternativo (SA) que tritura a biomassa e o sistema tradicional (ST) que utiliza o fogo. O estudo foi conduzido na região Bragantina que está localizada no nordeste do Pará. Para tal, foram selecionadas três áreas amostrais para cada sistema de uso da terra. Dentro de cada área amostral foram alocadas aleatoriamente quatro parcelas de 15 m² (3 x 5 m), totalizando 60 m² por área de estudo e 180 m² por sistema de uso. Foi encontrada uma diversidade média (H') de 2,94 para o SA e 3,32 para o ST, a densidade média foi 459.556 ind. ha-1...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Agricultura de derruba e queima; Agricultura de corte e trituração; Diversidade.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672007000400014
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Relações interpessoais dos agricultores parceiros do Projeto Tipitamba, da Embrapa Amazônia Oriental. Repositório Alice
MATOS, L. M. S. de; AZEVEDO, C. M. B. C. de; KATO, O. R.; ANDRADE, J. P. de; MATOS, G. B. de..
Neste trabalho aplicou-se a sociometria moreniana para identificar a rede de comunicação interpessoal dos agricultores parceiros do projeto Tipitamba, da Embrapa Amazônia Oriental, que trabalha a temática agricultura sem queima e estão localizados em comunidades rurais, nos municípios de Igarapé-Açu e Marapanim, no nordeste paraense. Foram coletados dados nas comunidades de São João, Novo Brasil, Nova Olinda, Aparecida e Nossa Senhora do Rosário. Utilizaram-se perguntas abertas por meio de um roteiro pré-estabelecido que oportunizasse a elaboração do sociograma dos agricultores entrevistados referente às interações política, afetiva e técnica, bem como, conhecer e identificar as razões que os levam a se comunicar na comunidade. Os resultados apontam que...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Agricultura de corte e trituração; Sociometria moreniana; Comunicação rural; Comunidade rural; Amazônia; Tipitamba; Relação interpessoal.
Ano: 2013 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/971506
Registros recuperados: 3
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional