Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 8
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Calendário agrícola, agrobiodiversidade e distribuição espacial de roçados Kulina (Madija), Alto Rio Envira, Acre, Brasil. Repositório Alice
HAVERROTH, M.; NEGREIROS, P. R. M..
O presente trabalho objetiva avaliar a composição e distribuição espacial e temporal de roçados entre os Kulina (Madija) do Alto Rio Envira, estado do Acre, sudoeste da Amazônia Brasileira. A população estudada vive em aldeias às margens do rio Envira, distribuídas em três Terras Indígenas, e sua língua pertence à família linguística Arawá. A pesquisa de campo foi realizada com base em entrevistas semiestruturadas e abertas, observação direta e participante, marcação dos roçados com aparelho de GPS e fotografias. Foram observados 64 roçados, com áreas que variam de 50 m2 até 2 ha. São cultivadas entre 3 e 15 espécies em cada roçado. O calendário agrícola segue a sazonalidade regional. O trabalho nos roçados envolve a abertura, ano após ano, de novos...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Agricultural calendar; Agrobiodiversidade; Agricultura de subsistência; Conhecimento tradicional; Índios Kulina; Madija; Roçado; Clearing; Alto Rio Envira (AC); Acre; Amazônia Ocidental; Western Amazon; Amazonia Occidental; Calendário agrícola; Exploração florestal; Regeneração natural; Agroforestry; Indigenous knowledge; Subsistence farming; Natural regeneration; Agroforestería; Conocimiento tradicional; Agricultura de subsistencia; Regeneración natural.
Ano: 2011 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/927179
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização físico-química de farinhas de mandioca (Manihot esculenta Crantz) dos povos indígenas Kaxinawá. Repositório Alice
ALVARES, V. de S.; HAVERROTH, M.; FELISBERTO, F. A. V.; MADRUGA, A. L. S..
A produção de farinha na TI Kaxinawá de Nova Olinda é feita pelas famílias, cada qual produzindo o suficiente para seu próprio consumo sempre que considerem necessário e tenham matéria-prima adequada e suficiente para a produção de farinha. Não há produção para comercialização fora da TI. O processo de produção é bastante simples e pode ser de dois tipos: a partir da raiz ralada, prensada e torrada; ou a chamada farinha puba, que consiste em deixar as raízes de molho na água até amolecerem, seguido de prensagem e torração. Dessa forma, o objetivo deste trabalho foi caracterizar as farinhas de mandioca produzidas na TI Kaxinawá de Nova Olinda.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Conhecimento tradicional; Terra Indígena Kaxinawá de Nova Olinda (TIKNO); Feijó (AC); Acre; Amazônia Ocidental; Mandioca; Manihot esculenta; Farinha; Qualidade; Propriedade físico-química; Agricultura de subsistência; Indigenous knowledge; Cassava flour; Physicochemical properties; Food quality; Subsistence farming; Western Amazon; Conocimiento tradicional; Harina de yuca; Propiedades fisicoquímicas; Calidad de los alimentos; Agricultura de subsistencia; Amazonia Occidental.
Ano: 2013 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/970764
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Controle agroecológico de insetos-praga na agricultura Kaxinawá de Nova Olinda, Feijó, AC. Repositório Alice
SILVA, E. N. da; SANTOS, R. S.; SUTIL, W. P.; OLIVEIRA, J. F. A. de; VASCONCELOS, A. da S.; AZEVEDO, T. da S.; SANTANA, F. R. do C..
O povo indígena Kaxinawá é a etnia indígena que detém a maior populaçãoindígena do estado do Acre e, cujas atividades produtivas giram em torno da caça, da pesca e da agricultura. Os Kaxinawá de Nova Olinda, Feijó, AC, praticam agricultura de subsistência, sendo que qualquer perda de alimento pelo ataque de pragas causa impacto, comprometendo diretamente a quantidade e qualidade do alimento produzido.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Agroecologia; Formiga cortadeira; Conhecimento tradicional; Terra Indígena Kaxinawá de Nova Olinda (TIKNO); Feijó (AC); Acre; Amazônia Ocidental; Western Amazon; Amazonia Occidental; Ecologia vegetal; Agricultura de subsistência; Praga de planta; Inseto; Controle natural; Broca; Cosmopolites sordidus; Gorgulho dos cereais; Sitophilus zeamais; Agroecology; Subsistence farming; Indigenous knowledge; Plant pests; Insect pests; Control methods; Leaf-cutting ants; Atta; Agroecología; Agricultura de subsistencia; Conocimiento tradicional; Plagas de plantas; Plagas de insectos; Métodos de control; Hormigas cotadoras de hojas.
Ano: 2009 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/494786
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Cultivated plants in the Kaxinawá Indigenous Land of Nova Olinda, Acre, Brazil. Repositório Alice
LANZA, T. R.; MING, L. C.; HAVERROTH, M.; FERREIRA, A. B..
Research suggests that the traditional native orchards materialize a highly complex productive system, which requires a wide input of local agricultural knowledge and practices for its maintenance. In addition, many plant resources depend directly on human management in these agroecosystems to persist. In this sense, this study has as main objective to provide the valorization and the preservation of this knowledge on the forms of use and management of the plants that have been, over time, accumulated, selected and used by countless generations.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Yuca; Plátano; Conhecimento tradicional; Terra Indígena Kaxinawá de Nova Olinda (TIKNO); Feijó (AC); Acre; Amazônia Ocidental; Agricultura de subsistência; Mandioca; Manihot esculenta; Banana; Musa paradisíaca; Milho; Zea mays; Amendoim; Arachis hypogaea; Sistema de cultivo; Pousio; Capoeira; Subsistence farming; Indigenous knowledge; Cropping systems; Fallow; Cassava; Bananas; Corn; Agricultura de subsistencia; Conocimiento tradicional; Sistemas de cultivo; Barbecho; Bananos; Maíz.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1071141
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Cultivo de espécies alimentares em quintais urbanos de Rio Branco, Acre, Brasil. Repositório Alice
SIVIERO, A.; DELUNARDO, T. A.; HAVERROTH, M.; OLIVEIRA, L. C. de; MENDONÇA, A. M. S..
(Cultivo de espécies alimentares em quintais urbanos de Rio Branco, Acre, Brasil). Os quintais são espaços de resistência no ambiente urbano que garantem a interação do homem com elementos do mundo natural. As plantas alimentares cultivadas em quintais urbanos são importantes na complementação da dieta alimentar dos moradores da cidade. Este trabalho teve como objetivo realizar um levantamento das espécies vegetais de uso alimentar cultivadas em quintais urbanos de Rio Branco. Foram realizadas entrevistas presenciais com uso de questionário específi co registrando as espécies vegetais de uso alimentar, área do quintal e fatores socioeconômicos dos moradores em 132 quintais urbanos de Rio Branco entre 2009 e 2010. Os bairros selecionados para este estudo...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Agrobiodiversidade; Quintal urbano; Rio Branco (AC); Acre; Amazônia Ocidental; Agricultura de subsistência; Nutrição humana; Horta caseira; Análise estatística; Subsistence farming; Human nutrition; Biodiversity; Kitchen gardens; Statistical analysis; Agricultura de subsistencia; Nutrición humana; Biodiversidad; Huertos para cocinar; Análisis estadístico.
Ano: 2011 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/912104
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Levantamento de himenópteros parasitoides na agricultura Kaxinawá de Nova Olinda, Feijó, AC. Repositório Alice
SILVA, E. N. da; SANTOS, R. S.; PENTEADO-DIAS, A. M. M.; ONODY, H. C..
O conhecimento acerca do ciclo de vida, bem como seus nichos e inimigos naturais de insetos-praga, podem trazer soluções para um controle racional e adequado. O levantamento de insetos, especialmente os himenópteros parasitoides, é importante para o conhecimento da entomofauna de determinada região, bem como na busca de inimigos naturais que possam ser utilizados em programas de controle biológico. Em uma agricultura de base agroecológica (sem utilização de agrotóxicos), como é a praticada pelos Kaxinawá, o controle biológico exerce papel fundamental na regulação de insetos-praga. O estudo foi conduzido na aldeia Porto Alegre, terra indígena Kaxinawá, Feijó, AC.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Agroecologia; Conhecimento tradicional; Terra Indígena Kaxinawá de Nova Olinda (TIKNO); Feijó (AC); Acre; Amazônia Ocidental; Western Amazon; Amazonia Occidental; Ecologia vegetal; Agricultura de subsistência; Praga de planta; Controle biológico; Inseto; Levantamento populacional; Vespa; Himenóptero; Agroecology; Subsistence farming; Indigenous knowledge; Plant pests; Insect pests; Hymenoptera; Biological control; Current population survey; Agroecología; Agricultura de subsistencia; Conocimiento tradicional; Plagas de plantas; Plagas de insectos; Control biológico; Sondeo de la población actual.
Ano: 2008 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/508896
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Partnering for greater success: local stakeholders and research in tropical biology. Repositório Alice
KAINER, K. A.; DiGIANO, M. L.; DUCHELLE, A. E.; WADT, L. H. de O.; BRUNA, E.; DAIN, J. L..
Local communities are important stakeholders in resource management and conservation efforts, particularly in the developing world. Although evidence is mixed in suggesting that these resident stakeholders are optimal forest stewards, it is highly unlikely that large tracts of tropical forests will be conserved without engaging local people who depend on them daily for their livelihoods. Stakeholders, who reside in biodiverse ecosystems like tropical forests, are the largest direct users and ultimate decision-makers of forest fate, can be important investors in conservation, harbor local ecological knowledge that complements Western science and frequently have long-term legitimate claims on lands where they reside. Research partnerships with local...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Comunidade rural; Agricultura de subsistência; Agricultura sustentável; Floresta tropical úmida; Proteção ambiental; Pesquisa; Parceria; Pesquisador; Community supported agriculture; Stakeholders; Subsistence farming; Sustainable agriculture; Tropical forests; Cooperative research; Agricultura comunitaria; Grupos de interés; Agricultura de subsistencia; Agricultura sustentable; Bosques tropicales; Investigación cooperativa.
Ano: 2009 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/511990
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Wild food plants in the Kaxinawá Indigenous Land of Nova Olinda, Acre, Brazil. Repositório Alice
LANZA, T. R.; MING, L. C.; HAVERROTH, M.; FERREIRA, A. B..
The objective of the present study was the study of wild food plants used in the five villages of TI Kaxinawá of Nova Olinda (TIKNO), located in the municipality of Feijó, Acre, Brazil. TIKNO covers an area of approximately 28,000 hectares, on the banks of the Envira River, with a total population of 492 inhabitants. The methodology used was free listing and walking in the woods with different indigenous representatives.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Conhecimento tradicional; Terra Indígena Kaxinawá de Nova Olinda (TIKNO); Feijó (AC); Acre; Amazônia Ocidental; Western Amazon; Amazonia Occidental; Etnobotânica; Recursos florestais; Agricultura de subsistência; Planta silvestre; Consumo alimentar; Forest resources; Subsistence farming; Indigenous knowledge; Wild plants; Food consumption; Recursos forestales; Agricultura de subsistencia; Conocimiento tradicional; Plantas silvestres; Consumo alimentario.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1071149
Registros recuperados: 8
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional