Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 8
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Alterações físicas e químicas durante o desenvolvimento de mangas 'Tommy Atkins' no vale de São Francisco, Petrolina-PE Rev. Bras. Frutic.
Lucena,Eliseu Marlônio Pereira de; Assis,Joston Simão de; Alves,Ricardo Elesbão; Silva,Víctor César Macêdo da; Enéias Filho,Joaquim.
O presente trabalho objetivou caracterizar o crescimento dos frutos de mangueira (Mangifera indica L.), cv. Tommy Atkins, da antese até a colheita comercial, visando à definição do ponto de colheita ideal baseado em determinações físicas e físico-químicas. Os frutos foram colhidos aos 35; 49; 63; 70; 77; 84; 98 e 112 dias após a antese (DAA), sendo feitas as seguintes determinações: diâmetro longitudinal, diâmetro ventral, diâmetro transversal, produto dos diâmetros, massa fresca, massa seca, massa e teor de água, escala de Blush para coloração da casca e sólidos solúveis. O trabalho indicou que as mangas atingiram a maturidade aos 98 DAA e que a massa seca, dentre os estudados, é o melhor indicador do estádio de desenvolvimento dos frutos.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Mangifera indica; Fisiologia pós-colheita; Crescimento do fruto; Tommy Atkins.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452007000100021
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Alterações físicas e químicas durante o desenvolvimento de mangas Tommy Atkins no Vale do São Francisco, Petrolina-PE. Repositório Alice
LUCENA, E. M. P. de; ASSIS, J. S. de; ALVES, R. E.; SILVA, V. C. M. da; ENÉAS FILHO, J..
O presente trabalho objetivou caracterizar o crescimento dos frutos de mangueira (Mangifera indica L.), cv. TommyAtkins, da antese até a colheita comercial, visando à definição do ponto de colheita ideal baseado em determinações físicas e físico-químicas. Os frutos foram colhidos aos 35; 49; 63; 70; 77; 84; 98 e 112 dias após a antese (DAA), sendo feitas as seguintesdeterminações: diâmetro longitudinal, diâmetro ventral, diâmetro transversal, produto dos diâmetros, massa fresca, massa seca,massa e teor de água, escala de Blush para coloração da casca e sólidos solúveis. O trabalho indicou que as mangas atingiram amaturidade aos 98 DAA e que a massa seca, dentre os estudados, é o melhor indicador do estádio de desenvolvimento dos frutos.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Crescimento do fruto; Tommy AtkinS; Manga; Pós-Colheita; Mangifera Indica; Fisiologia Vegetal; Mangoes.
Ano: 2007 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1106356
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização do crescimento de frutos de clones elites de cupuaçuzeiro (Theobroma grandiflorum (Willd ex spreng) Schumm. Repositório Alice
CRUZ, E. D.; SANTOS, J. L. dos; ALVES, R. M..
2002
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Cupuaçu; Fisiologia; Crescimento do fruto; Formação do fruto; Abortamento do fruto.
Ano: 2002 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/406300
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Crescimento do fruto de abacaxizeiro com indução floral aos oito e dez meses. Repositório Alice
CADES, M.; ANDRADE NETO, R. de C.; ALMEIDA, U. O. de; RIBEIRO, A. M. A. de S..
2014
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Abacaxizeiro; Indução floral; Crescimento do fruto.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/999743
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Crescimento e desenvolvimento de frutos de lichia cv. Brewster Bragantia
Vieira,Gerival; Finger,Fernando Luiz; Agnes,Ernani Luiz.
Acompanhou-se o crescimento e desenvolvimento de frutos de lichia (Litchi chinensis Sonn.) cv. Brewster, em Viçosa (MG). Da abertura das panículas até cerca de 45 dias após o florescimento (DAF), 95% da matéria fresca total dos frutos correspondeu à soma das massas da semente e da casca. A matéria fresca dos frutos aumentou exponencialmente entre 45 e 80 DAF; observaram-se, porém, incrementos menores de matéria até o final do desenvolvimento, aos 104 DAF. Próximo ao final do ciclo de desenvolvimento do fruto, atribuiu-se 60% da matéria fresca total ao arilo, enquanto 14 e 26% corresponderam à semente e à casca respectivamente. Os frutos apresentaram maior conteúdo de sólidos solúveis totais aos 77 DAF. A acidez total foi reduzida de 6,0%, aos 45 DAF, para...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Crescimento do fruto; Litchi chinensis Sonn.; Sólidos solúveis; Acidez.
Ano: 1996 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051996000200018
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Curva de crescimento de frutos de pêssego em regiões subtropicais Rev. Bras. Frutic.
Bruna,Emilio Dela.
Em regiões com inverno ameno, o cultivo de pêssego tem apresentado um aumento significativo na produção, especialmente para as variedades de ciclo curto. A determinação da melhor época para a execução de práticas culturais, como o raleio, é de fundamental importância para a melhoria da qualidade dos frutos colhidos. A indicação da melhor época para a execução do raleio pode ser definida a partir do conhecimento da curva de crescimento dos frutos. Foi avaliado o crescimento de frutos de pessegueiro mediante dados de peso verde (PV) e de peso seco (PS) em 20 variedades cultivadas na Epagri Estação Experimental de Urussanga. As plantas foram agrupadas em variedades de ciclo curto, de ciclo médio e de ciclo longo de acordo com o tempo que levaram da floração à...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Prunus persica; Crescimento do fruto; Produção; Ecofisiologia; Qualidade; Fisiologia.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452007000300050
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito da indução floral sobre o crescimento do fruto de abacaxizeiro nas condições do Acre, Brasil. Repositório Alice
ANDRADE NETO, R. de C.; CADES, M.; ALMEIDA, U. O. de; OLIVEIRA, J. R. de.
A época ideal para prática de indução floral no abacaxizeiro é determinada a partir da data desejada para colheita, sendo que o vigor da planta deve ser observado na ocasião do tratamento. Plantas pequenas quando induzidas não produzem frutos adequados para o mercado. O trabalho teve como objetivo a avaliação do comprimento e diâmetro de frutos obtidos de abacaxizeiros induzidos aos 8 e 10 meses após o plantio. O experimento foi implantado e conduzido no Estado do Acre, na Colônia Bom Jesus, município de Senador Guiomard. Os tratos culturais indispensáveis ao cultivo foram empregados para o cultivo do abacaxizeiro. Foram colhidos 5 frutos por unidade experimental e avaliados, obtendo-se o comprimento (cm), diâmetro central (cm) e massa (g). Houve...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Fruticultura; Abacaxi; Ananas comosus; Indução floral; Crescimento do fruto; Colônia Bom Jesus; Senador Guiomard (AC); Acre; Amazônia Ocidental.
Ano: 2015 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1028880
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estudo anatômico do crescimento do fruto em Acca sellowiana Berg. Rev. Bras. Frutic.
Esemann-Quadros,Karin; Mota,Ana Paula; Kerbauy,Gilberto Barbante; Guerra,Miguel Pedro; Ducroquet,Jean Pierre Henri Joseph; Pescador,Rosete.
A Acca sellowiana Berg. (Myrtaceae) é uma frutífera nativa dos planaltos meridionais do Sul do Brasil e que se encontra em processo de domesticação. Seus frutos são doce-acidulados e podem ser consumidos in natura ou empregados para a produção de sucos e doces. Assim, informações sobre o desenvolvimento, morfologia e anatomia de seus frutos são de grande interesse e foram objetos do presente trabalho. O fruto (ovário mais hipanto), no tempo zero (plena floração), tem, em média, 0,6 cm de altura e 0,4 cm de diâmetro, sendo cerca de dez vezes menor que o fruto maduro. Longitudinalmente, identificam-se três regiões distintas: locular, sublocular e prolongamento. Transversalmente, na região mediana, estão delimitadas três regiões: 1) epiderme (casca): com...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Goiaba serrana; Anatomia do fruto; Crescimento do fruto.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452008000200005
Registros recuperados: 8
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional