Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 9
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ações do CRMV-PR na promoção da defesa sanitária animal junto aos médicos-veterinários e alunos de Medicina Veterinária do estado do Paraná MV&Z
Vieira, R. G. V.; Costa Jr, C. A.; Laurindo, E. E.; Freitas, M. C. D. O.; Lisboa, J. A. N..
A Comissão Estadual de Defesa Sanitária e Sanidade Animal (CEDSSA) tem como principal função planejar, analisar, avaliar e orientar as ações do CRMV-PR no âmbito da defesa sanitária animal. Existem aproximadamente 1.547 médicos-veterinários entre habilitados para emissão de Guia de Trânsito Animal (GTA) e para realização de exames de Brucelose e Tuberculose, 2.550 cadastrados para a vacinação de fêmeas bovídeas contra Brucelose e ainda aproximadamente 785 atuando como Responsáveis Técnicos (RTs) em granjas de suínos e aves no Paraná. Todos esses profissionais possuem vínculo com os órgãos de defesa sanitária animal. Os membros da CEDSSA/CRMV-PR, por meio da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná – ADAPAR e da Superintendência Federal do Ministério da...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Defesa sanitária animal; Médico-veterinário; CRMV-PR.
Ano: 2016 URL: http://www.revistamvez-crmvsp.com.br/index.php/recmvz/article/view/31968
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação da movimentação de animais aquáticos no estado de Goiás no período de 2013 e 2014 MV&Z
Castro, D. P. O.; Tomaz, L. A. G.; Val, P. S. F.; Brandão, M. G..
O Estado de Goiás apresenta excepcional potencial para o desenvolvimento da aquicultura. Sua localização geográfica favorece o escoamento da produção aos principais mercados consumidores, proporcionando grande vantagem mercadológica perante os demais Estados da Federação. O presente estudo avaliou as informações relevantes ao trânsito de peixes no Estado de Goiás por meio do cadastramento de estabelecimentos com peixes e das guias de trânsito animal. Os dados foram extraídos do sistema informatizado da Agrodefesa em forma de 24 relatórios relativos ao período de janeiro de 2013 a dezembro de 2014, com o quantitativo de guias de trânsito animal (GTAs) emitidas no mês analisado e os principais destinos com o quantitativo de peixes. Para Goiás, no ano de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Guia de trânsito animal; Defesa sanitária animal; Aquicultura.
Ano: 2016 URL: http://www.revistamvez-crmvsp.com.br/index.php/recmvz/article/view/31933
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação soroepidemiológica da doença de Newcastle em criações de galinhas de quintal, próximas e distantes de granjas industriais no estado da Bahia MV&Z
Pereira Gonçalves, Francisco; Correia de Lima, Victor; Fernandes, Lia; Emilio, Paulo.
A Doença de Newcastle (DNC) acomete aves de diversas espécies, éuma infecção viral altamente contagiosa considerada como uma dasenfermidades mais importantes tanto para a avicultura moderna quantopara criações de subsistência. O presente trabalho realizou um levantamentosoroepidemiológico da DNC em regiões do Estado da Bahia que se distinguempela proximidade de planteis industriais de aves. Para o levantamentosorológico foi utilizado o ensaio imunoenzimático, ELISA, para detecção deanticorpos contra DNC. No período de agosto de 2011 a fevereiro de 2012foram colhidas amostras de sangue de 212 galinhas de quintal, não vacinadas,oriundas de oito criatórios localizados em quatro municípios da Bahia. Osresultados obtidos indicaram 56,56% de animais positivos...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Doença das aves; Paramyxovirus; Defesa sanitária animal; Sorologia veterinária; Epidemiologia veterinária.
Ano: 2014 URL: http://www.revistamvez-crmvsp.com.br/index.php/recmvz/article/view/23842
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estrutura da defesa sanitária animal do serviço veterinário oficial do RS MV&Z
Santos, L. C.; Rigon, G. M.; Göcks, M.; Groff, A. C. M.; Groff, F. H. S..
As atividades de defesa sanitária animal do Estado do Rio Grande do Sul (RS) tem por finalidade a execução dos programas nacionais sanitários instituídos pelo MAPA, destinados à garantia da saúde dos rebanhos gaúchos, à segurança alimentar dos produtos de origem animal e à manutenção e conquista de mercados. O objetivo deste resumo é apresentar os principais aspectos estruturais da Defesa Sanitária Animal do Serviço Veterinário Oficial do RS. A Divisão de Defesa Sanitária Animal do Departamento de Defesa Agropecuária da SEAP/RS é formada por duas seções: 1) Seção de Rastreabillidade e Certificação Animal, responsável pela coordenação das auditorias do SISBOV e 2) Seção de Vigilância Zoossanitária, onde estão inseridos os programas sanitários das...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Defesa sanitária animal; Serviço veterinário oficial; Rio Grande do Sul.
Ano: 2016 URL: http://www.revistamvez-crmvsp.com.br/index.php/recmvz/article/view/32019
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Identificação de focos de tuberculose bovina na Bahia a partir da vigilância em matadouros frigoríficos inspecionados MV&Z
Batista, M. S.; Cerqueira, R. B.; Sousa, E. O.; Gonçalves, V. P.; Perez, A.; Ávila, L. N..
A tuberculose bovina (BTB) é uma enfermidade de caráter zoonótico, caracterizada pela formação de granulomas nodulares e apresenta importante impacto econômico e na saúde pública. Na Bahia, o estudo da prevalência e fatores de risco da tuberculose bovina (2008 a 2010), utilizando-se de métodos de tuberculinização para o diagnóstico definitivo, encontrou uma prevalência de rebanho de 1,6% (com intervalo de 0,3-2,9% a depender da região) e uma prevalência animal de 0,21% (com intervalo de 0,02-0,66%). Com a evolução do programa de controle da BTB e a redução da sua prevalência, a vigilância epidemiológica em matadouros frigoríficos assume papel importante para a identificação de focos a partir de lesões observadas durante a inspeção sanitária post-mortem de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Mycobacterium bovis; Diagnóstico bacteriológico; Defesa sanitária animal.
Ano: 2016 URL: http://www.revistamvez-crmvsp.com.br/index.php/recmvz/article/view/31941
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Mortalidade de aves notificadas ao serviço veterinário oficial estadual do Rio Grande do Sul no período de janeiro a julho de 2015 MV&Z
Azevedo, D. L.; Campos, F. L.; Borges Fortes, F. B.; Loureiro, F..
A avicultura, segmento agropecuário de grande relevância no Estado do Rio Grande do Sul, está concentrada na Serra Gaúcha e na região do Vale do Taquari. O trabalho do Serviço Veterinário Oficial (SVO) na área de avicultura é baseado nas legislações federais e estaduais vigentes. O presente trabalho trata da atuação do SVO que, dentre outras atribuições, recebe as notificações e investiga as causas de mortalidades atípicas em qualquer espécie de ave, incluindo as de produção. Na análise efetuada procura-se verificar se a mortalidade foi por uma causa infecciosa, por sinistro (incêndios, inundações, tempestade, etc.) ou decorrente de falhas humanas (erro de manejo). Após essa verificação, o SVO delineia a sua atuação, definindo a necessidade de colheita de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Defesa sanitária animal; Aves; Serviço veterinário oficial.
Ano: 2016 URL: http://www.revistamvez-crmvsp.com.br/index.php/recmvz/article/view/32014
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Notificações de doenças de ovinos recebidas pelo serviço veterinário oficial estadual do Rio Grande do Sul em 2014 MV&Z
Azevedo, D. L.; Campos, F. L.; Kohek Jr, I..
O Estado do Rio Grande do Sul contabiliza o maior rebanho de ovinos do país, representando 24,6% da ovinocultura brasileira, expressando-se como importante atividade econômica e cultural. Assim como nas demais espécies de animais de produção, a sanidade do rebanho de ovinos é assegurada pelas atividades executadas pelo Serviço Veterinário Oficial (SVO), com o atendimento das notificações de ocorrências de enfermidades de notificação compulsória, definidas nas legislações estadual e federal, contando, desde 2014, com o Programa Estadual de Sanidade Ovina (PROESO). O presente trabalho avaliou as principais enfermidades notificadas ao SVO, assim como as suas distribuições geográficas e os números de animais afetados. Foram levantados os dados que constavam...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Defesa sanitária animal; Ovinos; Serviço veterinário oficial.
Ano: 2016 URL: http://www.revistamvez-crmvsp.com.br/index.php/recmvz/article/view/32013
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Principais ameaças sanitárias endêmicas da cadeia produtiva de suínos no Brasil PAB
Zanella,Janice Reis Ciacci; Morés,Nelson; Barcellos,David Emilio Santos Neves de.
Resumo: O Brasil se destaca por ser o quarto maior produtor e exportador de carne suína. A ocorrência de determinadas doenças na produção animal é um dos fatores mais importantes para a suinocultura. Os patógenos de suínos podem ser divididos em três grupos: agentes de doenças transmitidas por alimentos de origem animal; agentes de doenças de importância estratégica para o sistema de defesa sanitária; e agentes de doenças responsáveis por prejuízos na produção animal. Algumas enfermidades, como a peste suína clássica e a febre aftosa, impactam duramente o mercado exportador; doenças endêmicas ou enzoóticas deterioram os índices produtivos e aumentam o custo de produção, com perda da competitividade; e doenças transmitidas por alimentos, embora não afetem...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Defesa sanitária animal; Doenças enzoóticas; Sanidade animal; Suinocultura; Zoonose..
Ano: 2016 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2016000500443
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Vacinação contra a febre aftosa no estado de São Paulo MV&Z
Costa, H. L. R.; Bugni, F. M.; Rebello, A.; Lima, J. E. A..
O Estado de São Paulo possui uma população de 9.975.595 bovídeos, aproximadamente 5% do rebanho brasileiro e é o principal exportador de carne bovina, tendo sido responsável em 2014 por 30% das exportações efetuadas. O último foco de febre aftosa em São Paulo foi registrado em março de 1996, e o Estado é reconhecido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como livre de febre aftosa com vacinação. Essa situação sanitária é resultado do trabalho de todo o setor pecuário paulista, incluindo o Serviço Veterinário Oficial, os produtores rurais, as indústrias produtoras de vacinas contra a febre aftosa e os estabelecimentos que revendem essas vacinas. A Resolução SAA n.74, de 27/11/2009, determina que anualmente a vacinação contra a febre aftosa seja...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Febre aftosa; Vacinação; Defesa sanitária animal.
Ano: 2016 URL: http://www.revistamvez-crmvsp.com.br/index.php/recmvz/article/view/32003
Registros recuperados: 9
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional