Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 4
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Dinâmica populacional de espécimes da família Urticaceae após a colheita na Flona do Tapajós. Repositório Alice
RUSCHEL, A. R.; PEREIRA, P. C. G.; BATISTA, A. C. G..
Nesse estudo buscou-se mostrar a dinâmica de espécies arbóreas da Família Urticaceae do gênero Pouroma e Cecropia em uma cronossequência de nove avaliações em 33 anos pós-colheita florestal, realizada no sítio experimental km-67 da FLONA do Tapajós. Como resultado detectou-se que as espécies de Urticaceae são espécimes tipicamente pioneiros e confirmam esse comportamento pela rápida ocupação do ?vazio florestal?, das clareira causadas pela exploração florestal. Essa ocupação ocorreu nos primeiros quatro anos e essa população manteve-se até os oito anos pós-colheita declinando sucessivamente de forma que após 27 anos a população encontra-se similar a área controle, na qual não houve exploração. Importante observar que na dinâmica da biomassa obteve-se a...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Amazônia; Cecropia; Espécies pioneiras; Flona Tapajós; Resiliência.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1009613
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estrutura da comunidade arbórea e juvenil de um grupo de espécies demandantes de luz 26 anos pós-exploração florestal no Morro do Felipe, Amapá. Repositório Alice
SOUSA, J. B. S. de; RUSCHEL, A. R.; SOARES, M. H. M.; CASTRO, A. C. de J. de.
O presente estudo tem como objetivo analisar a dinâmica da comunidade arbórea e juvenil de um grupo de espécies demandantes de luz 26 anos pós-exploração florestal. A área de estudo pertencente ao grupo Jari, totaliza 500 ha, localiza-se no Morro do Felipe, munícipio de Vitória do Jari, Amapá. Em 1984 instalaram-se 40 PPs (40 ha), sendo 36 à área explorada (T1) e 04 PPs à área não explorada (T0), realizando inventários contínuos da comunidade arbórea (DAP ≥ 20,0 cm) e juvenil (2,5 ≥ DAP > 5,0 cm), para o presente estudo se considerou os inventários dos anos de 1984, 1986, 1994, 2004 e 2011. Dentre do grupo de espécies demandantes de luz selecionadas, as mais abundantes foram cupiúba, ucuúbada- terra-firme e embaúba representando 19%...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Comunidade florestal; Dinâmica pós-exploração; Espécies pioneiras; Floresta Tropical; Árvore Florestal.
Ano: 2018 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1105957
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estudo da germinação de sementes de espécies arbóreas pioneiras: Tibouchina pulchra Cogn. e Tibouchina granulosa Cogn. (Melastomataceae) Acta Botanica
Zaia,José Eduardo; Takaki,Massanori.
A influência da luz no processo de germinação de sementes de Tibouchina pulchra e T granulosa foi estudada. Sementes de Tibouchina pulchra e T. granulosa submetidas a diferentes qualidades e quantidades de luz demonstram forte dependência para o processo de germinação. Em condições de escuro e irradiação com vermelho-extremo, as sementes não germinaram, demonstrando o envolvimento do fitócromo no processo, como evidenciado através de curvas de fluencia-respostae de curvas de escape da ação do litocromo. Após 12 meses deestocagem sob baixa temperatura as sementes apresentaram a mesma percentagem de sementes viáveis. A partir destes resultados conclui-se que T. pulchra and T granulosa são espécies pioneiras.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Espécies pioneiras; Germinação de sementes; Litocromo; Tibouchina.
Ano: 1998 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33061998000300004
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
O Banco de sementes de um trecho de uma floresta Atlântica montana (São Paulo - Brasil) BJB
BAIDER,C.; TABARELLI,M.; MANTOVANI,W..
Durante a regeneração da floresta tropical, após perturbações naturais ou antrópicas, o banco de sementes do solo está envolvido no estabelecimento de grupos ecológicos e na restauração da riqueza de espécies lenhosas. Para a análise da composição de espécies do banco de sementes de um trecho de floresta Atlântica madura, no Sudeste do Brasil, foram coletadas 57 amostras de solo, distribuídas aleatoriamente em 2 ha, totalizando 28.500 cm³ de solo coletado. Durante um período de 17 meses germinaram 497 sementes, 65% distribuídas entre 0 e 2,5 cm de profundidade, totalizando 872 sementes/m². O banco de sementes dessa floresta caracterizou-se pela presença de dois componentes: o herbáceo, composto por 66 morfotipos, pertencentes a famílias ricas em espécies...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Banco de sementes; Espécies pioneiras; Floresta Atlântica; Melastomataceae; Regeneração.
Ano: 1999 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71081999000200014
Registros recuperados: 4
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional