Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 8
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Alterações hemodinâmicas e intracranianas em cães com hemorragia aguda, anestesiados com isofluorano Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Nishimori,C.T.; Paula,D.P.; Moraes,P.C.; Conceição,E.D.V.; Carareto,R.; Nunes,N.; Freitas,P.M.C..
Estudaram-se possíveis alterações hemodinâmicas e intracranianas em cães submetidos à hemorragia aguda e anestesiados pelo isofluorano. Verificou-se também a influência do anestésico no mecanismo de auto-regulação cerebral. Utilizaram-se 20 cães adultos que foram induzidos à anestesia geral com isofluorano por máscara naso-oral a 3,5V% (volume %). Após a intubação orotraqueal, reajustou-se o vaporizador para 2,1V%. Induziu-se a hipovolemia retirando-se volume total de 35ml/kg de sangue. Avaliaram-se pressão intracraniana (PIC), temperaturas intracraniana (TIC) e corpórea (T), pressão de perfusão cerebral (PPC), pressões arteriais sistólica (PAS), diastólica (PAD) e média (PAM), freqüências cardíaca (FC) e respiratória (FR), índices cardíaco (IC) e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Hipovolemia; Isofluorano; Auto-regulação cerebral; Hemodinâmica.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352006000600012
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação hemodinâmica e metabólica da cetamina e cetamina S(+) após a reposição volêmica com hidroxietilamido 130/0,4 e solução salina hipertônica 7,5% Ciência Rural
Oleskovicz,Nilson; Duque,Juan Carlos; Guirro,Erica Cristina Prado; Valadão,Carlos Augusto Araújo; Fantoni,Denise Tabacchi.
O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos hemodinâmicos e metabólicos, após a administração de solução salina hipertônica (NaCL) 7,5% ou em associação ao hidroxietilamido (HES), em cães com hipovolemia induzida e tratados com cetamina. Após a indução da hipovolemia, administrou-se NaCl 7,5% (4,0ml kg-1) no grupo hipertônica levógira (GHL) e grupo hipertônica racêmica (GHR) ou HES 130/0,4 na mesma proporção de sangue retirado, associado a NaCl 7,5% (4ml kg-1) no grupo hipertônica colóide levógira (GHCL) e no grupo hipertônica colóide racêmica (GHCR). Após 30 minutos, administrou-se, por via IV, cetamina levógira (CL) (5mg kg-1) no GHL e GHCL ou cetamina racêmica (CR) (10mg kg-1) no GHR e GHCR. Empregou-se a análise de variância de uma única via com...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Solução hipertônica; Hidroxietilamido; Cetamina; Cães; Hipovolemia.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782008000400017
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeitos cardiorrespiratórios da tiletamina-zolazepam em cães hipovolêmicos Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Valadão,C.A.A.; Pacchini,C.E..
O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos da associação tiletamina-zolazepam em cães hipovolêmicos. Estudaram-se as alterações cardiovasculares em 14 cães, divididos em grupo A (controle, n=7) e grupo B (experimental, n=7). Os cães foram anestesiados com sevoflurano (1,5 concentração alveolar mínima - CAM) para a implantação dos cateteres venosos, arteriais e da termodiluição. A concentração do sevoflurano foi reduzida (0,5 CAM) e nos cães do grupo B, induziu-se hipovolemia retirando-se sangue na proporção de 30ml/kg de peso corpóreo. Subseqüentemente, registraram-se as freqüências cardíaca (FC) e respiratória (FR), a pressão arterial (PAM) e o débito cardíaco (DC), e aplicaram-se 10 mg/kg de tiletamina-zolazepam, pela via intravenosa. Aos cães do...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Tiletamina-zolazepam; Hipovolemia; Anestesia dissociativa.
Ano: 2001 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352001000100007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeitos cardiovascular e metabólico da reposição volêmica com hidroxietilamido 130/0,4 em felinos domésticos com hipovolemia induzida Ciência Rural
Soares,André Vasconcelos; Oleskovicz,Nilson; Moraes,Aury Nunes de; Flôres,Fabíola Niederauer; Tamanho,Renato Batista; Pacheco,Acácio Duarte; Regalin,Doughlas; Carneiro,Ruiney; Armando,Aline Meireles.
O objetivo deste estudo foi comparar os efeitos da expansão volêmica produzida pelo hidroxietilamido 130/0,4 (HES 130/0,4) ou pelo sangue em gatas com hipovolemia induzida. Foram utilizadas 12 gatas adultas, sem raça definida (SRD), com peso médio de 2,85±0,28kg e hígidas. Os animais foram induzidos à anestesia geral com isofluorano a 5V%, intubados e conectados a um sistema sem reinalação de gases. Após a instrumentação, os animais foram mantidos sob anestesia com isoflurano em 1,3V% e mantidos em ventilação mecânica, ciclada a pressão. Em seguida, foi induzida a hipovolemia por meio da retirada de 30ml kg-1 de sangue da artéria femoral. Após 60 minutos da estabilização do paciente, os tratamentos foram iniciados. No grupo hidroxietilamido (GH, n=06), os...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Felino; Hipovolemia; Hidroxietilamido; Sangue.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782009000200017
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeitos cardiovasculares da anestesia dissociativa na reposição volêmica com colóide e solução hipertônica em cães: avaliação biotelemétrica Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Oleskovicz,N.; Moreno,J.C.D.; Guirro,E.C.P.; Valadão,C.A.A.; Fantoni,D.T..
Avaliaram-se os efeitos cardiovasculares por um período de 24 horas, após a administração de solução salina hipertônica (NaCl) 7,5% ou em associação ao hidroxietilamido 130/0,4 (HES), em cães com hipovolemia induzida e tratados com cetamina levógira ou racêmica. Após a indução da hipovolemia, administrou-se NaCl 7,5% (4mL/kg) no grupo hipertônica levógira (GHL) e no grupo hipertônica racêmica (GHR) ou HES 130/0,4 na mesma proporção de sangue retirado, associado a NaCl 7,5% (4mL/kg) no grupo hipertônica colóide levógira (GHCL) e no grupo hipertônica colóide racêmica (GHCR). Após 30 minutos, administrou-se por via intravenosa, cetamina levógira (CL; 5mg/kg) no GHL e GHCL ou cetamina racêmica (CR; 10mg/kg) no GHR e GHCR. A frequência cardíaca (FC) e a pressão...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/report Palavras-chave: Cão; Solução hipertônica; Hidroxietilamido; Hipovolemia; Biotelemtria.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352009000100005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeitos da infusão contínua de cetamina sobre a pressão intra-ocular em cães hipovolêmicos anestesiados com desflurano Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Honsho,C.S.; Talieri,I.C.; Nunes,N.; Moreno,J.C.D.; Souza,A.P..
Compararam-se os efeitos de duas doses de cetamina, administradas em infusão contínua, sobre a pressão intra-ocular (PIO) de 18 cães submetidos à hipovolemia e à anestesia com desflurano. Promoveu-se a hipovolemia em todos os cães, retirando-se 40 ml de sangue/kg de peso. A anestesia foi induzida com desflurano, através de máscara facial, até que a intubação orotraqueal fosse permitida. Decorridos 30 minutos, para estabilização dos parâmetros, iniciou-se a infusão contínua de cetamina. Os cães foram distribuídos, aleatoriamente, em três grupos (n= 6). O grupo I (controle) recebeu solução salina estéril; o grupo II (GII) recebeu cetamina, na dose de 100mig/kg/min, e o grupo III (GIII), cetamina na dose de 200mig/kg/min. A PIO foi medida por tonometria de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Desflurano; Cetamina; Hipovolemia; Pressão intra-ocular; Anestesia.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352004000500007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Parâmetros eletrocardiográficos e cardiovasculares em cães anestesiados pelo isofluorano e submetidos à hipovolemia aguda Ciência Rural
Conceição,Elaine Dione Venêga da; Nishimori,Celina Tie; Moraes,Paola Castro; Paula,Danielli Parrilha de; Carareto,Roberta; Freitas,Patricia Maria Colleto de; Nunes,Newton.
Avaliaram-se os efeitos da hipovolemia aguda em cães anestesiados pelo isofluorano sobre a eletrocardiografia com a duração e amplitude da onda P (Pms e PmV, respectivamente); intervalo entre as ondas P e R (P-R); duração do complexo QRS (QRS); amplitude da onda R (RmV); intervalo entre as ondas Q e T (Q-T) e intervalo entre as duas ondas (R-R), freqüência cardíaca (FC), índice cardíaco (IC), índice sistólico (IS) e pressões arteriais sistólica (PAS), diastólica (PAD) e média (PAM). Verificou-se também a possível influência do anestésico sobre a resposta compensatória à hipovolemia aguda. Para tal, foram utilizados 20 cães hígidos, sem raça definida, adultos, machos e fêmeas. Induziu-se a anestesia geral com isofluorano por meio de máscara naso-oral a 2,5...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Eletrocardiografia; Hipovolemia; Isofluorano; Cães.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782005000600019
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ventilação mandatória intermitente sincronizada versus ventilação com suporte pressórico e volume garantido em coelhos induzidos à hemorragia aguda Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Batista,P.A.C.S.; Nunes,N.; Camacho,A.A.; Borges,P.A.; Moro,J.V.; Lopes,P.C.F.; Burger,C.P.; Gava,F. N..
Avaliaram-se os efeitos da ventilação mandatória intermitente sincronizada (SIMV) e da ventilação com pressão de suporte e volume garantido (VAPSV) sobre os parâmetros cardiorrespiratórios em coelhos anestesiados com propofol e submetidos à hipovolemia aguda. Vinte animais da raça Nova Zelândia foram distribuídos aleatoriamente em dois grupos: GM sob SIMV e GV sob VAPSV. Na medicação pré-anestésica, foram administradas quetamina (15mg/kg) e xilazina (1mg/kg) intramuscular. O propofol foi administrado na indução (8mg/kg) e na manutenção anestésica (0,5mg/kg/min). Em seguida, em cada grupo foi iniciada a modalidade ventilatória. Após 30 minutos da indução, os coelhos foram submetidos à hipovolemia, retirando-se 12mL/kg de sangue arterial. A primeira...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Coelhos; Anestesia intravenosa; Hipovolemia; Ventilação mecânica.
Ano: 2012 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352012000600022
Registros recuperados: 8
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional