Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 21
Primeira ... 12 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Anatomia e histoquímica das folhas de Cassia fistula L. (Leguminosae-Caesalpinioideae). Repositório Alice
SANTA BRIGIDA, S. S. de; LINS, A. L. F. de A.; NASCIMENTO, M. E. do; XAVIER JUNIOR, S. R.; SOUZA, H. J. R..
Cassia fistula L. é conhecida popularmente como chuva de ouro ou canafistula, de ocorrência na África do Sul, México, China, Índia, África e Brasil. Apresenta importância ornamental e medicinal como agente anti-inflamatório, antifúngico e antibacteriano. O objetivo foi a analise anatômica e histoquímica da folia de C. fistula como contribuição a estudos farmacológicos. O material foi coletado na Universidade Federal Rural da Amazônia, incluído no herbário-FC, submetido às técnicas usuais em anatomia vegetal e histoquímica. As células da epiderme adaxial, em vista frontal, apresentaram formas retangulares e paredes anticlinais retas, na abaxial em formas variadas e sem organização definida. Tricomas tectores foram observados em ambas as faces e estômatos...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Planta Medicinal; Planta Ornamental; Anatomia Vegetal; Histoquímica.
Ano: 2015 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1106459
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade secretória de tubas uterinas com e sem patologia de porcas adultas nas fases folicular e luteínica Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Sant'Ana,F.J.F.; Nascimento,E.F.; Nogueira,J.C.; Serakides,R..
Descrevem-se as características anatomopatológicas e histoquímicas de 124 tubas uterinas de porcas (matrizes) abatidas em matadouros, nas fases folicular e luteínica do ciclo estral. As tubas uterinas foram distribuídas em quatro grupos: LSP- fase luteínica sem patologia tubárica (n=45), LCP- fase luteínica com patologia tubárica (n=19), FSP- fase folicular sem patologia tubárica (n=45) e FCP- fase folicular com patologia tubárica (n=15). Para estudo histoquímico de mucossubstâncias foram utilizadas as colorações de periodic acid Schiff (PAS) com e sem digestão prévia pela amilase salivar e Alcian Blue (AB) em pH 2,5 e 0,4. Utilizou-se a coloração de Ninhidrina-Schiff para evidenciação de proteínas ricas em radicais -NH2. Foram observadas alterações em 34...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Porca; Tuba uterina; Patologia; Histoquímica; Fase folicular; Fase luteínica.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352004000100007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização anatômica e citométrica em biribazeiro (Rollinia mucosa [Jacq.]). Repositório Alice
SOARES, J. D. R.; DIAS, G. de M. G.; RODRIGUES, F. A.; PASQUAL, M.; CHAGAS, E. A..
2014
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Anonaceae; Histoquímica; Citometria fluxo.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1006270
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização anatômica e citométrica em biribazeiro (Rollinia mucosa [Jacq.]) Rev. Bras. Frutic.
Soares,Joyce Dória Rodrigues; Dias,Gabrielen de Maria Gomes; Rodrigues,Filipe Almendagna; Pasqual,Moacir; Chagas,Edvan Alves.
O biribazeiro (Rollinia mucosa [Jacq.]) é uma frutífera nativa da América Central e América do Sul que se destaca das demais espécies do gênero por apresentar frutos grandes e comestíveis. Tendo em vista que pouco se conhece a respeito da anatomia da planta, tipo de reserva da semente, como também sobre o conteúdo de DNA de espécies da família anonáceas, este trabalho teve por objetivos caracterizar histoquimicamente as sementes e anatomicamente as plântulas, e determinar o conteúdo de DNA de biribazeiro. As plântulas foram obtidas de sementes coletadas na região Amazônica pela Embrapa Roraima e enviadas à Universidade Federal de Lavras. Os frutos foram despolpados, e suas sementes foram previamente lavadas e semeadas em bandejas de 48 células, contendo...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Anonaceae; Anatomia; Histoquímica; Citometria fluxo.
Ano: 2014 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452014000500032
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Coléteres dendróides em Alibertia sessilis (Vell.) K. Schum., uma espécie não-nodulada de Rubiaceae Rev. Bras. Bot.
Barreiro,Daniela Pacheco; Machado,Silvia Rodrigues.
Coléteres dendróides em Alibertia sessilis (Vell.) K. Schum., uma espécie não-nodulada de Rubiaceae). Este trabalho descreve a distribuição, estrutura e histoquímica dos coléteres presentes em ápices vegetativo e reprodutivo de Alibertia sessilis (Vell.) K. Schum., uma espécie de Rubiaceae nativa do cerrado. Coléteres dendróides, nesta família, têm sido freqüentemente associados com a presença de nódulos bacterianos nas folhas. As amostras foram preparadas segundo técnicas usuais em microscopia de luz e eletrônica de varredura. Testes histoquímicos foram feitos em secções de material recém coletado. Os coléteres são do tipo dendróide e ocorrem na face adaxial das estípulas, brácteas e sépalas; consistem de um eixo central multicelular e multisseriado, de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Alibertia sessilis; Anatomia; Coléteres dendróides; Histoquímica; Rubiaceae.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-84042007000300005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Composição de fibras musculares esqueléticas de eqüinos jovens da raça Brasileiro de Hipismo Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
D’Angelis,F.H.F.; Martins,C.B.; Silva,M.A.G.; Oliveira,J.V.; Boleli,I.C.; Lacerda-Neto,J.C.; Queiroz- Neto,A..
The aim of this study was to typify the skeletal striated fibers of the gluteus medius muscle of young Brasileiro de Hipismo (BH) horses by means of histochemical analysis with m-ATPase and NADH-TR according to the sex and the biopsy depth. It was observed that the frequency (F;%) and the relative cross sectional area (RCSA;%) of the fibers type IIX were greater than the fibers type IIA, which F and RCSA were greater than the fibers type I. The comparison between sex and muscles depht, showed no significant difference in F and RCSA in the three types of fibers. The results of morphometry showed that the gluteus medius muscle has greater glycolitic metabolism and anaerobic capacity because of the presence of large proportion of type IIX fibers. This may be...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Eqüino; Brasileiro de Hipismo; Biópsia muscular; Histoquímica.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352006000400034
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estruturas secretoras de mucilagem em Hibiscus pernambucensis Arruda (Malvaceae): distribuição, caracterização morfoanatômica e histoquímica Acta Botanica
Rocha,Joecildo Francisco; Pimentel,Rafael Ribeiro; Machado,Silvia Rodrigues.
No presente trabalho foram estudadas as estruturas secretoras de mucilagem de Hibiscus pernambucensis aos microscópios de luz e de varredura. Conhecida como guaxima-do-mangue e algodão-do-brejo, é espécie nativa encontrada no litoral brasileiro, vegetando áreas de manguezal e restinga, tendo grande importância ecológica nestes ecossistemas. É importante produtora de fibras têxteis e celulose, fornece abundante mucilagem suscetível das mesmas aplicações medicinais de outras malváceas, além da presença de tanino. Coléteres, glândulas peroladas, tricomas secretores longo-pedunculados, canais, cavidades e idioblastos foram observados. Os coléteres ocorrem no ápice caulinar, estípulas, primórdios foliares, folhas, sépalas e pétalas jovens. As glândulas...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Anatomia; Hibiscus pernambucensis; Histoquímica; Mucilagem; Restinga.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062011000400003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estudio Histoquímico de la Enzima NADH-TR en Músculo Frontal de Conejos Norfolk (Oryctolagus cuniculus) International Journal of Morphology
Hebling,André; Esquisatto,Marcelo Augusto M.; Castro,Heloisa A. de Lima.
El músculo frontal humano posee dos vientres formando junto, al músculo occipital y la gálea aponeurótica, el músculo occipitofrontal. Como músculo estriado esquelético, el músculo frontal puede presentar fibras con alta intensidad de oxidación (tipo I) y con baja intensidad de oxidación (tipo II). El objetivo de este trabajo fue la determinación, a través de la reacción histoquímica para nicotinamide adenine dinucleotide tetra-zolium redutase (NADH-TR), la distribución de fibras de tipos I y II del músculo frontal de conejos de la raza Norfolk inglesa, del sexo femenino, con edad de seis a ocho meses, pesando de 2,8 a 3,1 Kg. De un total de 1010 fibras estudiadas, la proporción encontrada fue de 33,8% para el tipo I, de 17,4% para el tipo IIA, y de 48,8%...
Tipo: Journal article Palavras-chave: Histoquímica; Músculo frontal; Tipos de fibras.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.cl/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0717-95022006000300004
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estudio Morfológico de la Próstata y Glándulas Vesiculares de Cobayo (Cavia porcellus) International Journal of Morphology
Váquez,Bélgica; del Sol,Mariano.
El objetivo de esta investigación fue conocer la morfología de la próstata y glándula vesicular del cobayo (Cavia porcellus), describiéndose aspectos mesoscópicos, histológicos e histoquímicos. Se utilizaron 5 cobayos machos adultos (Cavia porcellus) sanos y alimentados con pellets, zanahorias y frutas ad libitum, en el Bioterio de la Universidad de La Frontera. Una vez sacrificados los animales, fueron aisladas las estructuras cuyos conductos terminaban en la uretra (conductos deferentes, glándulas vesiculares, glándulas coaguladoras, próstata y glándulas bulbouretrales). La próstata y las glándulas vesiculares fueron fijadas en formalina tamponada durante 24 horas y procesadas para su inclusión en paraplast. Se realizaron cortes seriados de 4 µm de...
Tipo: Journal article Palavras-chave: Próstata; Glándula vesicular; Anatomía; Histología; Histoquímica; Cobayo.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.cl/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0717-95022010000400050
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estudio Morfológico e Histoquímico de las Glándulas Cefálicas de Bothrops alternatus (Ophidia, Viperidae) International Journal of Morphology
Parpinelli,Ana Carolina; Lopes,Ruberval A; Sala,Miguel A; Issa,João Paulo M; Lopes,Túlio Roberto V. P.
El objetivo del presente trabajo fue estudiar la histología de las glándulas cefálicas de la víbora de la cruz (Bothrops alternatus), identificar los tipos celulares y caracterizar histoquimicamente el producto de secreción. Con esta finalidad fueron usados ejemplares machos adultos de B. alternatus. Después del sacrificio, las glándulas cefálicas fueron fijadas en formol neutro al 10% e incluidas en parafina. Los cortes, de 6 µm de espesor, fueron teñidos con hematoxilina y eosina, tricrómico de Masson y con técnicas histoquímicas para identificación de mucopolisacáridos y proteínas. Los resultados histológicos demostraron que las glándulas linguales, de veneno y accesorias son de tipo tubular, las glándulas labiales y premaxilar son tubuloacinares y la...
Tipo: Journal article Palavras-chave: Morfología; Histoquímica; Glándulas cefálicas; Bothrops alternatus.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.cl/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0717-95022013000300041
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estudio Morfológico, Morfométrico e Histoquímico de los Epitelios de Revestimiento y Glandular de la Lengua de la Rana Toro, Rana catesbeiana International Journal of Morphology
Guiraldelli,Michel Farchi; Lopes,Ruberval A; Sala,Miguel A; Lopes,Túlio Roberto V. P.
La superficie dorsal de la lengua de la rana toro, Rana catesbeiana, presenta un epitelio simple cilíndrico, constituido por células caliciformes y raras células ciliadas. El dorso de la lengua posee numerosas papilas filiformes y algunas fungiformes. Las primeras poseen un epitelio simple cilíndrico, con células secretoras, mientras que las segundas poseen en la región apical, un disco sensorial con epitelio estratificado cilíndrico, con células basales, periféricas, glandulares y receptoras. A lo largo del dorso de la lengua existen numerosas glándulas tubulares, que penetran en profundidad, entremezclándose con las fibras musculares. El epitelio glandular es simple cilíndrico, con células secretoras y de sostén. Las primeras son las únicas en la base de...
Tipo: Journal article Palavras-chave: Lengua; Glándulas linguales; Morfometría; Histoquímica; Rana Toro; Rana catesbeiana.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.cl/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0717-95022011000100038
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estudos morfoanatômicos da semente e da plântula de espécies de Anileiras (Indigofera L., Leguminosae) Acta Botanica
Paulino,Juliana Villela; Pessine,Elisângela; Teixeira,Simone de Pádua.
O nome popular "anileira" designa Indigofera anil L., I. suffruticosa Mill. e I. truxillensis Kunth, muito semelhantes quanto à morfologia externa. Este trabalho teve por objetivo avaliar se caracteres da semente e plântula apresentavam valor diagnóstico para este grupo, já que tais caracteres têm sido muito utilizados na Taxonomia de Leguminosae. A superfície e morfoanatomia de sementes e cotilédones foram estudadas por microscopias eletrônica de varredura e de luz, e as etapas do desenvolvimento das plântulas descritas. Embora as plântulas sejam semelhantes, caracteres de sementes (tamanho, forma, ornamentação da superfície, forma do hilo e tamanho do embrião) e cotilédones (forma, organização do parênquima lacunoso na nervura central e distribuição de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Anatomia; Cotilédone; Histoquímica; Indigofera; Semente; Taxonomia.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062010000100001
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Image Analysis of Oxidative and Glycolytic Muscle Fibers During Reperfusion Injury by Segmentation Based on Regions International Journal of Morphology
Rosero-Salazar,Doris Haydee.
Different situations cause ischemia and reperfusion injury, affecting tissues under the level of compression. In this research, abnormal characteristics in distribution of muscle fibers types in soleus and extensor carpi radialis longus, during short periods of ischemia and short and long periods of reperfusion, were determined. Fibers were classified by enzyme histochemistry techniques NADH-TR and myosin-ATPase. Measurements of areas were carried out through semiautomatic image processing by using segmentation based on regions, which evidenced significant changes in distribution during reperfusion followed to one and three hours of ischemia, as well as in comparisons of areas for all periods of reperfusion. This study strengthens the evidence about using...
Tipo: Journal article Palavras-chave: Histochemistry; Ischemia; Reperfusion; Image analysis; Segmentation; Histoquímica; Isquemia; Reperfusión; Análisis de imágenes; Segmentación.
Ano: 2016 URL: http://www.scielo.cl/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0717-95022016000100019
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
INDUÇÃO E HISTOLOGIA DE EMBRIÕES SOMÁTICOS PRIMÁRIOS E SECUNDÁRIOS DO HÍBRIDO Phalaenopsis CLASSIC SPOTTED PINK (ORQUIDACEAE) Acta biol.Colomb.
ULISSES,Cláudia; Ferreira PEREIRA,João Alves; SILVA,Simone Sampaio; ARRUDA,Emília; MORAIS,Marciana.
O presente trabalho teve como objetivos induzir a formação de embriões somáticos in vitro no híbrido Phalaenopsis Classic Spotted Pink, utilizando diferentes meios nutritivos e avaliar a morfologia interna desses embriões por meio de análises histológicas e histoquímicas. Folhas jovens de plantas cultivadas in vitro foram utilizadas como explantes para indução de embriões somáticos em diferentes meios nutritivos: New Dogashima Medium, contendo ANA (0,537μM) e BAP (4,440μM), acrescido de phytagel e com pH 5,8 (NDM) e o Murashige & Skoog com a metade da concentração dos sais, acrescido de ANA (0,537μM) e TDZ (13,621μM), gelificado com gelrite e o pH 5,2 (½ MS). Embriões somáticos primários foram obtidos aos 90 dias...
Tipo: Journal article Palavras-chave: Anatomia; Cultivo in vitro; Histoquímica; Orquídea.
Ano: 2016 URL: http://www.scielo.org.co/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0120-548X2016000300011
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Intoxicação crônica por cobre em ovinos: conduta para o diagnóstico conclusivo Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Miguel,M.P.; Souza,M.A.; Cunha,P.H.J.; Costa,G.L.; Abud,L.J..
Descreveram-se os sinais clínicos e achados anatomopatológicos da intoxicação crônica por cobre em um ovino da raça Texxel e definiu-se a conduta diagnóstica correta para confirmação da enfermidade. Um ovino foi encaminhado ao setor de patologia com histórico de apatia, hemoglobinúria e morte em dois a três dias. No exame necroscópico, observaram-se icterícia e edema subcutâneo, fígado aumentado de volume e amarelado e rins escuros. No exame histológico, observaram-se necrose zonal aleatória e acentuada no fígado, necrose epitelial tubular, gotas hialinas e cilindros marrom-alaranjados em túbulos coletores dos rins. O histórico alimentar, a sensibilidade de espécie/raça, o quadro clínico, as alterações macroscópicas e microscópicas sugeriram o quadro de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Hemólise; Hemoglobinúria; Histoquímica; Métodos analíticos; Ovinos.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352013000200010
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Morfologia do canal alimentar de lagartas de Spodoptera frugiperda (J E Smith) (Lepidoptera: Noctuidae) alimentadas com folhas tratadas com nim Neotropical Entomology
Correia,Alicely A; Wanderley-Teixeira,Valéria; Teixeira,Álvaro A C; Oliveira,José V de; Torres,Jorge B.
Pesquisas envolvendo plantas com atividade inseticida evoluíram bastante nas últimas décadas. Entre essas plantas destaca-se o nim, Azadirachta indica, que atua sobre várias espécies de insetos, principalmente Lepidoptera. Sua ação depende da espécie de inseto e concentração aplicada. Uma barreira contra potenciais agentes tóxicos ingeridos com o alimento é o canal alimentar. Assim, a pesquisa teve por objetivo descrever, histologicamente, o canal alimentar de lagartas de Spodoptera frugiperda (J E Smith) alimentadas com folhas tratadas com nim (Neemseto®), nas concentrações 0,5 e 1,0%, e com folhas não tratadas, nos intervalos de 48, 96, 144, 192 e 240h, quantificar as células regenerativas e analisar, histoquimicamente, o produto de secreção do...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Morfologia; Histoquímica; Azadirachta indica; Inseticida botânico; Lagarta- do-cartucho; Mesêntero.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-566X2009000100008
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Morfologia e histoquímica das glândulas de Duvernoy e supralabial de seis espécies de colubrídeos opistoglifodontes (serpentes, Colubridae) Pap. Avulsos de Zool. (São Paulo)
Serapicos,Eliana de Oliveira; Merusse,José Luiz Bernardino.
Visto que alguns colubrídeos são capazes de causar envenenamento humano, fazem-se necessários estudos capazes de elucidar os mecanismos biológicos relacionados ao aparelho de veneno destes animais. Este estudo abordou características morfológicas e histoquímicas das glândulas de Duvernoy e supralabial de seis espécies de colubrídeos opistoglifodontes. Na maioria das espécies analisadas, a glândula de Duvernoy apresentou características de uma glândula seromucosa, com exceção a de Oxyrhopus guibei que não apresentou positividade à presença de proteínas indicando um caráter mucoseroso. Observou-se ainda, uma variação na quantidade das células serosas dentre as espécies estudadas. Esta variação pode estar relacionada com a presença de substâncias ricas em um...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Serpentes; Colubridae; Glândula de Duvernoy; Morfologia; Histoquímica.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0031-10492006001500001
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Morphology and histochemistry of muscle fiber types of skeletal muscle tissue of lambs during growth Biological Sciences
Macedo, Rosa Maria Gomes de; UEM; Pai-Silva, Maeli Dal; UNESP; Pai, Vitlino Dal; Macedo, Francisco de Assis Fonseca de; UEM; Martins, Elias Nunes; UEM.
Morphological and histochemical methods were used to study the degree of development of myofibers of semitendinosus muscle of lambs aged from birth to the slaughter period. Based on NADH-TR and m-ATPase, after alkaline and acid preincubations, muscle fibers were classified as SO, FOG and FG types. At birth, slow oxidative (SO) myofibers were clearly distinguished from fast myofibers. FOG and FG myofibers were not clearly visualized. At weaning and slaughter, fast myofibers were clearly subdivided into FOG and FG types. At birth, ultrastructural examination revealed myofibers with different degrees of maturation and a great number of satellite cells. At weaning, the majority of myofibers presented a differentiated aspect. Myofibers with variable degrees of...
Palavras-chave: 2.00.00.00-6 Ciências Biológicas cordeiros; Fibras musculares; Histoquímica; Morfologia 2.00.00.00-6 Ciências Biológicas.
Ano: 2000 URL: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciBiolSci/article/view/2950
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Reações de defesas químicas e estruturais de Lonchocarpus muehlbergianus Hassl. (Fabaceae) à ação do galhador Euphalerus ostreoides Crawf. (Hemiptera: Psyllidae) Rev. Bras. Bot.
Oliveira,Dênis Coelho de; Christiano,Jaciara de Cássia Souza; Soares,Geraldo Luiz Gonçalves; Isaias,Rosy Mary dos Santos.
Galhas são estruturas vegetais induzidas em resposta ao ataque de organismos indutores. Euphalerus ostreoides (Psyllidae) induz galhas sobre a face adaxial de folíolos nas nervuras de segunda ordem de Lonchocarpus muehlbergianus (Fabaceae). Seções anatômicas foram realizadas e comparados os tecidos de folíolos sadios com os de galhas imaturas e maduras. Testes histoquímicos para detecção de derivados fenólicos, flavonóides, ligninas, lipídios e amido foram realizados para avaliar o impacto químico causado pelo galhador. Em termos estruturais, a perda de sinuosidade das células epidérmicas, a neoformação de tricomas, de células condutoras e de fibras foram os caracteres mais conspícuos observados em decorrência da indução das galhas. Destaca-se a...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Anatomia; Euphalerus; Galha; Histoquímica; Lonchocarpus.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-84042006000400015
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Rosetas e concrescências cristalinas silicificadas em Piper (Piperaceae): registros inéditos de macropadrões Acta Amazonica
Silva,Rolf Junior Ferreira; Aguiar-Dias,Ana Cristina Andrade de; Mendonça,Maria Sílvia de.
Piper L. (Piperaceae) é monofilético, com espécies de difícil distinção taxonômica, sendo necessários ferramentas que auxiliem a identificação interespecífica. Os objetivos do trabalho foram descrever os macropadrões e caracterizar in situ a composição química dos cristais caulinares e foliares de Piper arboreum Aubl. var. arboreum, P. callosum Ruiz & Pav. e P. tuberculatum Jacq., visando avaliar o uso dos cristais para a separação interespecífica. Para tanto, amostras foram submetidas à análise em microscopias de luz e eletrônica de varredura, microanálises espectroscópicas de raios-X por dispersão de energia e testes histoquímicos. Foram observados cristais prismáticos cuneiformes, tabulares, cúbicos e bipiramidais; ráfides; estiloides; drusas de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cristais; MEV-EDS; Histoquímica; Quimiometria.
Ano: 2014 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672014000400005
Registros recuperados: 21
Primeira ... 12 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional