Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 8
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Análise da diversidade genética em acessos de Bromus auleticus trinius Ciência Rural
Silveira,Lia Rejane Machado; Oliveira,João Carlos Pinto; Moraes,Carlos Otávio Costa; Marques,Daniela Giffoni.
Bromus auleticus Trinius é uma gramínea forrageira nativa, de ampla disseminação na América do Sul Temperada, porém de baixa frequência de ocorrência nos campos naturais. Apresenta significativo crescimento vegetativo no outono-inverno, período crítico para a alimentação dos rebanhos em função da baixa produção do campo nativo, característica que a torna potencialmente apta a ser introduzida nos estabelecimentos agropecuários. No Banco de Germoplasma do Centro de Pesquisa de Pecuária dos Campos Sulbrasileiros - CPPSUL da EMBRAPA, localizado em Bagé, RS, há 46 acessos de B. auleticus provenientes de coletas realizadas no Uruguai. O presente trabalho teve por objetivo analisar a diversidade genética existente entre os acessos de B. auleticus mais produtivos...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Variabilidade; Gramínea forrageira; Marcadores morfológicos.
Ano: 1997 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84781997000300003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização de cultivares apirênicas de citros de mesa por meio de descritores morfológicos PAB
Radmann,Elizete Beatriz; Oliveira,Roberto Pedroso de.
O objetivo deste trabalho foi caracterizar nove cultivares apirênicas de citros de mesa por meio de descritores morfológicos. As avaliações foram realizadas em plantas de laranjeiras 'Lane Late', 'Navelate', 'Navelina' e 'Salustiana'; de tangerineiras 'Clemenules', 'Marisol' e satsuma 'Okitsu'; e de híbridos 'Nova' e 'Ortanique', com quatro anos de idade, enxertadas sobre Trifoliata, cultivadas em vasos de 100 L. Vinte e oito descritores morfológicos foram selecionados, possibilitando a rápida e eficiente caracterização das cultivares, inclusive das laranjas doces. Os padrões obtidos estão de acordo com as relações filogenéticas das espécies estudadas, podendo ser utilizados em programas de certificação, melhoramento e conservação de germoplasma.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Híbrido; Marcadores morfológicos; Laranja; Tangerina.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2003000900015
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização morfológica de cultivares de arroz visando a certificação da pureza varietal Ciência e Agrotecnologia
Bonow,Sandro; Von Pinho,Édila Vilela Resende; Soares,Antônio Alves; Siécola Júnior,Sancho.
Com o presente trabalho, objetivou-se avaliar a eficiência dos descritores morfológicos, na caracterização de cultivares comerciais de arroz (Oryza sativa L.), servindo como suporte às empresas produtoras de sementes na identificação de cultivares, assim como às exigências da Lei de Proteção de Cultivares. Foram caracterizadas as cultivares de arroz Carisma, IAC 202, Confiança, Douradão, Guarani, Primavera, Canastra e Caiapó. O estudo consistiu de dois experimentos, o primeiro conduzido em casa-de-vegetação, quando os genótipos foram caracterizados utilizando-se dos descritores morfológicos recomendados para o registro e proteção de cultivares. O segundo experimento foi conduzido em uma área de produção de sementes e consistiu na identificação, por parte...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Arroz; Marcadores morfológicos; Distinção varietal; Oryza sativa L.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542007000300004
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização morfológica, determinação do nível de ploidia e viabilidade do pólen de uma progênie de tangerineira 'Clementina Fina' e 'Montenegrina' Bragantia
Weiler,Roberto Luis; Brugnara,Eduardo Cesar; Guerra,Divanilde; Schifino-Wittmann,Maria Teresa; Schwarz,Sergio Francisco.
As plantas cítricas possuem ampla variação morfológica e citogenética. Neste contexto, análises dessas plantas podem auxiliar na identificação de materiais mais promissores para cruzamentos. Uma população de tangerineiras híbridas oriundas do cruzamento das tangerineiras 'Clementina Fina' (Citrus clementina Hort. ex Tan.) e 'Montenegrina' (Citrus deliciosa Ten.) foi avaliada segundo características morfológicas, época de maturação, número cromossômico e viabilidade de pólen. Foi possível distinguir as 94 plantas da progênie e os genitores através dos dados morfológicos. Verificou-se uma alteração no período de maturação dos frutos nas plantas híbridas. Todas as plantas avaliadas são diplóides com um número cromossômico de 2n=18, bem como, alto grau de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Citrus; Marcadores morfológicos; Número cromossômico; Viabilidade do pólen.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052011000300004
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização morfológica e molecular de acessos de feijão-fava (Phaseolus lunatus L.) AGRIAMBI
Guimarães,Walma N. R.; Martins,Luiza S. S.; Silva,Edson F. da; Ferraz,Gabriela de M. G.; Oliveira,Francisco J. de.
O objetivo deste trabalho foi analisar a diversidade genética de 22 acessos de feijão-fava (Phaseolus lunatus L.) oriundos dos Estados do Ceará, Paraíba e Pernambuco, que compõem a Coleção de Germoplasma do Departamento de Agronomia da UFRPE, através de marcadores RAPD e caracterizar quatorze desses genótipos através de marcadores morfológicos. Para caracterização da variabilidade genética foram utilizados 60 locos polimórficos. Pela análise de agrupamento verificou-se a formação de dois grupos, quatro subgrupos e elevada variabilidade genética entre os acessos. Os acessos mais próximos geneticamente, foram FA-01 e FA-02, provenientes do Ceará, com grau de similaridade de 85,4%, e os mais distantes, foram FA-07 e FA-20 oriundos do Ceará e Pernambuco,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Diversidade genética; Fava; Marcadores RAPD; Marcadores morfológicos.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-43662007000100005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterización del lirio azteca mediante marcadores morfológicos y moleculares Agrociencia
Bautista-Puga,M. Deneb; Vázquez-García,L. Miguel; Leszczynska-Borys,Helena; Borysy,Michal W.; Arzate-Fernández,Amaury M..
El lirio azteca [Sprekelia formosissima (L.) Herbert] es una especie endémica de México. Su color rojo escarlata y la forma de su flor le confieren un gran potencial pata usarse como planta ornamental y como flor de corte, flor en maceta y paisajismo. Por tanto, cuatro variedades botánicas de S. formosissima fueron evaluadas mediante 29 descriptotes varietales y cinco iniciadores anclados (ASSR), con el propósito de conocer la eficiencia de cada uno de los marcadores en la diferenciación de variedades de S. formosissima y, además, determinar la posible relación entre la variabilidad genética y la altitud geográfica de recolecta de las cuatro variedades de S. formosissima. Los iniciadores ASSR generaron 57 a 100 % de polimorfismo. Con tres de los cinco...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Sprekelia formosissima; ASSR; Marcadores morfológicos; Variabilidad genética.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.org.mx/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1405-31952011000400001
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Diversidad agronómica, morfológica y molecular en variedades nativas de frijol (Phaseolus vulgaris L.) cultivadas por agricultores en el estado de Puebla. Colegio de Postgraduados
Ramírez Pérez, Ana Rosa.
El frijol común representa un cultivo básico en México con una gran variabilidad en sus características morfológicas y moleculares. La descripción del germoplasma de una especie en las regiones donde se cultiva es el primer paso que permite conocer las características principales de las variedades que lo forman, para así propiciar un sistema integral que vincula el estudio experimental con la aplicación de los conocimientos a beneficio del productor. En éste trabajo se hizo la evaluación en campo de 100 variedades de frijoles nativos provenientes de diferentes comunidades del estado de Puebla, éstas presentaron diferencias en el rango de rendimiento, cual permitió hacer una selección de 35 variedades para ser evaluadas bajo invernadero, lo cual también...
Palavras-chave: Phaseolus vulgaris L.; Marcadores morfológicos; RAPD; Variedades nativas; Marker morphological; Native varieties; EDAR; Estrategias para el Desarrollo Agrícola Regional; Maestría.
Ano: 2011 URL: http://hdl.handle.net/10521/535
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Diversidad agronómica, morfológica y molecular en variedades nativas de frijol (Phaseolus vulgaris L.) cultivadas por agricultores en el estado de Puebla. Colegio de Postgraduados
Ramírez Pérez, Ana Rosa.
El frijol común representa un cultivo básico en México con una gran variabilidad en sus características morfológicas y moleculares. La descripción del germoplasma de una especie en las regiones donde se cultiva es el primer paso que permite conocer las características principales de las variedades que lo forman, para así propiciar un sistema integral que vincula el estudio experimental con la aplicación de los conocimientos a beneficio del productor. En éste trabajo se hizo la evaluación en campo de 100 variedades de frijoles nativos provenientes de diferentes comunidades del estado de Puebla, éstas presentaron diferencias en el rango de rendimiento, cual permitió hacer una selección de 35 variedades para ser evaluadas bajo invernadero, lo cual también...
Palavras-chave: Phaseolus vulgaris L.; Marcadores morfológicos; RAPD; Variedades nativas; Marker morphological; Native varieties; EDAR; Estrategias para el Desarrollo Agrícola Regional; Maestría.
Ano: 2011 URL: http://hdl.handle.net/10521/535
Registros recuperados: 8
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional