Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 6
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
A insulação escrotal na fertilidade de caprinos adultos. Repositório Alice
SANTOS, D. O.; SIMPLÍCIO, A. A..
bitstream/item/183284/1/CNPC-1993-A-insulacao.pdf
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Insulação escrotal; Scrotal insulation; Brasil; Região Nordeste; Semiárido; Circunferência escrotal; Biometria testicular; Degeneração seminal; Morfologia espermática; Seminal degeneration; Caprino; Testículo; Termorregulação; Bode; Sêmen; Qualidade; Espermatozóide; Animal morphology; Goats; Thermoregulation; Sperm motility; Bucks; Semiarid zones; Brazil; Spermatozoa.
Ano: 1993 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1096085
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Associação entre patologia espermática e perda da motilidade do espermatozoide caprino congelado na presença de Catalase. Repositório Alice
MAIA, M. da S.; MEDEIROS, I. M. de; SILVA, J. V. C. da.
O objetivo deste estudo foi determinar as relações entre a morfologia espermática no sêmen fresco e motilidade pós-descongelação no sêmen caprino criopreservado em diluente contendo Catalase. Dezesseis ejaculados foram coletados de três bodes da raça Alpina Americana. Após a avaliação do sêmen, as amostras foram classificadas de acordo com a morfologia espermática em dois grupos: A (total de espermatozoides anormais - TEA ≥30%, n=6) e B (TEA ≤ 15%, n=10). O sêmen foi diluído em diluidor Tris-gema contendo Catalase (1, 5, ou 10 U/ml/400 x 106 espermatozoides) ou sem antioxidante (controle). Nas amostras do grupo A, a motilidade espermática (MT) média no sêmen fresco, foi 71% e o TEA 38%. Já no grupo B, a MT foi 86% e o TEA 14%. Após a...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Antioxidante; Criopreservação; Morfologia espermática; Produção animal; Caprino; Sêmen; Animal production.
Ano: 2011 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1013077
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação das patologias espermáticas de caprinos Anglo-Nubianos portadores do vírus da artrite encefalite caprina diluídos em MEM e Tris-gema. Repositório Alice
SILVA, D. F.; PEIXOTO, R. M.; ARAÚJO, J. F.; SILVA, A. F.; SANTOS, D. O.; PINHEIRO, A. A..
Os espermatozoides são células haploides altamente especializadas, cuja função, juntamente com o oócito, é propagar as informações genéticas de sua espécie. A avaliação da morfologia espermática é um importante indicador de fertilidade, sendo preconizado pelo Colégio Brasileiro de Reprodução Animal (CBRA, 2013) que as partidas de sêmen de caprinos que contenham mais de 20% de anormalidades não devem ser usadas em programas de inseminação artificial. O objetivo do trabalho foi conferir se o vírus da Artrite Encefalite Caprina (CAEV) interfere na patologia espermática e qual seria o melhor diluente a ser utilizado em futuros experimentos com acréscimo de antivirais ao diluente. O
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Tris gema; Parâmetros espermáticos; Diluente; MEM; Meio Essencial Mínimo; CAEV; Morfologia espermática; Defesa antiviral; Vírus da Artrite Encefalite Caprina; Caprino; Sêmen; Conservação; Espermatozóide; Goats; Caprine arthritis encephalit virus; Semen preservation; Spermatozoa.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1084956
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Características seminais de carneiros das raças Dorper, Santa Inês e mestiços em condições de clima tropical. Repositório Alice
MAIA, M. da S.; SILVA, J. V. C. da; MEDEIROS, I. M. de; LIMA, C. A. C. de; MOURA, C. E. B. de.
Avaliaram-se os parâmetros seminais e testiculares de 17 carneiros (cinco Santa Inês, cinco Dorper e sete mestiços ¾ Dorper + ¼ Santa Inês). A coleta de dados foi realizada quinzenalmente. Os ejaculados foram colhidos em vagina artificial, mantidos em banho-maria (37 °C) e avaliados quanto ao volume, aspecto, vigor, motilidade, turbilhonamento, concentração, morfologia e viabilidade espermática. Houve diferença significativa (P <0,05) entre as raças para perímetro escrotal, temperatura retal e algumas das características seminais. O volume do ejaculado foi maior (P <0,05) na Dorper (1,27 ± 0,1 ml) comparado à Santa Inês (0,81 ± 0,1 ml) e mestiços (1,00 ± 0,1 ml). A motilidade espermática foi significativamente maior nos carneiros Santa Inês e...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Estresse térmico; Perímetro escrotal; Qualidade de sêmen; Morfologia espermática; Produção animal; Ovino; Raça Dorper; Raça Santa Inês; Animal production; Semen quality; Sperm morphology; Sheep.
Ano: 2015 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1025580
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Influência da época do ano sobre os parâmetros seminais de garanhões Pônei. Repositório Alice
LUCENA, C. A. de O.; MAIA, M. da S.; MAIA, J. J. A.; SILVA, G. F. da; SOUSA, T. M. L. de; MOURA, C. E. B. de.
O presente trabalho objetivou avaliar a influência da época do ano e dos fatores climáticos (temperatura e umidade) sobre os parâmetros seminais de garanhões da raça Pônei Brasileira criados no Município de Santa Maria, Rio Grande do Norte.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Garanhão; Qualidade do sêmen; Morfologia espermática; Temperatura ambiente; Pônei brasileira; Produção animal; Cavalo; Raça; Animal production.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1010516
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Parâmetros escroto-testiculares e de sêmen em caprinos adultos submetidos à insulação escrotal PAB
SANTOS,DIÔNES OLIVEIRA; SIMPLÍCIO,AURINO ALVES.
Ejaculados de seis bodes Moxotó e seis ½ sangue Moxotó-Pardo Alpina, adultos, mantidos em confinamento, foram avaliados antes e após a insulação do saco escrotal com bolsa de plástico, de parede dupla, durante 6,5 dias. A degeneração seminal ocorreu em todos os animais na 4ª semana após o início da insulação, ressaltando-se a redução na concentração, o aumento dos defeitos espermáticos e a redução do vigor celular, culminando com a necrospermia. A motilidade individual progressiva (MIP) atingiu os valores mais baixos na 3ª semana após o início da insulação, retornando aos valores normais entre a 8ª e 9ª semanas. Os defeitos espermáticos começaram a aumentar aos sete dias após o início da insulação escrotal. O volume apresentou oscilações atípicas e o...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Degeneração seminal; Morfologia espermática; Plasma seminal; Perímetro escrotal; Consistência testicular.
Ano: 2000 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2000000900016
Registros recuperados: 6
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional