Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 22
Primeira ... 12 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
AVALIAÇÃO DE PESSEGUEIROS E NECTARINEIRAS INTRODUZIDOS NO BRASIL, PROCEDENTES DA FLÓRIDA, EUA Scientia Agricola
BARBOSA,W.; OJIMA,M.; DALL'ORTO,F.A.C.; MARTINS,F.P.; DE CASTRO,J.L.; DOS SANTOS,R.R..
Avaliou-se o comportamento vegetativo e reprodutivo de vinte e dois pessegueiros e treze nectarineiras introduzidos no Brasil, provenientes da Universidade da Flórida, Gainesville, EUA. O material foi avaliado por três anos na Estação Experimental de Jundiaí, do IAC(23o08'S; 46o55'W), anotando-se as características: número de nós de gemas por metro de ramo e de gemas vegetativas e floríferas por nó; porcentagem de frutificação efetiva; ciclo de maturação dos frutos; coloração da película e polpa; textura e acidez da polpa e época de colheita. Verificou-se que os cinco cultivares e seleções que apresentaram grande quantidade de gemas foram: Sungem; Fla 3-4N; Fla 6-4; Fla 84-16N e Okinawa, com 51,1; 50,8; 45,8; 45,2 e 44,2 nós de gemas por metro de ramo...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Pêssego; Nectarina; Germoplasma; Fenologia.
Ano: 1997 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90161997000200007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização de compostos fenólicos e triterpenos em pêssegos e nectarinas do Banco de Germoplasma da Embrapa. Infoteca-e
SCARIOTTO, S.; QUILOT-TURION, B.; POËSSEL, J. L.; RASEIRA, M. do C. B.; DINI, M.; ROTH, F..
bitstream/item/188639/1/BOLETIM-292.pdf
Tipo: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E) Palavras-chave: Pêssego; Nectarina; Fruta de Clima Temperado.
Ano: 2018 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1101757
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Concentrações de 6-benzilaminopurina no desenvolvimento in vitro de embriões de pêssegos e nectarinas precoces Bragantia
Barbosa,Wilson; Campo-Dall'orto,Fernando Antonio; Ojima,Mario.
Objetivando melhorar o desenvolvimento in vitro de embriões de pêssegos e nectarinas, de maturação precoce, adicionou-se, em meio básico de cultura, o regulador de crescimento 6-benzilaminopurina (BAP) nas concentrações de 0,5,10,15 e 20µM. Esse meio consistiu na solução salina de Murashige & Skoog acrescido de tiamina, 1mg/l; ácido nicotínico, 0,5mg/l; inositol, 100mg/1, glicina, 250mg/l; glutamina, 500mg/l; asparagina, 250mg/l, ácido giberélico, 0,1mg/l; sacarose, 30g/l, e ágar, 6g/l. A melhor taxa de desenvolvimento dos embriões, após 30dias de cultura, ocorreu nas concentrações de 5 e 10µM de BAP, com uma emissão média de 4,5 brotos por embrião. Nas concentrações de 15 e 20mM de BAP, o número de brotações foi maior, porém com menor...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Pêssego; Prunus persica; Nectarina; Cultura in vitro de embrião; Regulador de crescimento; Vitrificação; Vitroplântula; Ananismo; Melhoramento genético.
Ano: 1990 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051990000200005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Conservação e germinação do pólen, polinização e frutificação efetiva em pessegueiros e nectarineiras subtropicais Bragantia
Barbosa,Wilson; Campo-Dall'Orto,Fernando Antonio; Ojima,Mário; Martins,Fernando Picarelli; Boaventura,Yone Mangilu Seluto.
Pesquisaram-se ambientes, períodos de conservação e meios de cultura para germinação do pólen, além de frutificação afetiva sob autopolinízação e polinização aberta em 25 cultivares e seleções de pessegueiros e nectarineiras do Banco de Germoplasma do Instituto Agronômico (IAC). Os pólens conservados em dessecador a 0 ± 1 °C mantiveram por 60 dias ates taxas de germinação (acima de 70%). Em ambiente de laboratório (25 +1 2ªC), o pólen perdeu rapidamente sua viabilidade; após o 3° dia de armazenamento, o vigor germinativo diminuiu progressivamente. A melhor germinação do pólen in vitro (89%) ocorreu em meio contendo solução salina de Murashige & Skoog, sacarose 5% e ágar 0,7%. Os cultivates a seleções analisados mostraram-se autoférteis,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Pêssego; Nectarina; Prunus persica; Germinação do pólen in vitro; Autopolinização; Polinização aberta; Frutificação; Androesterilidade; Autofertilidade.
Ano: 1991 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051991000100003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Cultivares de pessegueiro e nectarineira com alta sanidade da Embrapa Clima Temperado. Infoteca-e
CASTRO, L. A. S. de.
bitstream/item/78972/1/documento-300.pdf
Tipo: Documentos (INFOTECA-E) Palavras-chave: Fitossanidade.; Nectarina; Pêssego..
Ano: 2010 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/884555
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Diagnóstico do sistema de produção de mudas de prunóideas no sul e sudeste do Brasil. Infoteca-e
MAYER, N. A.; ANTUNES, L. E. C..
bitstream/item/148522/1/documento-293.pdf
Tipo: Documentos (INFOTECA-E) Palavras-chave: Ameixa; Muda; Nectarina; Pêssego; Prunus..
Ano: 2010 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/877484
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito adverso. Infoteca-e
BOTTON, M.; ARIOLO, C.; SILVA, A. da; BARONIO, C..
A ampliação do uso de feromônios sexuais sintéticos para o manejo de pragas como a mariposa-oriental e de iscas tóxicas para o controle da mosca-das-frutas tem diminuído a aplicação de inseticidas em cobertura nos pomares. Essa prática, apesar de ambientalmente adequada e mais específica para o combate desses insetos, tem resultado na presença de outras pragas, como lagartas da família Noctuidae, que antes tinham importância secundária e atualmente são responsáveis por vários danos aos cultivos.
Tipo: Artigo de divulgação na mídia (INFOTECA-E) Palavras-chave: Isca tóxica; Lagarta-das-frutiferas; Lagarta de solo; Controle; Fruticultura; Pêssego; Ameixa; Nectarina; Praga de planta; Bicho Cesto; Feromônio; Mariposa Oriental.
Ano: 2012 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/928435
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Época e ciclo de maturação de pêssegos e nectarinas no estado de São Paulo Bragantia
Barbosa,Wilson; Ojima,Mario; Campo Dall'orto,Fernando Antonio; Martins,Fernando Picarelli.
Na Estação Experimental de Jundiaí (23°08'S), do Instituto Agronômico (IAC), controlou-se o número de dias entre a antese e a maturação dos frutos de vinte cultivates de pêssegos (Prvnus persica L. Batsch) e nectarinas (P. persica L. Batsch var. nucipersica). Com base nos resultados obtidos, elaborou-se nova tabela classificatória para ciclos de frutificação, da qual constam, respectivamente, a faixa de maturação, o número de dias entre a flora da e a colheita dos frutos e os cultivares: ultraprecoce,<74dias (Fia. 7-3); bem precoce, 75-90 dias (Flordaprince, Tropical e Maravilha); precoce, 91-120 dias (Régis-1, Jóia-1, Jóia-4, Delicioso Precoce, Centenária, Doura do-1, Aurora-1, Aurora-2, Ouromel-3 e Josefina); mediana, 121-150 dias (Canário, Cristal e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Pêssego; Nectarina; Ciclo de maturação dos frutos; Melhoramento; Colheita.
Ano: 1990 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051990000200003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Floração de pessegueiros e nectarineiras no planalto médio do Rio Grande do Sul, influenciada pelas condições meteorológicas Ciência Rural
Nienow,Alexandre Augusto; Floss,Luiz Gustavo.
A floração e brotação de cultivares e seleções de pessegueiros e nectarineiras foi estudada com a finalidade de auxiliar na indicação dos mais promissores para a região do Planalto Médio do Rio Grande do Sul. Foram avaliadas as safras 1997/98, 1998/99 e 1999/00, estudando-se doze cultivares e nove seleções de pessegueiro, e dois cultivares e uma seleção de nectarineira, com exigências em acúmulo de frio menor que 7,2ºC entre 150 e 400 horas. A coleção, com três plantas por cultivar/seleção, plantadas no espaçamento 6 x 3m e conduzidas no sistema de vaso aberto, sem irrigação, encontrava-se, em 1997, no sexto ciclo vegetativo. Verificou-se que a redução da ocorrência de baixas temperaturas a partir do final de junho e em julho, proporcionou, em todas as...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Prunus persica; Pêssego; Nectarina; Florescimento; Fenologia.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782002000600004
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Fruteiras de caroço. Infoteca-e
FIORAVANÇO, J. C.; ALMEIDA, G. K. de; MAGRIN, F. P..
As denominadas "fruteiras de caroço" pertencem à família Rosaceae e ao gênero Prunus. Elas produzem frutos tipo drupa, com epicarpo fino (casca), mesocarpo carnoso e suculento (polpa) e endocarpo lignificado (caroço). São originárias da Ásia, principalmente da China, Japão e Turquia. Em todo o mundo são conhecidas dezenas de espécies, destacando-se como mais importantes o pessegueiro (Prunus persica), a nectarineira (P. persica nucipersica), o damasqueiro (P. armeniaca), a ameixeira japonesa (P. salicina), a ameixeira européia (P. domestica) e a cerejeira (P. avium). No Brasil, apenas o pessegueiro, a ameixeira e a nectarineira (Figura 1) apresentam importância econômica, sendo cultivados em regiões de clima temperado e sub-tropical das regiões Sul e...
Tipo: Artigo de divulgação na mídia (INFOTECA-E) Palavras-chave: Ameixa; Floração; Fruticultura; Importação; Maturação; Nectarina; Pêssego; Produção; Variedade.
Ano: 2009 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/543540
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Incidência de ferrugem em folhas de pessegueiro e nectarineira do germoplasma IAC Scientia Agricola
Barbosa,W.; Campo-Dall'Orto,F.A.; Ojima,M.; Kalil,G.P.C.; Lovate,A.A.; Ribeiro,I.J.A.; Martins,F.P.; Nogueira,E.M.C..
Avaliou-se, em fins do verão de 1993, o grau de incidência da ferrugem (Tranzschelia discolor f. sp. domesticae), em dezoito seleções IAC de pessegueiro e seis de nectarineira, mantidos em lote de germoplasma na Estação Experimental de Jundiaí (23°08'S; 46°55'W). A porcentagem de incidência do patógeno foi estimada através de observações macroscópicas das folhas, atribuindo-se notas de 1 a 5 (1 = nula, 2 = leve, 3 = moderada, 4 = severa, 5 = muito severa), conforme o grau da severidade do sintoma. Todo o material pesquisado mostrou-se suceptível ao patógeno, entretanto, as seleções apresentaram sensíveis variações em graus de susceptibilidade. As seleções com maior tolerância ao patógeno foram: 1) pêssegos 'Régis' e IAC 4685-45 e 2) nectarinas 'Josefina' e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Pêssego; Nectarina; Ferrugem; Tranzschelia discolor f. sp. domesticae; Resistência; Seleções IAC.
Ano: 1994 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90161994000100014
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Manejo das doenças das prunoides (ameixa, nectarina e pêssego). Infoteca-e
GARRIDO, L. da R..
As rosáceas de caroço (ameixa, nectarina e pêssego) são atacadas por diversos patógenos, porém menos do que uma dúzia são de importância econômica na região sul do Brasil. As condições climáticas do sul e sudoeste do estado, em anos de El Niño, são favoráveis para ocorrência de doenças fúngicas, no período primavera e verão, favorecidas pela alta umidade relativa e precipitações pluviométricas, resultando em perdas econômicas, caso o produtor não utilizem medidas de controle adequadas. Já em anos que predominam condições mais secas, a pressão da doença é menor e consequentemente o gasto com o controle será menor. Porém, este controle não deve se restringir apenas na aplicação de fungicidas, mas também na adoção de outras medidas visando reduzir as fontes...
Tipo: Circular Técnica (INFOTECA-E) Palavras-chave: Rosáceas de caroço; Patógenos; Dtqfrutasclimatemperado.; Ameixa; Nectarina; Pêssego; Doença de planta; Clima..
Ano: 2016 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1060655
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
O pessegueiro em pomar compacto: X. Comportamento de cultivares e seleções sob poda de encurtamento dos ramos pós-colheita Bragantia
BARBOSA,WILSON; CAMPO-DALL’ORTO,FERNANDO ANTONIO; OJIMA,MÁRIO; NOVO,MARIA DO CARMO DE SALVO SOARES; CARELLI,MARIA LUIZA CARVALHO; AZEVEDO FILHO,JOAQUIM ADELINO DE.
Pesquisou-se o comportamento vegetativo e reprodutivo de 14 cultivares e seleções de pêssego e nectarina, cultivados no sistema de pomar compacto, em espaçamento de 4 m x 1,5 m (1.667 plantas.ha-1), sob poda de encurtamento dos ramos, em pós-colheita. Essa poda, caracterizada pelo corte dos ramos produtivos a 20-30 cm de sua inserção, foi realizada no final de novembro, logo após a colheita de frutos do ciclo anterior. A partir dos resultados obtidos no biênio 1997-98, verificou-se que os cultivares e seleções mais produtivos foram (média bienal do número e kg de frutos por planta respectivamente): Aurora-1 (161, 13,9); IAC 680-13 (142, 12,4); Régis (156, 12,2); Talismã (128, 11,9) e IAC 680-178 (130, 10,1). Os cultivares Delicioso Precoce, Jóia-1,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Pêssego; Nectarina; Prunus persica; Prática cultural; Seleções IAC; Volume de copa; Área transversal de tronco; Produtividade.
Ano: 2000 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052000000200011
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
O pessegueiro no sistema de pomar compacto: VI. Frutificação efetiva e raleio químico em seleções IAC Bragantia
Barbosa,Wilson; Campo Dall'Orto,Fernando Antonio; Ojima,Mário; Santos,Rui Ribeiro dos.
Verificou-se o potencial de frutificação e o efeito da pulverização de uréia a 12%, no raleio de frutos, em cinco pessegueiros e duas nectarineiras, cultivados em pomar compacto, na Estação Experimental de Monte Alegre do Sul (22°41'S. e 46°43'W.), do Instituto Agronômico de Campinas (IAC). Dos cultivares e seleções pesquisados, 'Talismã', IAC 6782-83, IAC N 2680-91, 'Aurora-2' e IAC 282-24 apresentaram as maiores taxas de frutificação natural, a saber: 60,9; 54,2; 44,6; 41,4 e 40,0% respectivamente. A uréia a 12%, pulverizada na plena floração, mostrou-se efetiva no raleio dos frutos, reduzindo as frutificações para a faixa de 12-17%, considerada adequada para pessegueiros e nectarineiras sob altas densidades de plantio. O número médio de pêssegos e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Pêssego; Prunus persica (L.) Batsch; Nectarina; Prunus persica (L.) Batsch; Var. nucipersica; Frutificação; Raleio químico; Uréia; Pomar compacto.
Ano: 1992 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051992000100009
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
O pessegueiro no sistema de pomar compacto: VII. comportamento de novas seleções IAC sob poda drástica bienal Scientia Agricola
Barbosa,W.; Campo-Dall'Orto,F.A.; Ojima,M.; Lovate,A.A.; Santos,R.R. dos.
Pesquisou-se durante seis anos o comportamento reprodutivo de cinco novas seleções de pêssego e nectarina em Monte Alegre do Sul (22°41'S; 46°43'W e 40 HF-7). Os pessegueiros e nectarineiras cultivados nos espaçamentos de 4 x 0,5m e 4 x Im, equivalentes a 5000 e 2500 plantas/ha, respectivamente, foram podados drasticamente, a cada dois anos, após a colheita. Em ambos espaçamentos,'Aurora-2* e IAC 282-24 apresentaram as melhores produções acima de 19 toneladas/ha. Verificou-se nos ciclos subseqüentes a cada poda da copa, tendência de menor produção das plantas, principalmente em material de ciclo mediano. No segundo ano após a poda drástica, os pessegueiros e nectarineiras produziram normalmente. No espaçamento de 4 x 0,5m, as plantas apresentaram acréscimo...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Pêssego; Nectarina; Prunus persica; Seleções IAC; Pomar compacto; Poda drástica; Produtividade.
Ano: 1994 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90161994000100015
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
O PESSEGUEIRO NO SISTEMA DE POMAR COMPACTO: VIII. CARACTERIZAÇÃO DE CULTIVARES E SELEÇÕES PARA DIFERENTES DENSIDADES POPULACIONAIS Scientia Agricola
BARBOSA,W.; CAMPO DALL'ORTO,F.A.; OJIMA,M.; SANTOS,R.R. dos.
Caracterizou-se no período de 1991-94, na Estação Experimental de Monte Alegre do Sul (22o41'S; 46o43'W e 40 HF-7), IAC, o desenvolvimeento de treze pessegueiros e cinco nectarineiras, cultivados em três lotes contíguos, nos espaçamentos adensados de 4m x 0,5m; 4m x 1m; e 4m x 1,5m, correspondendo a 5000, 2500 e 1667 indivíduos por hectare respectivamente. As copas das plantas foram podadas drasticamente, a cada dois anos, após a colheita. Registrou-se o número de nós de gemas por metro de ramo e de gemas vegetativas e floríferas por nó e a porcentagem de pegamento, o ciclo de crescimento, a massa e a época de colheita dos frutos. Os maiores índices de desenvolvimento foram verificados em Talismã, Aurora-1, Aurora-2, Jóia-1, Tropical e Flordaprince,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Pêssego; Nectarina; Prunus persica; Pomar compacto; Poda drástica; Fenologia; Germoplasma.
Ano: 1998 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90161998000200004
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Padronização e classificação de pêssegos e nectarinas. Infoteca-e
CALEGARIO, F. F..
Frutas de caroço: começa a surgir uma linguagem única de qualuidade para todo o Brasil. Mercado atacadista de frutas de caroço e suas exigências. Estrutura do regulamento técnico de identidade e qualidade de frutas. Produção Integrada de Frutas de caroço no Brasil. Sistemas de classificação de frutas de caroço adotados nas regiões produtoras de Santa Catarina. Frutas de caroço na Serra gaúcha. Sistemas de classificação de frutas de caroço na região metropolitana de Porto Alegre. Apresentação dos sistemas de classificação de frutas de caroço adotados nas regiões produtoras SP: Holambra II. Sistema de classificação de frutas de caroço adotado na região de Atibaia e Jarinu, no Estado de São Paulo. Comercialização e classificação de pêssegos no Estado de Minas...
Tipo: Documentos (INFOTECA-E) Palavras-chave: Padronização; Classificação; Brasil.; Fruticultura; Nectarina; Pêssego..
Ano: 2005 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/541003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Poda frutas de caroço. Infoteca-e
BERNARDI, J..
A Obtenção de frutas de qualidade é um objetivo constantemente estabelecido pelo produtor, já que está diretamente relacionada à rentabilidade do pomar. O manejo da planta, com ênfase na poda é um dos fatores que contribuem de forma significativa para a colheita de frutas de qualidade superior, expressando assim o potencial de cada cultivar. As frutas de caroço compreendem o pessegueiro, a nectarineira e a ameixeira.
Tipo: Artigo de divulgação na mídia (INFOTECA-E) Palavras-chave: Ameixa; Fruticultura; Nectarina; Pêssego; Poda; Pratica Cultural.
Ano: 2006 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/541301
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Produção de pessegueiro e nectarina no planalto médio do Rio Grande do Sul em anos de inverno ameno Ciência Rural
Nienow,Alexandre Augusto; Floss,Luiz Gustavo.
O estudo do comportamento produtivo de pessegueiros e nectarineiras visou obter informações no sentido de auxiliar na determinação dos cultivares e seleções mais promissores para a região do Planalto Médio do Rio Grande do Sul. Foram estudados doze cultivares e nove seleções de pessegueiro; dois cultivares e uma seleção de nectarineira, com exigências em frio menor que 7,2 ºC variando entre 150 e 400 horas. A coleção, constituída de três plantas por cultivar, conduzidas no espaçamento 6 x 3 m, no sistema de vaso aberto, sem irrigação, encontrava-se, em 1997, iniciando o sexto ciclo vegetativo. Observadas três safras agrícolas (1997/98, 1998/99 e 1999/00), os resultados obtidos demonstraram que a antecipação em maior ou menor grau da floração, dependendo do...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Prunus persica; Pêssego; Nectarina; Cultivares; Colheita.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782003000200010
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Reação de genótipos de nectarina (Prunus persica var. nucipersica) à ferrugem da folha, ao chumbinho e evolução da desfolha Rev. Ciênc. Agron.
Ayub,Ricardo Antônio; Assunção,Marlon; Torres,Adalci Leite.
A resistência genética às doenças é um progresso na produção de todas as culturas e fontes de resistência devem ser reportadas, auxiliando os programas de melhoramento. O presente trabalho objetivou avaliar a resistência de genótipos de nectarina à ferrugem da folha e ao chumbinho, assim como, correlacionar a intensidade das doenças com a desfolha prematura. Foram avaliados três genótipos de nectarina em delineamento de blocos ao acaso com dez repeticões. Com base nos resultados obtidos, o genótipo Bruna mostrou-se resistente ao chumbinho e suscetível à ferrugem, ao passo que o genótipo Sunripe foi resistente à ferrugem; FLA 9-15N foi moderadamente suscetível à ferrugem. Houve correlação apenas entre severidade da ferrugem e desfolha.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Nectarina; Plantas; Controle de doenças.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-66902013000200024
Registros recuperados: 22
Primeira ... 12 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional