Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 4
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Comparação da eficiência de duas técnicas de coloração na detecção de cryptosporidi um em amostras fecais de duas espécies de jararacas mantidas em cativeiro MV&Z
Nascimento, Fernanda Gatti de Oliveira; Barbosa, Fernando Cristino; Rodrigues, Renata Dias; Pereira, Heloisa Castro; Gomes, Lara Reis; de Souza, Rafael Rocha.
Foi comparada a eficiência de duas técnicas de coloração, Ziehl-Neelsen modificado e Safranina modificada, para Cryptosporidium sp. em amostras fecais de duas espécies de Jararacas criadas em cativeiro. Cryptosporidium é um protozoário de carácter cosmopolita, oportunista, que acomete varias espécies, classificado dentro do filo Apicomplexa, e suas espécies parasitam as microvilosidades das células epiteliais do trato gastrointestinal. A localização desse protozoário caracteriza-se por ser intracelular, porém extracitoplasmático. Diferentemente de outros organismos, nos quais as infecções por Cryptosporidium são autolimitantes em indivíduos imunocompetentes, a criptosporidiose em répteis é frequentemente crônica e pode ser letal para serpentes. A...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Bothrops moojeni; Bothrops atrox; Oocistos.
Ano: 2014 URL: http://www.revistamvez-crmvsp.com.br/index.php/recmvz/article/view/23710
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Desinfecção com amônia quaternária associada à fermentação não potencializa o controle de coccidiose em cama de frango Ciência Rural
Assis,Rafaela Carolina Lopes; Luns,Fábio Dias; Cury,Márcia Cristina.
O objetivo deste estudo foi avaliar se o uso da desinfecção com amônia quaternária associada à fermentação potencializa o controle de oocistos na cama de frangos de corte. A cama de frango reutilizada passou pela fermentação e/ou desinfecção com amônia quaternária no intervalo sanitário de 15 dias entre dois alojamentos sucessivos de 160 frangos cada. No 1° alojamento, as aves foram inoculadas, por via oral, com 3x10³ oocistos de Eimeria acervulina aos 12 dias de idade. Com a saída desse lote, a área de alojamento foi dividida em 4 boxes de 5m² cada. Cada box representou um grupo de tratamento da cama: grupo 1: a cama não passou por tratamento (controle); grupo 2: fermentação; grupo 3: desinfecção; e grupo 4: desinfecção associada à fermentação. No 2°...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Coccidiose aviária; Desinfetantes; Sanidade; Oocistos; Eimeria acervulina.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782013000800019
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Diagnóstico de criptosporidiose em amostras fecais de bezerros por imunofluorescência direta e microscopia de contraste de fase Ciência Rural
Teixeira,Weslen Fabricio Pires; Coelho,William Marinho Dourado; Soutello,Ricardo Velludo Gomes de; Oliveira,Fernando Paes de; Homem,Camila Guariz; Nunes,Cáris Maroni; Meireles,Marcelo Vasconcelos.
O presente estudo teve como objetivo comparar as técnicas de imunofluorescência direta (IFD) e a microscopia de contraste de fase em solução de Sheather (MCF), para detecção de oocistos de Cryptosporidium spp. em amostras fecais de bezerros. A determinação dos limiares detecção da IFD e da MCF foi realizada utilizando cinco alíquotas de uma amostra fecal de bezerro, comprovadamente negativa para Cryptosporidium spp., adicionadas com diferentes quantidades de oocistos de Cryptosporidium parvum. Ao exame das 5 alíquotas, a IFD e a MCF apresentaram, respectivamente, limiares de detecção de 3,3x104 (duas alíquotas positivas) e 3,3x105 oocistos (1 alíquota positiva) por grama de fezes. Foram também realizadas a comparação entre a positividade obtida e uma...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cryptosporidium spp.; Oocistos; Fezes; Sheather.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782011000600022
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Excreção de oocistos de Cryptosporidium parvum em cães saudáveis das cidades de Lavras e Viçosa, Estado de Minas Gerais, Brasil Ciência Rural
Figueiredo,Henrique César Pereira; Pereira Júnior,Delton José; Nogueira,Rodrigo Bernardes; Costa,Paulo Renato dos Santos.
Com o objetivo de determinar a freqüência de excreção de Cryptosporidium parvum foram coletadas 269 amostras de fezes de cães saudáveis, de áreas urbanas e rurais, dos municípios de Lavras e Viçosa, Estado de Minas Gerais. A detecção de oocistos foi realizada por um kit de ELISA direto (Alexon - Trend, USA). Do total de amostras analisadas, cinco (1.85%) foram positivas para a excreção de C. parvum. Não houve diferença entre a freqüência de excreção para cães da área urbana e rural.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cryptosporidium parvum; Cães; Oocistos.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782004000500049
Registros recuperados: 4
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional