Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 14
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Análise do padrão espacial dos diferentes estados de desenvolvimento de Saissetia oleae (Oliv) (Homoptera: Coccoidea), em oliveira, na região de Trás-os-Montes. IPB - Escola Superior Agrária
Pereira, J.A.; Torres, L.; Bento, Albino.
Tipo: Article Palavras-chave: Saissetia oleae; Oliveira; Padrão espacial; Lei da potência de Taylor; Método de Iwao.
Ano: 1999 URL: http://hdl.handle.net/10198/855
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Brazilian National Forest Inventory: a landscape scale approach to monitoring and assessing forested landscapes. Repositório Alice
LUZ, N. B. da; GARRASTAZU, M. C.; ROSOT, M. A. D.; MARAN, J. C.; OLIVEIRA, Y. M. M. de; FRANCISCON, L.; CARDOSO, D. J.; FREITAS, J. V. de.
A importância estratégica dos recursos florestais, tanto em escala nacional quanto global, assim como a falta de informações qualitativas e quantitativas confiáveis acerca das florestas brasileiras, está entre as motivações que levaram à realização de um novo Inventário Florestal Nacional do Brasil (IFN-BR). Além do tradicional levantamento de campo por meio de amostragem por conglomerados, o IFN-BR incorporou um componente geoespacial, as unidades amostrais de paisagem. A partir da análise do uso e cobertura da terra nessas unidades amostrais, são gerados indicadores e índices de paisagem, capazes de apresentar informações a respeito da sua composição, morfologia, padrão de mosaico, similaridade de habitats adjacentes, conectividade, fragmentação e...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Padrão espacial; Índices; Spatial pattern; IFN-BR; Política Florestal; Inventário Florestal; Forest policy.
Ano: 2018 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1093192
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Dinâmica da infestação de Brevipalpus phoenicis (Geijskes, 1939) (Acari:Tenuipalpidae) em pomares cítricos da Bahia, Brasil Rev. Bras. Frutic.
Silva,Suely Xavier de Brito; Laranjeira,Francisco Ferraz; Andrade,Eduardo Chumbinho de; Almeida,Décio de Oliveira.
Em duas regiões da Bahia - Litoral Norte (LN) e Recôncavo Baiano (RB) quantificaram-se a dinâmica espaço-temporal da infestação de plantas cítricas pelo ácaro Brevipalpus phoenicis. Dez pomares de cada região foram avaliados mensalmente (de abril de 2008 a fevereiro de 2011), nos quais 21 plantas tiveram três frutos/planta vistoriados com lupa de 10x para registrar a presença ou ausência do ácaro. A proporção média de plantas infestadas variou entre 0,38 e 1,0. Em frutos, a proporção mínima de infestação foi 0,10 e máxima de 0,73 no LN e 0,66 no RB. O processo de infestação foi sazonal, com mais unidades infestadas na primavera-verão (Nemenyi, p<0,05). A análise de densidade espectral mostrou a ocorrência de dois tipos de ciclos: um com período...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Vetor do VLCi; Padrão espacial; Sazonalidade da infestação.
Ano: 2012 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000100012
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Dinâmica espacial da clorose variegada dos citros em três regiões do Estado de São Paulo Trop. Plant Pathol.
Laranjeira,Francisco F; Bergamin Filho,Armando; Amorim,Lilian; Gottwald,Tim R.
A Clorose Variegada dos Citros (CVC) tem sido considerada a mais importante doença citrícola no Brasil, mas diversos aspectos de sua epidemiologia ainda não são bem conhecidos. O presente trabalho objetivou estudar o arranjo espacial das plantas afetadas, visando caracterizar a dinâmica da doença em três regiões do Estado de São Paulo (Noroeste, Centro e Sul). Por meio de avaliação de sintomas visuais, foram mapeados, quinzenalmente, três talhões de laranja-doce (Citrus sinensis) Pêra enxertada em limão Cravo (Citrus limonia), em três regiões do Estado de São Paulo, desde julho de 1998 até dezembro de 2000. Para o estudo da dinâmica espacial, foram aplicadas as seguintes análises: seqüências ordinárias; áreas isópatas; lei de Taylor modificada; índice de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Citros; CVC; Xylella fastidiosa; Epidemiologia; Padrão espacial.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-41582004000100009
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Distribuição espacial de Bertholletia excelsa Bonpl. em duas formações florestais no Estado do Amazonas. Repositório Alice
ALVES, T. C. V.; SILVA, K. E. da; AGUIAR, A. L. da S..
Avaliou-se o padrão de distribuição espacial de castanha-da-Amazônia (Bertholletia excelsa) em duas formações florestais no Estado do Amazonas com a função K de Ripley, considerando caso univariado. Os resultados indicaram que o padrão predominante para as duas áreas de estudo foi o aleatório, mas com configurações bastante diferenciadas.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Função K de Ripley; Padrão espacial; Castanha-do-brasil; Bertholletia Excelsa.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1085544
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Distribuição espacial de Mesadenella cuspidata (Lindl.) Garay (Orchidaceae) em uma floresta ribeirinha em Santa Maria, RS, Brasil Acta Botanica
Budke,Jean Carlos; Giehl,Eduardo Luís Hettwer; Athayde,Eduardo Anversa; Záchia,Renato Aquino.
Mesadenella cuspidata é uma orquídea terrícola encontrada no interior de florestas no Sul do Brasil. Apesar de seu valor ecológico e ornamental, pouco se conhece sobre a biologia desta espécie. Os objetivos deste trabalho foram identificar o padrão de distribuição espacial de M. cuspidata e verificar se há correlação entre o número de indivíduos jovens e adultos em uma floresta ribeirinha. Para o levantamento, foram amostradas 60 parcelas de 16m² cada. Durante agosto e setembro/2001 foram inventariados os indivíduos jovens e adultos das parcelas. Para identificar-se o padrão de distribuição espacial, utilizaram-se o índice de Morisita (MI) e a razão de variância/média (R). Foram encontrados 463 indivíduos jovens e 178 adultos. Indivíduos jovens e adultos...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Padrão espacial; Tamanho populacional; Estádios ontogenéticos; Parâmetros populacionais; Orchidaceae.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062004000100004
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estrutura populacional da espécie Vouacapoua americana Aubl. em floresta de terra firme no Estado do Amapá, Brasil. Repositório Alice
SOUZA, L. A. de; APARÍCIO, P. da S.; APARÍCIO, W. C. da S.; SOTTA, E. D.; GUEDES, M. C.; OLIVEIRA, L. P. dos S..
2011
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Estrutura diamétrica; Padrão espacial; Manejo florestal; Acapu.
Ano: 2011 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/916561
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Influência do padrão espacial sobre a estimativa de densidade arbórea do método de quadrantes: um estudo por meio de simulação de Monte Carlo Acta Botanica
Gorenstein,Maurício Romero; Batista,João Luís Ferreira; Durigan,Giselda.
O método de quadrantes tem sido bastante utilizado em levantamentos fitossociológicos de florestas tropicais. O método pressupõe que as árvores tenham padrão espacial completamente aleatório para que a estimativa da densidade (árvores ha-1) não apresente viés. Neste trabalho, analisou-se através de simulação de Monte Carlo de florestas hipotéticas, o efeito de desvios da Completa Aleatoriedade Espacial (C AE) em direção a padrões agrupados e regulares, sobre a estimativa da densidade obtida pelo método de quadrantes para populações com diferentes densidades, bem como a influência do tamanho da amostra sobre as estimativas. O aumento do tamanho da amostra não mostrou efeito significativo na redução de viés. Entre os padrões de distribuição dos indivíduos...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Densidade; Viés; Padrão espacial; Quadrantes; Simulação de Monte Carlo.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062007000400020
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Padrão espacial da furasiose do maracujazeiro em diferentes sistemas de manejo. Repositório Alice
KARASAWA, M.; BATISTA, D. da C.; GAVA, C. A. T..
2007
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Maracujá; Doença; Fusariose; Padrão espacial; Maracujá; Doença.
Ano: 2007 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/162281
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Padrões de ocorrência espacial de espécies da Floresta Ombrófila Mista no Paraná Sci. Agrar.Paran. / SAP
Evelyn Takahashi Lipinski; Universidade Federal do Paraná; Ana Beatriz Schikowski; Universidade Federal do Paraná; Marieli Sabrina Ruza; Universidade Federal do Paraná; Ana Paula Dalla Corte; Universidade Federal do Paraná; Carlos Roberto Sanquetta; Universidade Federal do Paraná.
Este trabalho avaliou a distribui&ccedil;&atilde;o espacial das esp&eacute;cies Ilex paraguariensis, Ocotea porosa, Ocotea puberula e Capsicodendron dinisii, t&iacute;picas da Floresta Ombr&oacute;fila Mista Montana, utilizando dados de parcelas permanentes localizadas em S&atilde;o Jo&atilde;o do Triunfo, Paran&aacute;. Foram analisados indiv&iacute;duos com di&acirc;metro &agrave; altura do peito acima de 10 cm, sendo os mesmos identificados e suas coordenadas geogr&aacute;ficas demarcadas. Avaliou-se a frequ&ecirc;ncia dos indiv&iacute;duos, n&uacute;mero de subparcelas com sua ocorr&ecirc;ncia, e o &Iacute;ndice de Moran (IM). Os valores m&eacute;dios da frequ&ecirc;ncia foram...
Tipo: Artigo Avaliado por Pares Palavras-chave: Correlação; Floresta com Araucária; Índice de Moran; Padrão espacial.
Ano: 2016 URL: http://e-revista.unioeste.br/index.php/scientiaagraria/article/view/11136
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Padrões espaciais de espécies arbóreas tropicais. Repositório Alice
SILVA, K. E. da; MARTINS, S. V.; SANTOS, N. T.; RIBEIRO, C. A. A. S..
Definição e modelos de padrão espacial. Causas do padrão espacial. Padrão espacial em formações florestais. Padrão espacial em plantas jovens. Padrão espacial em plantas adultas. Análise do padrão espacial. Índices de detecção do padrão espacial para amostras em parcelas. Índices baseados na razão entre a variância e a média. Índice de dispersão de morisita. Análise do padrão espacial através de medidas de distâncias. Coeficiente de agregação de Hopkins. Índice de padrão espacial T2. Método do vizinho mais próximo. Função K de Ripley. Função K Univariada. Aplicações da função K de Ripley na ecologia florestal.
Tipo: Capítulo em livro científico (ALICE) Palavras-chave: Padrão espacial.
Ano: 2009 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/885268
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Potencial ecológico para o manejo da Virolasurinamensis (Rol. Ex. Rottb.) Warb. em um ambiente de várzea na resex do Rio Cajari, Amapá, Brasil. Repositório Alice
MATIAS, H. de B.; APARÍCIO, W. C. da S.; MARANGON, L. C.; GUEDES, M. C.; FERREIRA, R. L. C.; APARÍCIO, P. da S..
2011
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Distribuição diamétrica; Padrão espacial.
Ano: 2011 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/916560
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Spatial pattern analysis and demography of two tropical trees in the Brazilian Caatinga PFB - Pesquisa Florestal Brasileira
Manzan, Maira Fontes; Fajardo, Cristiane Gouvêa; Vieira, Fábio de Almeida.
Aspidosperma pyrifolium (Apocynaceae) and Caesalpinia pyramidalis (Fabaceae) share the same habitat in the Brazilian Caatinga domain. In this paper, we investigate the intra and inter-species interactions between these two plants using spatial pattern analysis among cohorts. The results showed that the adult trees of each species present higher densities at distances shorter than 9 m to 12 m. However, due to seed dispersal via autochory, we expected a more aggregate density for C. pyramidalis than A. pyrifolium as the later disperses seeds through anemochory. Difference in spatial aggregation among cohorts was not observed and therefore the results contradict the expectations of the Janzen-Connell hypothesis. It is likely that this is associated with...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Recursos Florestais; Engenharia Florestal; Ecologia Florestal Aspidosperma pyrifolium; Caesalpinia pyramidalis; Cohorts; Plant coexistence; Spatial patterning Aspidosperma pyrifolium Caesalpinia pyramidalis; Coortes; Coexistência de plantas; Padrão espacial.
Ano: 2014 URL: http://pfb.cnpf.embrapa.br/pfb/index.php/pfb/article/view/634
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Spatial-temporal analysis of gummosis in three cashew clones at Northeastern Brazil. Repositório Alice
CYSNE, A. Q.; CARDOSO, J. E.; MAIA, A. de H. N.; FARIAS, F. C..
2010
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Anacardium occidentale; L theobromae; Epidemiologia; Padrão espacial.
Ano: 2010 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/870663
Registros recuperados: 14
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional