Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 4
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estudo comparativo da irrigação da papila mamária em cães sem raça definida (Canis familiaris, Linnaeus, 1758) Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci.
Luiz,Carlos Rosemberg; Oliveira,Kleber Mirallia de; Balestra,Rafael Antônio Machado; Nascimento,Diogo dos Santos; Ferreira,Jussara Rocha.
Analisamos a distribuição e arranjo vascular das artérias da papila mamária (PM) em 45 cães adultos, de diferentes idades, sem raça definida, 15 cadelas multíparas, 15 nulíparas e 15 machos. Objetivamos comparar a irrigação das papilas mamárias nestes grupos para aplicações em morfologia, reprodução, clínica, cirurgia (segmentectomia) e áreas correlacionadas. Os espécimes foram colhidos no Centro de Zoonoses de Goiânia, injetamos látex, fixamos e analisamos o complexo mamário de cada um por dissecação e radiografia. A irrigação da papila mamária foi classificada em: direta terminal (DT), direta contínua (DC) e indireta (I). O modelo de irrigação direta terminal predominou nos pares de mamas 1 e 3 nos três grupos estudados, apresentando maior freqüência,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cão; Distribuição arterial; Papila mamária; Anatomia comparativa.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-95962004000100004
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estudo da papila mamária em fêmeas bovinas (Bos taurus - Linnaeus, 1758), mediante as características ultra-sonográficas em modo-B (tempo real) Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci.
Santos,Diogo Antonio da Silva; Vicente,Wilter Ricardo Russiano; Canola,Julio Carlos; Léga,Euzylene.
Nesta pesquisa foram utilizadas vinte fêmeas bovinas, sem patologias aparentes nas glândulas mamárias, em lactação, objetivando avaliar estruturas anatômicas das papilas mamárias. Quatro técnicas ultra-sonográficas foram avaliadas. Utilizou-se transdutor linear de 7,5 MHz para uso endoretal, na obtenção das imagens, padronizando-se o lado direito do animal para visualização das papilas craniais e caudais, em dois planos anatômicos (sagital e transversal). Os animais foram divididos em quatro grupos (G1, G2, G3, G4) que representaram as diferentes técnicas empregadas em momentos distintos (antes e após ordenha). Os resultados indicaram que entre as técnicas estudadas, as de exame direto e com uso de almofadada de silicone, foram as que apresentaram maior...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Papila mamária; Ultra-sonografia; Vaca leiteira.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-95962004000500010
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Morfologia da glândula mamária de gambás da espécie Didelphis sp associada ao modelo marsupial Biota Neotropica
Samoto,Vivian Yochiko; Miglino,Maria Angélica; Ambrósio,Carlos Eduardo; Pereira,Flávia Thomas Verechia; Lima,Marcelo Cardoso de; Carvalho,Ana Flávia de.
Vertebrados com períodos gestacionais curtos, os marsupiais tendem a ter proles pequenas e dependentes. O período gestacional dos gambás varia de 14-15dias e os filhotes terminam o seu desenvolvimento no marsúpio e este período é considerado como uma gestação externa por alguns autores. A glândula mamária localiza-se internamente ao marsúpio. A cadeia mamária de cada fêmea era composta por 11 papilas mamárias e aquelas papilas que se encontravam conectadas aos filhotes exibiam um comprimento maior em relação às outras. Histologicamente, a glândula mamária dos gambás assemelha-se às dos mamíferos domésticos, exceto pela ausência do músculo esfíncter papilar no teto.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Gambá; Glândula mamária; Papila mamária.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-06032006000200014
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Uso de dilatador temporário em papilas mamárias de vacas, submetidas a lesões experimentais Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Gheller,V.A.; Valadão,C.A.A.; Malm,C.; Oliveira,H.P.; Rezende,C.M.F.; Melo,E.G..
Trinta e duas papilas mamárias de vacas da raça Holandesa, em período seco, foram submetidas a telotomia lateral que produziu defeito linear na mucosa da parte papilar do seio lactífero (PPSL). Houve excisão de um retângulo de mucosa de tamanho padronizado que provocou um defeito retangular na mucosa do PPSL, oposto à telotomia. Todas as telotomias foram suturadas e, aleatoriamente, em 16 delas foram introduzidas sondas de Foley de 2,7mm de diâmetro, formando o grupo de papilas com dilatador. A distensão dos balonetes das sondas de Foley provocou a dilatação da PPSL o que forçou a manutenção das sondas, por sete dias, na papila mamária. As 16 papilas restantes formaram o grupo de papilas sem dilatador. Foram realizadas videoteloscopias antes (dia 0) e após...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Vaca; Papila mamária; Teto; Dilatador; Teloscopia.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352007000600002
Registros recuperados: 4
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional