Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 4
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Amaranto BRS Alegria : alternativa para diversificar os sistemas de produção UnB - FAB
Spehar, Carlos Roberto; Teixeira, Danielly Leite; Lara Cabezas, Waldo Alejandro Rúben; Erasmo, Eduardo Andrea Lemus.
A diversificação do sistema produtivo depende de espécies com rápido crescimento, tolerância ao déficit hídrico, produção de biomassa, ciclagem de nutrientes e utilização humana e animal. As espécies Amaranthus caudatus, A. cruentus e A. hypochondriacus apresentam essas características e sementes claras, sem dormência. Distinguem-se das invasoras A. spinosus, A. hybridus, A. blitum e A. viridis, com sementes escuras e dormentes. Os grãos, com excelente qualidade protéica, atendem à demanda por dietas especiais, livres de glúten e podem ser usados na alimentação animal. O A. cruentus BRS Alegria, primeira recomendação ao cultivo granífero no Brasil, originou-se da variedade AM 5189, dos Estados Unidos, na qual realizou-se seleção massal. Em sucessão à soja,...
Tipo: Article Palavras-chave: Amaranto - cultivo; Plantas de cobertura de solo; Diversificação de culturas.
Ano: 2003 URL: http://hdl.handle.net/10482/6571
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade de urease no solo com feijoeiro influenciada pela cobertura vegetal e sistemas de plantio Rev. Bras. Ciênc. Solo
Lanna,Anna Cristina; Silveira,Pedro Marques da; Silva,Mozaniel Batista da; Ferraresi,Tatiana Maris; Kliemann,Huberto José.
A urease é a enzima que catalisa a hidrólise da ureia em dióxido de carbono e amônia. A distribuição da urease e os fatores que a influenciam têm importância relevante em vista do uso da ureia na agricultura. Nesse sentido, este estudo teve como objetivo definir a época adequada de coleta de solo, após adubação nitrogenada no feijoeiro comum, para medir a atividade de urease e seu perfil, considerando os efeitos residuais de diferentes plantas de cobertura e de sistema de preparo do solo. O experimento foi instalado em um Latossolo Vermelho distrófico e o feijoeiro, cultivar BRS Valente, semeado em junho de 2005, em sucessão a quatro plantas de cobertura de solo: capim-mombaça, milho em consórcio com braquiária, sorgo granífero e estilosantes, e dois...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Atributo bioquímico; Perfil ureolítico; Sistema plantio direto; Plantio convencional; Plantas de cobertura de solo.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832010000600018
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Fitomassa e cobertura do solo de culturas de sucessão ao milho na região do Cerrado UnB - FAB
Sodré Filho, Joilson; Cardoso, Alexandre Nunes; Carmona, Ricardo; Carvalho, Arminda Moreira de.
O objetivo deste trabalho foi avaliar a produção de biomassa e cobertura do solo de diferentes espécies em sucessão ao milho cultivado nos sistemas convencional e plantio direto em condições de Cerrado. Avaliou-se a produção de biomassa de aveia-preta, crotalária júncea, feijão-bravo-do-ceará, guandu, mucuna, girassol e milheto, quando apresentavam 50% de florescimento. A cobertura do solo foi determinada aos 30 e 60 dias após a semeadura das culturas de sucessão, em agosto (período da seca), em outubro (depois das primeiras chuvas) e na cultura do milho, aos 15 e aos 45 dias após a sua semeadura. A mucuna foi a espécie que apresentou a maior taxa de cobertura do solo durante seu crescimento. A produção de biomassa do girassol não foi eficiente na...
Tipo: Article Palavras-chave: Solos - manejo; Adubos verdes; Plantio direto; Plantas de cobertura de solo.
Ano: 2004 URL: http://hdl.handle.net/10482/6533
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Triticale, milheto e adubação fosfatada para formação de palhada em semeadura direta Rev. Bras. Ciênc. Solo
Esteves,José Antonio de Fátima; Rosolem,Ciro Antonio.
As fontes de P mais utilizadas são os fosfatos solúveis em água, pela maior facilidade de liberação de P no solo. Entretanto, devido às características dos solos tropicais, grande parte desse P acaba adsorvida às partículas do solo, tornando-se indisponível. Os fosfatos reativos podem, inicialmente, liberar o P de maneira mais lenta; entretanto, a partir dos cultivos, este elemento poderá ser liberado de forma contínua, podendo haver menor fixação. O objetivo deste trabalho foi estudar a resposta à aplicação de duas fontes de P na cultura do triticale e o efeito residual dessa adubação no milheto, cultivados em semeadura direta, avaliando-se: fertilidade do solo; produção de matéria seca; teor e quantidade de P nas plantas e palha de cobertura; densidade...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Sistema de cultivo; Plantas de cobertura de solo; Fontes de fosfato.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832011000300032
Registros recuperados: 4
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional