Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 7
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação e espacialização da erosividade da chuva no Vale do Rio Doce, região centro-leste do Estado de Minas Gerais Rev. Bras. Ciênc. Solo
Silva,Mayesse Aparecida da; Silva,Marx Leandro Naves; Curi,Nilton; Santos,Gérson Rodrigues dos; Marques,João José Granate de Sá e Melo; Menezes,Michele Duarte de; Leite,Fernando Palha.
Um fator muito atuante no processo erosivo e considerado de grande importância é o fator R, denominado erosividade da chuva. Esse fator é um dos componentes da equação universal de perdas de solo. Estudos de variabilidade espacial têm sido realizados almejando definir a distribuição espacial do fator R para determinada região. Objetivou-se com este trabalho calcular a erosividade da chuva (fator R - EI30) e gerar os mapas de espacialização desta. O estudo foi realizado em áreas experimentais de plantios de eucalipto localizadas em nove municípios, no Vale do Rio Doce, região centro-leste do Estado de Minas Gerais. Foram utilizados dados pluviográficos referentes ao período de janeiro de 2005 a dezembro de 2008. A espacialização da erosividade foi feita com...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Fator R (EI30); Potencial erosivo da chuva; Variabilidade espacial; Geoestatística.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832010000400003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Distribuição espacial da precipitação e da erosividade da chuva mensal e anual no Estado do Espírito Santo Rev. Bras. Ciênc. Solo
Mello,Carlos Rogério de; Viola,Marcelo Ribeiro; Curi,Nilton; Silva,Antônio Marciano da.
O mapeamento da erosividade da chuva e da precipitação pluvial consiste de um instrumento prático e indispensável para o planejamento do uso do solo em escalas regionalizadas, como países, Estados ou grandes bacias hidrográficas. Nesse contexto, objetivou-se neste estudo analisar a continuidade espacial do potencial erosivo da chuva e da precipitação pluviométrica, nas escalas de tempo mensal e anual, e posterior mapeamento destas, para o Estado do Espírito Santo, visando fornecer informações básicas ao planejamento de uso e manejo sustentável do solo. Para isso, 129 estações pluviométricas foram empregadas no estudo; a erosividade da chuva foi calculada tendo-se como base equações de Fournier ajustadas para os Estados vizinhos, porém com características...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Potencial erosivo da chuva; Geoestatística; Mapeamento; Conservação do solo e da água.
Ano: 2012 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832012000600022
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Erosividade, padrões hidrológicos e período de retorno das chuvas erosivas de Santa Rosa (RS) AGRIAMBI
Mazurana,Juliana; Cassol,Elemar A.; Eltz,Flávio L. F.; Bueno,Aristides C..
Este trabalho tem, como objetivo principal, determinar a erosividade, padrões hidrológicos, período de retorno e probabilidade de ocorrência das chuvas erosivas de Santa Rosa, RS, com base no período de 1975 a 2003. Foram anotados, para cada chuva considerada erosiva, a hora e a quantidade acumulada e os dados processados pelo programa computacional Chuveros, o qual calcula o índice EI30 e os totais mensais e anuais da precipitação, além de determinar os padrões hidrológicos das chuvas. O período de outubro a março concentrou 60% da erosividade anual. O maior pico no potencial erosivo ocorreu em fevereiro (1.345 MJ mm ha-1 h-1), enquanto julho e agosto foram os meses com menor potencial erosivo (525-550 MJ mm ha-1 h-1). Na média, os padrões avançado,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Energia cinética; Potencial erosivo da chuva; Intensidade da chuva; Fator "R"; USLE.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-43662009000700021
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Erosividade, padrões hidrológicos, período de retorno e probabilidade de ocorrência das chuvas em São Borja, RS Rev. Bras. Ciênc. Solo
Cassol,Elemar Antonino; Eltz,Flávio Luiz Foletto; Martins,Daniela; Lemos,Alexandra Minossi de; Lima,Vladimir Silva de; Bueno,Aristides Camara.
A capacidade erosiva da chuva pode ser estimada utilizando-se de alguns índices, dentre os quais o mais utilizado é o EI30, que representa o produto da energia cinética de impacto das gotas da chuva (E) pela intensidade máxima de precipitação em 30 min (I30). O objetivo deste trabalho foi determinar a erosividade, os padrões hidrológicos, o período de retorno e a probabilidade de ocorrência das chuvas em São Borja, RS, com base no período de 1956 a 2003. Foram utilizados pluviogramas diários da estação meteorológica da FEPAGRO, em São Borja, RS, a partir dos quais as chuvas individuais foram separadas em erosivas e não-erosivas. De cada chuva considerada erosiva foram cotados os segmentos de mesma inclinação, a hora e a quantidade acumulada, anotados em...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Energia cinética; Potencial erosivo da chuva; Intensidade da chuva; Fator "R" da USLE.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832008000300032
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Indices de erosividade das chuvas da Regiao de Goiania, GO. Repositório Alice
SILVA, M. L. N.; FREITAS, P. L. de; BLANCANEAUX, P.; CURI, N..
A medida do potencial erosivo da chuva vem se tornando objeto de muitos estudos, uma vez que este parametro e indispensavel nos estudos de modelos para predicao de perdas de solo por erosao hidrica. Objetivou-se, com este trabalho, determinar a erosividade da chuva na regiao de Goiania (GO) mediante dados pluviograficos. O estudo foi realizado na estacao experimental da EMGOPA/EMBRAPA-CNPS. A erosividade media atual das chuvas na regiao foi de 8.353,0 MJ mm ha-1 h-1 ano-1 e 129,8 MJ ha-1 ano-1 para os indices EI30 e KE>25, respectivamente. Os coeficientes de correlacao mostraram que os parametros precipitacao e coeficiente de chuva permitem estimar a erosividade da chuva na ausencia de dados pluviograficos mais completos. O periodo critico de erosao por...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Sustentabilidade; Potencial erosivo da chuva; Coeficiente de chuva; Cerrado; Energia Cinética; Erosão; Solo.
Ano: 1997 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/335159
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Indices de erosividade das chuvas da regiao de Goiania, GO. Repositório Alice
SILVA, M.L.N.; FREITAS, P.L. de; BLANCANEAUX, P.; CURI, N..
A medida do potencial erosivo da chuva vem se tornando objeto de muitos estudos, uma vez que este parametro e indispensavel nos estudos de modelos para predicao de perdas de solo por erosao hidrica. Objetivou-se, com este trabalho, determinar a erosividade da chuva na regiao de Goiania (GO) mediante dados pluviograficos. O estudo foi realizado na estacao experimental da EMGOPA/Embrapa-CNPS. A erosividade media anual das chuvas na regiao foi de 8.353,0 MJ mm ha - h - ano e 129,8 MJ ha ano para os indices EI30 e KE>25, respectivamente. Os coeficientes de correlacao mostraram que os parametros precipitacao e coeficiente de chuva permitem estimar a erosividade da chuva na ausencia de dados pluviograficos mais completos. O periodo critico de erosao por...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Sustentabilidade do solo; Cerrado; Potencial erosivo da chuva; Energia cinetica; Coeficiente de chuva; Erosao; Soil sustentability; Cerrado vegetation; Rainfall erosive potential; Kinetics energy; Rainfall coefficient; Erosion.
Ano: 1997 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/91692
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Potencial erosivo e características das chuvas de Encruzilhada do Sul, RS AGRIAMBI
Eltz,Flávio L. F.; Cassol,Elemar A.; Pascotini,Pedro B..
O objetivo deste trabalho foi determinar a erosividade e algumas características das chuvas de Encruzilhada do Sul, com base no período de 1958 a 1988. Para cada chuva considerada erosiva e com base nos pluviogramas diários, foram digitados a hora e o volume acumulado, sendo os dados processados pelo programa computacional CHUVEROS, que calcula o índice EI30, os totais mensais e anuais, determinando também os padrões hidrológicos das chuvas. O coeficiente de chuvas, o período de retorno e a probabilidade de ocorrência, também foram calculados. O período de janeiro a março concentra 38% da erosividade anual, com pico maior em fevereiro (808,5 MJ mm ha-1 h-1), enquanto de julho a setembro concentra o período com menor potencial erosivo (14%). Na média, os...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Potencial erosivo da chuva; Índice EI30; Energia cinética; Fator R.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-43662011000400001
Registros recuperados: 7
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional