Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 26
Primeira ... 12 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Análise florística das pteridófitas do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, Rio de Janeiro, Brasil Acta Botanica
Santos,Marcelo Guerra; Sylvestre,Lana da Silva; Araujo,Dorothy Sue Dunn de.
O Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, localizado no norte do Estado do Rio de Janeiro, abrange os municípios de Macaé, Carapebus e Quissamã. Foram registradas para a área de estudo 12 famílias com 21 gêneros e 32 espécies. As famílias encontradas foram Blechnaceae, Cyatheaceae, Davalliaceae, Dennstaedtiaceae, Dryopteridaceae, Gleicheniaceae, Lycopodiaceae, Polypodiaceae, Pteridaceae, Salviniaceae, Schizaeaceae e Thelypteridaceae. Dessas, as mais representativas em número de espécies foram Polypodiaceae (5 spp.) e Pteridaceae (5 spp.). Os gêneros com maior número de espécies foram Nephrolepis, Polypodium e Thelypteris. Das 32 espécies registradas, 23 são ervas terrestres, três são ervas epífitas, três ervas aquáticas, duas arborescentes e uma erva...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Pteridófitas; Restinga; Floresta atlântica; Biodiversidade; Etnobotânica.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062004000200007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Análisis biogeográfico de la diversidad pteridofítica en Argentina y Chile continental RChHN
PONCE,MÓNICA; MEHLTRETER,KLAUS; DE LA SOTA,ELÍAS R..
Las Pteridófitas de Chile continental están representadas por 116 especies nativas (43 géneros, 20 familias), y en Argentina continental por 346 (86 géneros, 27 familias). Ambos países comparten 89 especies (41 géneros, 20 familias). La menor diversidad pteridofítica y el mayor endemismo en Chile (11,2 %) que en Argentina (3,5 %) están relacionados probablemente con extinciones históricas y su actual aislamiento geoclimático. Sin embargo, se destaca que el endemismo en los helechos es cinco a seis veces menor que en Angiospermas. Los géneros con más especies en Argentina son Thelypteris (34), Asplenium (32), Cheilanthes (21), Blechnum (19) e Hymenophyllum (16). Los dos últimos también son los más diversificados en Chile (Hymenophyllum, 18 y Blechnum, 10)....
Tipo: Journal article Palavras-chave: Pteridófitas; Biogeografía; Diversidad; Argentina.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.cl/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0716-078X2002000400006
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
As espécies de Lellingeria A.R. Sm. & R.C. Moran (Grammitidaceae - Pteridophyta) do Brasil Rev. Bras. Bot.
Labiak,Paulo H; Prado,Jefferson.
O presente trabalho apresenta um tratamento taxonômico para as 14 espécies de Lellingeria (L. apiculata (Kunze ex Klotzsch) A.R. Sm. & R.C. Moran, L. brasiliensis (Rosenst.) Labiak, L. brevistipes (Mett. ex Kuhn) A.R. Sm. & R.C. Moran, L. depressa (C. Chr.) A.R. Sm. & R.C. Moran, L. hirsuta A.R. Sm. & R.C. Moran, L. itatimensis (C. Chr.) A.R. Sm. & R.C. Moran, L. limula (Christ) A.R. Sm. & R.C. Moran, L. myosuroides (Sw.) A.R. Sm. & R.C. Moran, L. organensis (Gardner) A.R. Sm. & R.C. Moran, L. pumila Labiak, L. schenckii (Hieron.) A.R. Sm. & R.C. Moran, L. suspensa (L.) A.R. Sm. & R.C. Moran, L. tamandarei (Rosenst.) A.R. Sm. & R.C. Moran e L. wittigiana (Fée) A.R. Sm....
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Flora; Pteridófitas; Revisão; Samambaias; Taxonomia.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-84042005000100002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
As espécies de Terpsichore A.R. Sm. e Zygophlebia L.E. Bishop (Grammitidaceae) do Brasil Acta Botanica
Labiak,Paulo Henrique; Prado,Jefferson.
O presente trabalho apresenta um tratamento taxonômico para as espécies de Terpsichore e Zygophlebia que ocorrem no Brasil. Das 12 espécies de Terpsichore, nove ocorrem na Floresta Atlântica do sudeste e sul do Brasil, quatro na Cadeia do Espinhaço, em Minas Gerais e quatro nas cadeias de montanhas próximas às fronteiras entre o Brasil, Venezuela e Guianas. O gênero Zygophlebia, representado por uma espécie (Zygophlebia longipilosa (C.Chr.) L.E. Bishop, ocorre apenas na Floresta Atlântica brasileira. São apresentadas considerações acerca da classificação, uma análise crítica sobre cada táxon e seus sinônimos, descrições e distribuição geográfica das espécies, bem como chaves para identificação, comentários sobre as espécies mais semelhantes e ilustrações.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Pteridófitas; Grammitidaceae; Terpsichore; Zygophlebia; Brasil.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062005000400022
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Cariologia de algumas espécies de Pteridófitas ocorrentes no nordeste do Brasil Acta Botanica
Marcon,Adriana Buarque; Barros,Iva Carneiro Leão; Guerra,Marcelo.
Foram analisadas citogeneticamente, através de técnicas de coloração convencional, sete espécies de pteridófitas homosporadas e três heterosporadas, pertencentes a oito famílias, sendo essas as primeiras contagens cromossômicas para essas espécies no Brasil. Dois parâmetros principais foram analisados no presente estudo: número cromossômico e tipos de núcleos interfásicos. Em algumas espécies, a morfologia cromossômica e a presença de satélites também foram avaliadas. De todas as espécies analisadas, duas não se tem conhecimento de contagens anteriores: Selaginella convoluta (Arn.) Spring (2n=24) e Thelypteris serrata (Cav.) Alston(2n=72), as quais apresentaram números já esperados para os gêneros. Nas demais espécies os números cromossômicos observados...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Pteridófitas; Número cromossômico; Núcleos interfásicos.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062003000100002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Checklist das licófitas e samambaias do Estado de São Paulo, Brasil Biota Neotropica
Prado,Jefferson; Hirai,Regina Yoshie.
O presente checklist usou como base a lista de licófitas e samambaias do estado de São Paulo, extraída do Catálogo de Plantas e Fungos do Brasil publicado em 2010, pelo Jardim Botânico do Rio de Janeiro (JBRJ). Aqui é apresentada uma atualização desta lista e algumas novidades melhoraram a lista básica. O número total de táxons para o estado, incluindo ambos os grupos de plantas, aumentou de 561 para 573. Dois novos registros de ocorrência foram recentemente registrados para o estado e foram incorporados no presente checklist (Pellaea flavescens Fée e P. ovata (Desv.) Weath.). Esses dados sugerem que mais estudos são necessários para o conhecimento da diversidade no estado.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Floresta Atlântica; Diversidade; Pteridófitas; Programa BIOTA/FAPESP.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-06032011000500012
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Composição florística e abundância de pteridófitas em três ambientes da bacia do rio Guamá, Belém, Pará, Brasil Acta Amazonica
Rodrigues,Silvane Tavares; Almeida,Samuel Soares de; Andrade,Laíse de Holanda Cavalcante; Barros,Iva Carneiro Leão; Van Den Berg,Maria Elizabeth.
Este artigo apresenta os resultados de análise de composição florística, abundância e aspectos fitossociológicos da flora pteridofítica em três ambientes da Área de Pesquisa Ecológica do Rio Guamá, localizada em Belém, PA. Os ambientes estudados foram floresta terra firme (Reserva Mocambo), Floresta de Igapó (Reserva Catu) e a transição entre estes dois ambientes. Em cada sítio foram sorteadas seis parcelas de 5m x 10 m. Dentro de cada parcela foram registradas as espécies ocorrentes, contados os indivíduos e anotadas as formas de vida. A flora de pteridófitas inventariada foi de 12 espécies distribuídas em 11 gêneros e nove famílias botânicas. A maior riqueza específica medida foi na área de igapó, seguida da área de transição e de terra firme, embora a...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Pteridófitas; Amazônia Brasileira; Abundância e composição florística de pteridófitas.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672004000100005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Distribuição geográfica das pteridófitas ocorrentes no Estado de Pernambuco, Brasil Acta Botanica
Barros,Iva Carneiro Leão; Lira,Osvaldo Carneiro de; Silva,Albanita de Jesus R. da.
Apresenta-se um levantamento das espécies de pteridófitas coletadas em cerca de 55 municípios do Estado de Pernambuco, visando ao estudo da distribuição da flora pteridofítica pelas várias zonas fisiográficas. Com este trabalho, aumentou-se o número de espécies de pteridófitas para o Estado, de 121 referidas anteriormente, para 194 espécies, com a freqüência e a dispersão por cada zona fitogeográfica. Das 194 espécies encontradas, três ocorrem na zona do litoral, nenhuma sendo exclusiva desta zona; 162 na subzona de mata úmida, sendo 96 exclusivas da área; 37 na subzona de mata seca, sendo quatro exclusivas da área; 65 na subzona de mata serrana ou brejos de altitude, sendo 16 exclusivas da área; oito na zona das savanas (tabuleiros), ocorrentes em outras...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Distribuição; Pteridófitas; PE/Brasil.
Ano: 1988 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33061988000100004
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Germinação de megásporos e desenvolvimento esporofítico inicial da filicínea Regnellidium diphylum (Marsileaceae) sob deficiências minerais Rev. Bras. Bot.
Wunder,Denise Angela; Droste,Annette; Windisch,Paulo Günter.
(Germinação de megásporos e desenvolvimento esporofítico inicial da filicínea Regnellidium diphylum (Marsileaceae) sob deficiências minerais). Regnellidium diphyllum Lindm. é uma filicínea heterosporada da família Marsileaceae, de distribuição restrita ao sul do Brasil e algumas localidades do Uruguai e da Argentina. A espécie se encontra na lista de espécies ameaçadas de extinção do Rio Grande do Sul, como vulnerável. No presente estudo, verificou-se o efeito da ausência de nutrientes minerais na germinação de megásporos e no desenvolvimento inicial de esporófitos de R. diphyllum in vitro. O efeito de soluções nutritivas de Meyer modificadas pela ausência de NH4NO3, NaCl, FeCl3·6H2O, MgSO4·7H2O, KH2PO4 ou CaCl2 foi analisado na germinação e na formação de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ecofisiologia; Macrófita aquática; Nutrição mineral; Pteridófitas; Reprodução.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-84042010000300013
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Interaction between sucrose and pH during in vitro culture of Nephrolepis biserrata (Sw.) Schott (Pteridophyta). Repositório Alice
AMBROSIO, S. T.; MELO, N. F. de..
Interaction between sucrose and pH during in vitro culture of Nephrolepis biserrata (Sw.) Schott (Pteridophyta)). The present work reports the effect of different pH and sucrose concentrations on in vitro propagation of Nephrolepis biserrata. Fronds aseptically obtained from stolon segment culture were cultivated in MS semi-solid medium supplemented with 0, 15, 30, 45 and 60 g.L -1 sucrose and pH adjusted to 3, 5, 7 and 9, in a factorial design. Frond number and length, pinnae number, raquis length and diam eter, fresh and dry matter weight were measured. Inhibition of shoot and leaf regeneration was observed in all the pH treatments in the abs ence of sucrose. On the other hand, when sucrose was added to the medium, the shoot number increased, reaching...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Planta ornamental; Cultura de tecido; Pteridófitas; Nephrolepis biserrata; Cultivo in vitro; Planta ornamental; Cultura de tecido; Ornamental plants; Tissue culture.
Ano: 2004 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/154317
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Levantamento florísitico na Estação Ecológica do Tripuí, Ouro Preto, MG Acta Botanica
Pedralli,Gilberto; Freitas,Valéria Lúcia de Oliveira; Meyer,Sylvia Therese; Teixeira,Maria do Carmo Brandão; Gonçalves,Ana Paula Santos.
Realizou-se o levantamento florístico na Estação Ecológica do Tripuí, Ouro Preto, MG (43º34'33" W e 20º23'45"S). O clima da região é do tipo mesotérmico, com inverno seco (Cwb sg. Köppen) e com temperaturas médias oscilando entre 14º e 19ºC. A Estação apresenta como principais tipos vegetacionais as florestas mesófilas estacionais, o cerrado, a vegetação aquática (brejos, lagoa artificial e córregos) e as formações sucessionais ('candeial'). Para o levantamento florístico utilizou-se o método de parcelas e coletas por trilhas e caminhos, sendo identificadas 101 famílias, 242 gêneros e 462 espécies. As famílias que apresentaram maior riqueza específica foram Asteraceae (10,82%), Melastomataceae (8,22%), Myrtaceae (7,14%) e Rubiaceae (4,76%).
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Florística; Inventário; Estação Ecológica do Tripuí; Ouro Preto; Minas Gerais; Fanerógamas; Pteridófitas.
Ano: 1997 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33061997000200009
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Lista anotada das pteridófitas de florestas inundáveis do alto Rio Negro, Município de Santa Isabel do Rio Negro, AM, Brasil Acta Botanica
Freitas,Carlos Alberto A. de; Prado,Jefferson.
É apresentada uma lista anotada das pteridófitas que ocorrem no Município de Santa Isabel do Rio Negro, Amazonas, como uma contribuição ao conhecimento da flora da amazônia brasileira. Na região predominam as florestas inundáveis e podem ser reconhecidos dois ambientes, os igapós e os sub-bosques. Foram encontradas 48 espécies pertencentes a 15 famílias: Aspleniaceae (3 spp.), Blechnaceae (1 sp.), Davalliaceae (1 sp.), Dennstaedtiaceae (3 spp.), Dryopteridaceae (3 spp.), Hymenophyllaceae (5 spp.), Lomariopsidaceae (5 spp.), Lycopodiaceae (1 sp.), Metaxyaceae (1 sp.), Polypodiaceae (9 spp.), Pteridaceae (6 spp.), Schizaeaceae (4 spp.), Selaginellaceae (3 spp.), Tectariaceae (1 sp.) e Vittariaceae (2 spp.). A maior diversidade de espécies é encontrada no...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Floresta Amazônica; Estado do Amazonas; Pteridófitas; Samambaias; Florística.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062005000200023
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Notas sobre duas espécies de Thelypteris Schmidel (Thelypteridaceae - Pterophyta) do Brasil Acta Botanica
Salino,Alexandre; Semir,João.
Durante os estudos taxonômicos das Thelypteridaceae da região Sudeste do Brasil foi constatada a ocorrência de Thelypteris polypodioides (Raddi) C. F. Reed e Thelypteris villosa (Link) C. F. Reed., espécies consideradas raras e pouco conhecidas. A vinculação destas espécies a subgêneros de Thelypteris é controversa na literatura. Sendo assim, neste trabalho são apresentadas chaves de identificação, descrições, ilustrações e dados acerca da distribuição geográfica das espécies, bem como comentários relativos às afinidades taxonômicas destas espécies com os subgêneros de Thelypteris.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Thelypteridaceae; Taxonomia; Thelypteris; Pteridófitas.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062003000400004
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Nuevos registros para la flora cretácica descripta por Halle (1913) en lago San Martín, Santa Cruz, Argentina Ameghiniana
Passalia,Mauro G..
Se han estudiado dos nuevos sitios portadores de plantas fósiles cretácicas, Bajo Comisión 1 y 2, localizados en proximidades del área prospectada originalmente por Thor Halle, al norte del lago San Martín, provincia de Santa Cruz, Argentina. Sus depósitos corresponden a la Formación Kachaike (Albiano tardío - Cenomaniano). Se han identificado alrededor de veinte especies, pertenecientes en su mayoría a pteridófitas, pteridospermas, coníferas y frondes de afinidad sistemática incierta. Briófitas, bennettitales, ginkgoales y angiospermas están también presentes, aunque como elementos subordinados. Entre ellos, se reconocieron nuevos taxones para esta unidad: Pachypteris auriculata sp. nov., Brachyphyllum kachaikensis sp. nov. y Thorhallenia dentata gen. et...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Argentina; Santa Cruz; Formación Kachaike; Cretácico; Pteridófitas; Gimnospermas; Angiospermas.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.org.ar/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0002-70142007000300006
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ocorrência e distribuição de pteridófitas na reserva florestal Walter Egler, Amazônia Central, Brasil Acta Amazonica
Souza,Maria Cristina de; Guillaumet,Jean-Louis; Aguiar,Izonete de Jesus Araujo.
Na Reserva Florestal Walter Egler, localizada a 64 km de Manaus, no município de Rio Preto da Eva, foi investigada a ocorrência de Pteridófitas ao longo de uma toposseqüência. O grupo ocorre nos três ambientes observados na área (baixio, vertente e platô) com diferença tanto qualitativa quanto quantitativa. Foram registrados 375 indivíduos, distribuídos em oito famílias, 10 gêneros e 17 espécies; entre epífitas, hemiepífitas, herbáceas e arbóreas. Das 8 famílias, 4 ocorrem em todos os ambientes: Dennstaedtiaceae, Hymenophyllaceae, Dryopteridaceae e Lomariopsidaceae, enquanto, Cyatheaceae e Vittariaceae ocorrem apenas no baixio. Das 17 espécies encontradas, sete ocorrem apenas no baixio, três na vertente e cinco são comuns em todos os ambientes.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Pteridófitas; Sub-bosque; Habitat; Hábito.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672003000400003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Potencial alelopático de espécies de Pteridaceae (Pteridophyta) Acta Botanica
Peres,Marize Terezinha Lopes Pereira; Silva,Luciana Barbosa; Faccenda,Odival; Hess,Sônia Corina.
As pteridófitas exibem forte mecanismo de dominância nas áreas onde crescem, formando associações quase que puras, onde apenas poucas espécies coexistem. Extratos etanólicos de cinco espécies de Pteridaceae, nas concentrações de 250, 500 e 1.000mg.L-1, foram avaliados por meio de bioensaios de germinação e crescimento em condições de laboratório, para verificar o potencial de atividade alelopática sobre Lactuca sativa (L.) cv. Grand rapids (alface) e Allium cepa (L.) cv. Baia periforme (cebola). Adiantopsis radiata (L.) Feé, Adiantum serratodentatum Willd. e Pteris denticulata Sw. var. denticulata foram coletadas na Fazenda Azulão, situada no município de Dourados, MS, Brasil e as espécies Adiantum tetraphyllum Willd. e Pityrogramma calomelanos (L.) Link...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Aleloquímicos; Germinação; Crescimento; Pteridófitas; Alface; Cebola.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062004000400003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Produção de mudas de avencão e asplênio via germinação de esporos in vitro. Repositório Alice
MORAIS, J. P. S.; CORREIA, D.; ANSELMO, G. C.; NASCIMENTO, E. H. S. do..
2009
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Rumohra adiantiformis; Asplenium nidus; Propagação in vitro; Floricultura; Pteridófitas.
Ano: 2009 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/575541
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Propagação de pteridófitas in vitro e in vivo através de esporos Bragantia
Borelli,Flávia Próspero; Castro,Carlos Eduardo Ferreira de; Matthes,Luiz Antonio Ferraz; Tombolato,Antonio Fernando Caetano; Nagal,Violeta.
Sujeitas ao processo de extinção, em decorrência do extrativismo, as samambaias arbóreas Dicksonia sellowana (Presl.) Hook e Cyathea schanschin Mart, das quais se obtémo xaxim, são espécies ainda pouco estudadas quanto à propagação. Com o objetivo de desenvolver um método adequado à propagação destas espécies, através de esporos, realizaram-se experimentos in vitro e in vivo. Para a desinfecção dos esporos, utilizaram-se soluções de hipoclorito de cálcio, em diferentes concentrações, ou de sódio, comparando-se sua eficiência. Para o cultivo in vitro, empregaram-se os meios nutritivos de Murashige e Skoog modificado e de Jones e a solução de Knop modificada. Na cultura in vivo utilizaram-se xaxim, estagno, terriço ou tijolo fragmentado. Como condições de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Pteridófitas; Cultura in vivo e in vitro; Esporos; Propagação.
Ano: 1990 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051990000200002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Pteridófitas da região noroeste do Estado de São Paulo, Brasil: Dennstaedtiaceae Acta Botanica
Siqueira,Claudia R; Windisch,Paulo G.
O trabalho faz parte de uma série de estudos sobre pteridófitas da região noroeste do Estado de São Paulo. Os representantes da família Dennstaedtiaceae são encontrados principalmente nas margens das matas ciliares e em barrancos úmidos e sombreados, com exceção de Pteridium que geralmente ocorre em lugares abertos e ensolarados. Ocorrem na região os gêneros Dennstaedtia com duas espécies (D. cicutaria (Sw.) Moore e D. globulifera (Poir.) Hieroni), Lindsaea com três espécies (L. lancea (L.) Bedd., L. quadratigularis Raddi e L. striata (Sw.) Dryand.) e Pteridium com uma espécie e variedade (P aquilinum (L.) Kuhn var. arachnoideum (Kaulf.) Brade). Descrições, ilustrações, chaves de identificação, bem como distribuição geográfica e habitats de cada espécie...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Dennstaedtiaceae; Pteridófitas; Florística; São Paulo; Brasil.
Ano: 1998 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33061998000400004
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Pteridófitas de um remanescente de Floresta Atlântica em São Vicente Férrer, Pernambuco, Brasil: Pteridaceae Acta Botanica
Pietrobom,Marcio Roberto; Barros,Iva Carneiro Leão.
Foi realizado um levantamento florístico da pteridoflora da Mata do Estado, localizada no município de São Vicente Férrer, Zona da Mata Norte do Estado de Pernambuco. O estudo foi desenvolvido nesta área, devido a sua grande extensão, ca. 600ha, e também pela existência de uma grande diversidade de pteridófitas, resultado de um gradiente de umidade onde os fatores ambientais e físicos como os níveis de altitude, as precipitações pluviométricas, bem como a distribuição dessas precipitações têm importância fundamental para a vegetação da área. Foram empregados métodos tradicionais para o levantamento florístico, no período de um ano. Para a análise e identificação taxonômica dos exemplares coletados, foram utilizadas técnicas usuais e literaturas...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Florística; Pteridófitas; Pteridaceae; Floresta Atlântica.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062002000400008
Registros recuperados: 26
Primeira ... 12 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional