Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: 

RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 8
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Adjunvantes na deriva de 2,4-D + glyphosate em condições de campo. Repositório Alice
COSTA, A. G. F.; VELINI, E. D.; ROSSI, C. V. S.; CORRÊA, M. R.; NEGRISOLI, E.; FIORINI, M. V.; SIONO, L. M..
O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito de adjuvantes sobre a deriva em aplicações da mistura de 2,4-D + glyphosate. O experimento foi conduzido em condições de campo em delineamento inteiramente casualizado. Os tratamentos orresponderam às soluções com a mistura dos herbicidas 2,4-D + glyphosate (670 e 1068g ha-1, respectivamente) adicionando-se os adjuvantes (v v-1): óleo mineral (0,5%); agente antideriva (0,09%); espalhante adesivo A (0,1%); fertilizante líquido (0,05%); espalhante adesivo B (0,25%); e somente os herbicidas (testemunha). Foram utilizados para determinação de deriva fios de náilon externos à área de aplicação (1, 5, 10, 20, 50, 100 e 200m de distância) com quatro repetições e seis cilindros de espuma posicionados sobre a barra do...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Coletor de deriva; Pulverizador de barra; Drift collector; Boom sprayer; Herbicida; Aditivo; Herbicides; Additives.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1064966
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Adjuvantes na deriva de 2,4-D + glyphosate em condições de campo Ciência Rural
Costa,Augusto Guerreiro Fontoura; Velini,Edivaldo Domingues; Rossi,Caio Vitagliano Santi; Corrêa,Marcelo Rocha; Negrisoli,Eduardo; Fiorini,Marcus Vinicius; Siono,Luis Marcelo.
O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito de adjuvantes sobre a deriva em aplicações da mistura de 2,4-D + glyphosate. O experimento foi conduzido em condições de campo em delineamento inteiramente casualizado. Os tratamentos corresponderam às soluções com a mistura dos herbicidas 2,4-D + glyphosate (670 e 1068g ha-1, respectivamente) adicionando-se os adjuvantes (v v-1): óleo mineral (0,5%); agente antideriva (0,09%); espalhante adesivo A (0,1%); fertilizante líquido (0,05%); espalhante adesivo B (0,25%); e somente os herbicidas (testemunha). Foram utilizados para determinação de deriva fios de náilon externos à área de aplicação (1, 5, 10, 20, 50, 100 e 200m de distância) com quatro repetições e seis cilindros de espuma posicionados sobre a barra do...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Herbicida; Coletor de deriva; Pulverizador de barra; Aditivo.
Ano: 2014 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782014000300001
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE RUÍDO E VIBRAÇÃO DE UM CONJUNTO TRATOR-PULVERIZADOR, EM FUNÇÃO DA VELOCIDADE DE TRABALHO - DOI: 10.13083/1414-3984.v22n02a02 Engenharia na Agricultura
Larissa Nunes dos Santos; Universidade Federal de Viçosa; Haroldo Carlos Fernandes; Universidade Federal de Viçosa; Amaury Paulo de Souza; Universidade Federal de Viçosa; Marconi Ribeiro Furtado Júnior; Universidade Federal de Viçosa; Remo Macieira Figueiredo Silva; Universidade Federal de Viçosa.
Objetivou-se com este trabalho, avaliar os níveis de ruído e vibração de um conjunto mecanizado trator-pulverizador, em função da velocidade de trabalho. O trabalho foi conduzido no Laboratório de Mecanização Agrícola, do Departamento de Engenharia Agrícola da Universidade Federal de Viçosa – MG. Para determinação dos níveis de ruído e vibração transmitida ao corpo inteiro do operador foram utilizados um dosímetro modelo Wed007, fabricado pela 01dB do Brasil e um acelerômetro triaxial modelo Maestro respectivamente. As velocidades de trabalho utilizadas foram de 4,0; 5,0; e 7,0 km h-1. Os resultados obtidos para os níveis de ruído foram 98,2 dB (A) para a velocidade de 4,0 km h-1, 98,1 dB(A) para 5,0 km h-1 e 97,4 dB(A) para 7,0 km h-1. Na análise da...
Tipo: Artigo Avaliado por Pares Palavras-chave: Mecanização Agrícola ergonomia; Mecanização agrícola; Pulverizador de barra.
Ano: 2014 URL: http://www.seer.ufv.br/seer/index.php/reveng/article/view/468
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Deposição e perdas da calda em feijoeiro em aplicação com assistência de ar na barra pulverizadora Bragantia
Raetano,Carlos Gilberto; Bauer,Fernando Cesar.
Com o objetivo de avaliar a influência da assistência de ar na deposição da calda de pulverização, em plantas de feijoeiro (Phaseolus vulgaris) aos 26 dias após a emergência (DAE), com pontas de pulverização de jato cônico vazio (JA-0,5 e JA-1) e jato plano (AXI-110015), e volumes de calda, foi realizado um experimento em delineamento inteiramente casualizado, utilizando como traçador o íon cobre. Alvos coletores (papel de filtro com 3 x 3 cm) foram afixados nas superfícies adaxial e abaxial de folíolos posicionados nas partes superior e inferior das plantas. Para aplicar a solução traçadora, utilizou-se pulverizador com barras de 14 metros, com e sem assistência de ar, volumes de 60 e 100 L.ha-1, e velocidade do ar correspondente a 50% da rotação máxima...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Tecnologia de aplicação; Assistência de ar; Pulverizador de barra; Depósitos; Phaseolus vulgaris.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052004000200016
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Distribuição volumétrica de calda produzidas pelas pontas pulverização XR, TP e TJ sob diferentes condições operacionais Planta Daninha
Bauer,F.C.; Raetano,C.G..
Foram avaliados os perfis de distribuição volumétrica das pontas de pulverização de jato plano "Extended Range" XR 8004, "Teejet" TP 8004 e "TwinJet" TJ60-8004, em mesa de teste construída segundo a norma ISO 5.682-1:1996, sendo as pontas de pulverização posicionadas a 30, 40 e 50 cm de altura da mesa coletora, submetidas à pressão de 200 e 300 kPa, e posicionadas com ângulos de 30 e 45º nos sentidos horário e anti-horário e na posição vertical (0º). As pontas TJ60-8004 foram analisadas nas mesmas alturas, porém somente na posição vertical. Avaliaram-se 10 unidades de cada tipo de ponta, instaladas isoladamente na mesa. A distribuição média do volume pulverizado, coletado nas provetas, foi inserida em programa computacional, que permitiu a simulação do...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ângulo de aplicação; Bicos; Pulverizador de barra; Tecnologia de aplicação; Coeficiente de variação.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83582004000200015
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito da intensidade do vento, da pressão e de pontas de pulverização na deriva de aplicações de herbicidas em pré-emergência Planta Daninha
Costa,A.G.F.; Velini,E.D.; Negrisoli,E.; Carbonari,C.A.; Rossi,C.V.S.; Corrêa,M.R.; Silva,F.M.L..
Objetivou-se com este trabalho avaliar o efeito de pontas de pulverização, pressão e intensidade do vento na deriva gerada em aplicações simuladas de herbicidas aplicados em pré-emergência. Os modelos de pontas de pulverização e as respectivas pressões testadas foram: SF 11002 (207 e 310 kPa), JA-2 (345 e 655 kPa) e AVI 11002 (207 e 414 kPa). As aplicações foram realizadas em dois períodos, em dias com condições de velocidade de vento distintas, em uma área de 1.200 m², localizada na Fazenda Experimental da FCA/UNESP. Um pulverizador com barra de 12 m, 24 bicos e tanque de 600 L foi utilizado nas aplicações. A calda de aplicação foi composta por água e o corante alimentício FDC-1 foi usado como traçador. A deriva foi amostrada por coletores ativos fixados...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Bico; Clima; Pulverizador de barra; Perdas de agrotóxicos; Contaminação ambiental; Tecnologia de aplicação de agrotóxicos.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83582007000100023
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito de pontas e pressões de pulverização na deriva de glyphosate + 2,4-D em condições de campo. Repositório Alice
COSTA, A. G. F.; VELINI, E. D.; ROSSI, C. V. S.; CORRÊA, M. R.; NEGRISOLI, E.; FIORINI, M. V.; COREIRO, J. G. F.; SILVA, J. R. M..
Objetivou-se com o trabalho avaliar o efeito de pontas e pressões de pulverização sobre a deriva de glyphosate + 2,4-D. Os modelos de pontas de pulverização e as respectivas pressões testadas foram: XR 11002 (150 e 300 kPa), DG 11002 (300 kPa), TT 11002 (300 kPa), AI 11002 (300 kPa) e TXVS-10 (400 kPa). Para a coleta da deriva foram utilizados fios de náilon externos à área de aplicação (1, 5, 10, 20, 50, 100 e 200 m de distância) com quatro repetições e seis cilindros de espuma posicionados sobre a barra do pulverizador. Sais traçadores foram adicionados a solução de aplicação para quantificar os depósitos de cada tratamento por meio de espectrofotômetro. Os herbicidas estiveram menos e mais suscetíveis a deriva com a ponta de pulverização de jato plano...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Pulverizador de barra; Herbicida; Pulverização; Espectrofotometria.
Ano: 2012 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1065986
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Padrões de distribuição volumétrica de pontas de pulverização de jato plano 11002, com e sem indução de ar, sob diferentes espaçamentos e alturas REA
Bauer,Fernando C.; Raetano,Carlos G.; Pereira,Francisco de A. R..
O presente trabalho teve como objetivo avaliar a distribuição volumétrica de pontas de pulverização hidráulica de jato de uso ampliado 11002, com e sem indução de ar, em laboratório, bem como o padrão de deposição da pulverização, por meio da estimativa do coeficiente de variação (C.V.) obtido pela simulação da sobreposição de jatos adjacentes. As pontas foram posicionadas, isoladamente, no centro da mesa de teste, a 30; 40 e 50 cm de altura da mesa e a 300 e 500 kPa de pressão. Foram avaliadas 20 unidades de cada tipo de ponta, e a deposição média foi utilizada para a simulação da deposição ao longo da barra pulverizadora, com as pontas espaçadas em 30; 40; 50 e 60 cm entre si. A uniformidade da distribuição foi estimada pelo cálculo do C.V. resultante da...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Tecnologia de aplicação; Pulverizador de barra; Indução de ar.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-69162006000200024
Registros recuperados: 8
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional