Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 15
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Adaptações morfofisiológicas da soja em solo inundado. Repositório Alice
PIRES, J.L.F.; SOPRANO, E.; CASSOL, B..
Há restrições ao crescimento de plantas em condições de inundação do solo, o que limita a sua exploração agrícola a poucas espécies. A soja pode ser uma alternativa, pela alta capacidade adaptativa a estas condições. O objetivo deste trabalho foi identificar as formas de adaptação da soja à inundação do solo, e estabelecer a melhor estratégia para fornecimento de N em solos inundados. Foi conduzido um experimento em casa de vegetação, na Faculdade de Agronomia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), de setembro a novembro de 1998. Foram testadas duas cultivares de soja (FT-Abyara e BR 4) cultivadas sob dois regimes hídricos (inundação e capacidade de campo) e duas estratégias de fornecimento de N (inoculação e N mineral). Manteve-se a soja...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Glycine max; Caule; Raízes adventícias; Regime hídrico do solo; Stems; Adventitious roots; Anoxia; Soil water regimes.
Ano: 2002 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/106111
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Adaptações morfofisiológicas da soja em solo inundado PAB
Pires,João Leonardo Fernandes; Soprano,Eliséo; Cassol,Bibiana.
Há restrições ao crescimento de plantas em condições de inundação do solo, o que limita a sua exploração agrícola a poucas espécies. A soja pode ser uma alternativa, pela alta capacidade adaptativa a estas condições. O objetivo deste trabalho foi identificar as formas de adaptação da soja à inundação do solo, e estabelecer a melhor estratégia para fornecimento de N em solos inundados. Foi conduzido um experimento em casa de vegetação, na Faculdade de Agronomia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), de setembro a novembro de 1998. Foram testadas duas cultivares de soja (FT-Abyara e BR 4) cultivadas sob dois regimes hídricos (inundação e capacidade de campo) e duas estratégias de fornecimento de N (inoculação e N mineral). Manteve-se a soja...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Glycine max; Caule; Raízes adventícias; Anoxia; Regime hídrico do solo.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2002000100006
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Alterações anatômicas em estacas de seringueira (Hevea brasiliensis clone RRIM 600) em resposta a diferentes técnicas de indução ao enraizamento Scientia Agricola
Medrado,M.J.S.; Appezzato-da-Glória,B.; Costa,J.D..
Clones de seringueira (Hevea spp ) são enxertados sobre porta-enxertos oriundos de sementes de ascendência desconhecida e por isto não exteriorizara todo seu potencial genético de produção de látex. A superação desta dificuldade pode ser obtida com o enraizamento de estacas clonais. Todavia, a seringueira é considerada em seu estágio adulto como uma planta de difícil enraizamento. Estas plantas possuem na base do caule um cilindro quase contínuo de tecidos lignificados, que juntamente com barraras químicas podem dificultar o enraizamento. Atualmente, algumas plantas de difícil enraizamento, têm enraizado com a ajuda de um conjunto de técnicas modernas como estiolamento total ou localizado e estrangulamento. Este trabalho, procurou caracterizar as...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Hevea brasiliensis; Estacas; Raízes adventícias; Anatomia.
Ano: 1995 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90161995000100016
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Alterações morfológicas e crescimento de duas espécies gramíneas sob alagamento. Repositório Alice
RAMOS, T. de J. N.; CARVALHO, C. J. R. de; SOUZA, C. M. de A.; VASCONCELOS, S. S..
Este trabalho objetivou investigar as respostas morfológicas e o crescimento de Brachiaria brizantha e Paspalum fasciculatum cultivadas durante 21 dias sob condições de alagamento. A baixa disponibilidade de oxigênio devido ao alagamento reduziu significativamente as taxas de crescimento relativo e assimilatória líquida de B. brizantha, assim como a alocação de biomassa para raízes, aos 14 dias de alagamento. Em P. fasciculatum, as reduções das taxas e da alocação de biomassa foram significativas somente aos 21 dias de alagamento. Nas espécies estudadas, as adaptações morfológicas foram claramente evidenciadas com a formação de grande quantidade de raízes adventícias, que provavelmente contribuíram para a sobrevivência das mesmas à hipóxia. Estes...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Raízes adventícias; Brachiaria brizantha; Panicum fasciculatum; Alocação de biomassa.
Ano: 2010 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/885714
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Capacidade de enraizamento de estacas de quatro cultivares de Vitis L. (Vitaceae) relacionada com os aspectos anatômicos Acta Botanica
Mayer,Juliana Lischka Sampaio; Biasi,Luiz Antônio; Bona,Cleusa.
A estaquia é o método de propagação vegetativa mais utilizado e apresenta como ponto crítico o início do desenvolvimento de um sistema radicular funcional. A estrutura anatômica da estaca pode interferir no processo de enraizamento de algumas espécies, todavia em videira não há informações a respeito. O objetivo deste trabalho foi avaliar a capacidade de enraizamento de estacas de cultivares de Vitis, com ênfase aos aspectos anatômicos. Os quatro cultivares estudados foram: Vitis labrusca L. cv. Bordô, V. rotundifolia Michx. cv. Topsail e os porta-enxertos híbridos entre V. berlandieri Planch. × V. riparia Michx., 'Kobber 5BB' e 'SO4'. Destes cultivares apenas 'Topsail' apresentou dificuldade de enraizamento. Após 77 dias do plantio das estacas, foi...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Videira; Estaquia; Raízes adventícias; Anatomia.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062006000300006
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito do ácido indolbutírico no enraizamento de estacas de ramos semilenhosos de pessegueiro. Repositório Alice
TOFANELLI, M.B.D.; CHALFUN, N.N.J.; HOFFMANN, A.; CHALFUN JÚNIOR, A..
Neste trabalho objetivou-se estudar o efeito do ácido indolbutírico (AIB) na formação de raízes adventícias em estacas semilenhosas de nove cultivares-copa (Arlequim, Aurora, Biuti, Diamante, Momo, Ouromel, Pérola de Mairinque, Premier e Tropical) e dois porta-enxertos (Okinawa e R-15-2) de pessegueiro. O experimento foi realizado na Universidade Federal de Lavras, Lavras, MG, em nov./dez. de 1997. As concentrações de AIB utilizadas foram de 0, 1.000, 2.000 e 3.000 mg L-1, e as estacas tiveram a base imersa em solução durante cinco segundos. O AIB influenciou no enraizamento, na formação de calo e no número de raízes. As maiores porcentagens de enraizamento foram observadas nas cultivares Pérola de Mairinque (56,62%) e Tropical (55,04%), ambas ocorrendo na...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Prunus persica; Raízes adventícias; Auxina; Propagação vegetal; Adventitious roots; Auxin; Plant propagation.
Ano: 2002 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/107471
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito do ácido indolbutírico no enraizamento de estacas de ramos semilenhosos de pessegueiro PAB
Tofanelli,Mauro Brasil Dias; Chalfun,Nilton Nagib Jorge; Hoffmann,Alexandre; Chalfun Júnior,Antônio.
Neste trabalho objetivou-se estudar o efeito do ácido indolbutírico (AIB) na formação de raízes adventícias em estacas semilenhosas de nove cultivares-copa (Arlequim, Aurora, Biuti, Diamante, Momo, Ouromel, Pérola de Mairinque, Premier e Tropical) e dois porta-enxertos (Okinawa e R-15-2) de pessegueiro. O experimento foi realizado na Universidade Federal de Lavras, Lavras, MG, em nov./dez. de 1997. As concentrações de AIB utilizadas foram de 0, 1.000, 2.000 e 3.000 mg L-1, e as estacas tiveram a base imersa em solução durante cinco segundos. O AIB influenciou no enraizamento, na formação de calo e no número de raízes. As maiores porcentagens de enraizamento foram observadas nas cultivares Pérola de Mairinque (56,62%) e Tropical (55,04%), ambas ocorrendo na...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Prunus persica; Raízes adventícias; Auxina; Propagação vegetal.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2002000700007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Enraizamento de estacas de Sebastiania schottiana Müll. Arg. Ciência Rural
Frassetto,Eduardo Garcia; Franco,Elci Terezinha Henz; Kielse,Paula; Amaral,Vanessa Fiad Martins do.
O pouco domínio dos processos envolvidos no enraizamento de estacas de diversas espécies florestais tem sido um fator limitador para a produção de mudas via propagação vegetativa, impedindo possíveis ganhos econômicos e ecológicos nas atividades de reflorestamento e recuperação de áreas degradadas. O objetivo deste estudo foi verificar o potencial de enraizamento de estacas de Sebastiania schottiana, submetidas a diferentes doses e tempos de imersão em produto comercial Orgasol® FTS (composto de aminoácidos e micronutrientes). Estacas basais, medianas e apicais tiveram suas bases imersas em Orgasol® FTS nas doses de 0; 5; 10 e 15mL L-1, durante 1 minuto. O delineamento experimental foi realizado em blocos ao acaso, com três repetições de 20 estacas por...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Sarandi; Propagação vegetativa; Aminoácidos; Raízes adventícias; Micronutrientes.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782010001200011
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Enraizamento de estacas lenhosas de pessegueiro cv. Okinawa em diferentes diâmetros de ramos, substratos e recipientes Ciência Rural
Tofanelli,Mauro Brasil Dias; Rodrigues,João Domingos; Ono,Elizabeth Orika.
O trabalho foi desenvolvido no Departamento de Produção Vegetal - Setor Horticultura da Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA) da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (UNESP), Campus de Botucatu (SP) com o objetivo de avaliar a influência de diferentes substratos e tipos de recipientes no potencial de enraizamento de estacas lenhosas de pessegueiro cultivar Okinawa com diferentes diâmetros. As estacas foram tratadas com 2,5g L-1 de ácido indol-butírico. O período de permanência das estacas na casa de vegetação foi de 50 dias. Os tratamentos consistiram de seis substratos: areia, casca de arroz carbonizada, vermiculita, areia + casca de arroz carbonizada, areia + vermiculita e casca de arroz carbonizada + vermiculita, com as misturas na...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Prunus persica; Propagação vegetativa; Estaquia; Raízes adventícias; Diâmetro de estaca.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782003000300007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Garcinia macrophylla Mart. (Clusiaceae): grau de umidade e morfometria do fruto, da semente e da plântula. Repositório Alice
OLIVEIRA, T. T. de; SANTOS, J. U. M. dos; GURGEL, E. S. C.; CRUZ, E. D..
2013
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Amazônia; Bacuripari; Raízes adventícias; Tecnologia de sementes.
Ano: 2013 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1014436
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Indução de alterações morfológicas e anatômicas em folhas de abacaxizeiro 'Pérola' pelo ácido 2-(3-clorofenoxi) propiônico Rev. Bras. Frutic.
Barbosa,Nathália Maria Laranjeira; Cunha,Getúlio Augusto Pinto da; Reinhardt,Domingo Haroldo; Barros,Péricles Gabriel; Santos,Ana Rita Leandro dos.
Em estudo que visou controlar a floração natural do abacaxizeiro 'Pérola' com fitorreguladores, nas plantas pulverizadas com 50 e 100 mg L-1 (3 aplicações) do ácido 2-(3-clorofenoxi) propiônico (ACP), foram observadas alterações internas e externas nas folhas. O limbo foliar apresentou ligeiro estrangulamento na porção mediana das folhas 'E' e 'F' e próximo ao ponto de inserção no caule nas C' e 'D'. A cerca de 5-10 cm desse ponto surgiram estruturas similares a calos, que originaram raízes adventícias. A roseta central das plantas apresentou-se torcida, com as folhas mais curtas e largas. Cortes anatômicos permitiram observar, sob microscópio óptico (40X), que as raízes adventícias foram formadas a partir de meristemas nos feixes vasculares (xilema e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ananas comosus; Abacaxi; Regulador de crescimento vegetal; Raízes adventícias.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452003000300006
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Maturation in Corymbia torelliana × C. citriodora stock plants: effects of pruning height on shoot production, adventitious rooting capacity, stem anatomy, and auxin and abscisic acid concentrations. Repositório Alice
WENDLING, I.; WASRBURTON, P. M.; TRUEMAN, S. J..
Repeated pruning of stock plants is a common approach to delaying maturation and maintaining the propagation ability of cuttings, but little is known about the hormonal or anatomical basis for this phenomenon. We tested the effect of two different stock-plant pruning heights (15 cm and 30 cm) on shoot production, rooting capacity and rooted cutting vigour of six clones of the eucalypt Corymbia torelliana × C. citriodora. We determined whether differences in rooting potential were related to indole-3-acetic (IAA) and abscisic acid (ABA) concentrations, or the degree of lignification or sclerification, of the cuttings. Maintaining stock plants at 15 cm height sometimes reduced the production of stem cuttings. However, it often increased the ensuing...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Eucalyptus; Corymbia; Espécie exótica; Propagação vegetativa; Raízes adventícias; Juvenilidade; Hormônios vegetais; Adventitious roots; Juvenility; Plant hormones; Propagation.
Ano: 2015 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1026706
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Substratos na indução e desenvolvimento in vitro de raízes em dois porta-enxertos de macieira. Repositório Alice
HOFFMANN, A.; PASQUAL, M.; CHALFUN, N.N.J.; VIEIRA, S.S.N..
Este trabalho teve como objetivo estudar o efeito da vermiculita e do Plantmax como substratos alternativos ao ágar durante a indução e o desenvolvimento in vitro de raízes dos porta-enxertos de macieira 'Marubakaido' e 'M-26'. Foram utilizadas brotações apicais previamente cultivadas in vitro. O experimento foi dividido em duas fases. Na primeira fase, os tratamentos consistiram no uso de três substratos para a indução do enraizamento: ágar, Plantmax + ágar e vermicu-lita + ágar, com meio MS/2 acrescido de vitaminas, glicina, mio-inositol, sacarose e ácido indolbutírico (AIB). Após sete dias neste meio, as brotações foram recultivadas para meio MS com ágar (7 g L-1), sem AIB. Na segunda fase, foram testados três substratos para o desenvolvimento das...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Cultura de tecidos; Enraizamento; Raízes adventícias; Micropropagação; Vermiculita; Tissue culture; Rooting; Adventitious roots; Micropropagation; Vermiculites.
Ano: 2001 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/105856
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Substratos na indução e desenvolvimento in vitro de raízes em dois porta-enxertos de macieira PAB
Hoffmann,Alexandre; Pasqual,Moacir; Chalfun,Nilton Nagib Jorge; Vieira,Sílvia Serra Negra.
Este trabalho teve como objetivo estudar o efeito da vermiculita e do Plantmax como substratos alternativos ao ágar durante a indução e o desenvolvimento in vitro de raízes dos porta-enxertos de macieira 'Marubakaido' e 'M-26'. Foram utilizadas brotações apicais previamente cultivadas in vitro. O experimento foi dividido em duas fases. Na primeira fase, os tratamentos consistiram no uso de três substratos para a indução do enraizamento: ágar, Plantmax + ágar e vermiculita + ágar, com meio MS/2 acrescido de vitaminas, glicina, mio-inositol, sacarose e ácido indolbutírico (AIB). Após sete dias neste meio, as brotações foram recultivadas para meio MS com ágar (7 g L-1), sem AIB. Na segunda fase, foram testados três substratos para o desenvolvimento das raízes...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cultura de tecidos; Enraizamento; Raízes adventícias; Micropropagação; Vermiculita.
Ano: 2001 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2001001100007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Tolerância ao alagamento em cinco acessos de Brachiaria brizantha. Repositório Alice
DIAS-FILHO, M. B..
Algumas respostas morfológicas e fisiológicas de cinco acessos de Brachiaria brizantha (BRA000591 cultivar Marandu, BRA003441, BRA002844, BRA004308 e BRA004391) foram comparadas em plantas cultivadas em vasos, sob condições de solo alagado e bem drenado, durante 14 dias. O alagamento reduziu significativamente a produção de massa seca foliar em todos os acessos, mas para a massa seca radicular, não foi possível encontrar diferenças entre tratamentos em BRA003441 e BRA004391. Somente BRA003441 não produziu raízes adventícias sob alagamento. A taxa de crescimento relativo foi reduzida pelo alagamento somente em BRA000591 e BRA004308. A taxa de elongação foliar foi reduzida pelo alagamento do solo em todos os acessos, porém, com maior severidade em BRA003441....
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Adventitious roots; Photosynthesis; Forage grasses; Biomass allocation; Growth rate; Raízes adventícias; Fotossíntese; Gramíneas forrageiras; Alocação de biomassa; Taxa de crescimento.
Ano: 2002 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/107344
Registros recuperados: 15
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional